A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E AS NOVAS TECNOLOGIAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E AS NOVAS TECNOLOGIAS."— Transcrição da apresentação:

1 A SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E AS NOVAS TECNOLOGIAS

2 A Segunda Revolução Industrial e as novas tecnologias A Segunda Revolução Industrial atingiu vários países do mundo e deu início à era dos oligopólios e do Capitalismo Financeiro.

3 A expansão da Revolução Industrial A Primeira Revolução Industrial: Segunda metade do século XVIII, Caracterizou-se pela divisão social do trabalho (cada trabalhador fazia uma mesma e repetida tarefa).

4 Segunda Revolução Industrial: criou outra divisão: países ricos e industrializados X países pobres, consumidores dos excedentes da produção dos países ricos e fornecedores de energia e matéria- prima.

5 Alemanha Avanço industrial 1.860; moderna e dinâmica, produz aço, produtos químicos e equipamentos elétricos e científicos. Após a Unificação do país (1871), industrialização se intensificou.

6 Governo alemão: 1) liberou recursos para a instalação de empresas; 2) adotou medidas para proteger a indústria e a agricultura alemã – tarifas alfandegárias sobre as importações. 3) Investimento na educação – ciências aplicadas à produção industrial.

7 Com as escolas alemãs formando técnicos, as indústrias dispunham de grande oferta de mão de obra técnica, que recebiam salários baixos.

8 Rússia Governo czarista incentivou o desenvolvimento industrial; 1) realizou empréstimos no exterior para construir estradas de ferro e instalar empresas (estrangeiras) de vários ramos, destacando-se a têxtil, extração de carvão e minério de ferro.

9 Japão Até 1860: era quase como a Europa Feudal. Havia um imperador, mais o poder estava nas mãos dos DAIMIUS, senhores de terras. O país era isolado do Ocidente.

10 1860 – Revolução Meiji – centralização do poder nas mãos do Imperador. Teve início inúmeras reformas: 1) O governo japonês firmou tratados comerciais com os países ocidentais, garantindo a exportação de produtos japoneses. 2) realizou uma ampla reforma educacional – erradicar o analfabetismo e promover a industrialização do país.

11 Na segunda metade do século XIX, o Japão se industrializou. O governo usou capitais estrangeiros para financiar o desenvolvimento industrial, o que originou os grandes grupos econômicos, os ZAIBATSU, controlados por poucas famílias.

12 Por volta de 1910, o Japão tinha mais de 10 mil quilômetros de estradas de ferro, grandes bancos, poderosas Companhias de navegação e mineração, e a produção têxtil era uma das maiores do mundo. Estrada de ferro Tocaido. Japão.

13 ESTADOS UNIDOS Industrializa-se após a guerra Civil ( ) Guerra de Secessão. O Norte industrializado venceu o Sul agrário e escravista e impôs seu projeto modernizador. a) Leis protecionistas – ampararam a produção industrial e agrícola do país.

14 b) Grande oferta de mão de obra barata, garantida pela política de estímulo à imigração a ocupação de terras do Oeste; c) O incentivo do Estado à instalação de companhias de transportes e às comunicações.

15 1900 – EUA – ocupavam o primeiro lugar na produção mundial de aço; a maior malha ferroviária do mundo. A população urbana saltou de 15% em 1850 para 40% em Dos 75 milhões de habitantes, 30 milhões viviam nas cidades.

16 O Capitalismo Financeiro Até a segunda metade do século XIX – empresas eram pequenas e familiares. Os lucros eram revertidos para a própria empresa – Capitalismo Industrial.

17 A partir de 1880 – surgem novas atividades econômicas: Exploração do petróleo, usinas hidrelétricas e siderúrgicas – exigem grandes investimentos que passam a ser fornecidos pelos bancos que passam a financiar a produção agrícola e mineral em cada país e controlam por meios de ações, empresas de diferentes setores e atividades – Capitalismo Financeiro.

18 Com a Segunda Revolução Industrial surgem as grandes empresas: Truste – Associação de empresas de um mesmo ramo que se fundem com o objetivo de controlar os preços, a produção e o mercado.

19 Cartel – Agrupamento de empresas independentes que estabelecem acordos ocasionais com o propósito de dividir o mercado e combater os concorrentes.

20 Holding – Empresa que controla uma série de outras empresas, do mesmo ramo ou de setores diferentes mediante a posse majoritária das ações das empresas.

21 A associação de várias empresas permitiu uma concentração de capital nas mãos de grupos econômicos chamados Oligopólios, que prejudicavam as pequenas empresas e a livre concorrência. Oligopólios: poucas empresas dominam a maior parte do mercado.

22 Novas tecnologias Indústria e os novos inventos: r mais velocidade na produção e distribuição das mercadorias. Indústria e os novos inventos: r mais velocidade na produção e distribuição das mercadorias. Processo Bessemer – Henry Bessemer, engenheiro inglês, descobriu o aço. Esse e outros inventos incentivaram maior investimento na indústria siderúrgica. O aço substituiu o ferro em diversos setores. Processo Bessemer – Henry Bessemer, engenheiro inglês, descobriu o aço. Esse e outros inventos incentivaram maior investimento na indústria siderúrgica. O aço substituiu o ferro em diversos setores.

23 O motor de combustão interna Petróleo até o século XIX era usado no tratamento medicinal ou como lubrificante. Em 1859 passou a ser usado como combustível- querosene (lamparinas e inseticidas) 1870 – motor – movido à gasolina ou diesel. Século XX - o diesel passou a substituir o vapor nas locomotivas e nos navios.

24 Invenção do dínamo: 1870 – uma máquina que produz eletricidade. O carvão foi sendo deixado de lado e a eletricidade passou a ser cada vez mais usada nas fábricas, transportes e iluminação elétrica. Transportes e comunicação: Estradas de ferro/automóveis/telefone (Graham Bell).

25 FIM.


Carregar ppt "A SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL E AS NOVAS TECNOLOGIAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google