A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Faculdade Atenas Maranhense – FAMA Curso de Especialização em Gestão Estratégica da Qualidade FMEA - Análise dos Modos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Faculdade Atenas Maranhense – FAMA Curso de Especialização em Gestão Estratégica da Qualidade FMEA - Análise dos Modos."— Transcrição da apresentação:

1 1 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Faculdade Atenas Maranhense – FAMA Curso de Especialização em Gestão Estratégica da Qualidade FMEA - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas Prof. MSc. Gerisval Alves Pessoa Abril de 2009

2 2 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Instrutor Mestre em Gestão Empresarial (FGV) Especialista em Engenharia da Qualidade (UEMA) Químico Industrial (UFMA) Especialista em TQC (Total Quality Control - Japão) Professor de Graduação e Pós-graduação Coordenador dos Cursos de Pós-Graduação (FAMA) Gestão Estratégica da Qualidade Gestão Estratégica de Pessoas Gestão Estratégica de Serviços Gestão Ambiental Empresarial Auditor Líder ISO 9001 e e Auditor OHAS Instrutor Internacional de TPM (Total Productivity Maintenance) Examinador Prêmio Nacional da Qualidade: Ciclos 2000, 2001 e 2002 Examinador Prêmio Nacional da Qualidade: Ciclos 2000, 2001 e 2002 Analista da Qualidade Máster (Vale) 24 anos de experiência profissional

3 3 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 UNIDADE I CONCEITO DE FALHA

4 4 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 É o término da capacidade de um item desempenhar a função requerida É a diminuição total ou parcial da capacidade de uma peça, componente ou máquina de desempenhar a sua função durante um período de tempo, quando o item deverá ser reparado ou substituído. É a inabilidade de um sistema/componente em cumprir uma de suas funções de projeto. Falhas do Sistema Causada por... Efeitos Ambientais Falha(s) de Subsistema(s) ou interface(s) Causada(s) por... Erro Humano Falha(s) de Componente(s) Causada(s) por... Falha - Definição

5 5 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FA-005f-0 falha Maneira pela qual a falha é observada (Mil-Std 1629A) Efeito pelo qual se percebe que a falha ocorreu (IEEE Std 500) Modo de Falha

6 6 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Falha em partir Entupimento Falha em permanecer em uma posição Vazamento interno Vazamento externo Falha em fechar / Falha aberta Falha em abrir / Falha fechada Indicação errada Operação inadvertida Fluxo restrito Falha em parar Falha em conectar Curto (elétrico) Fuga (elétrica) Modo de Falha (Exemplos)

7 7 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Em geral, os modos de falha estão relacionados com as seguintes situações: Operação prematura Falha em operar num tempo especificado Falha em parar de operar num tempo especificado Falha durante a operação Modo de Falha

8 8 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 modo de falha Possíveis mecanismos físicos ou químicos, erros de projeto, defeitos de qualidade, ou outros processos que são a razão básica para a ocorrência do modo de falha Sobretensão Corrosão Falta de lubrificação Causas

9 9 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 modo de falha Conseqüências que um modo de falha impões na operação, função ou estado de um componente ou sistema. Ruído excessivo Perda de potência Vazamento (sistema) Efeitos

10 10 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Componente Causas Efeitos Modo de Falha Selo Danificado Perda de performance do freio Cilindro Vazamento de fluido Terno da Falha (Causa – Modo de Falha – Efeito)

11 11 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 UNIDADE II FMEA - FERRAMENTA BÁSICA APLICADA À CONFIABILIDADE

12 12 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 As duas ferramentas básicas aplicadas à confiabilidade são FMEA e FTA que têm suas principais aplicações para a: Melhoria de um produto ou processo já em operação. A partir da identificação das causas das falhas ocorridas e seu posterior bloqueio. Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos já em operação. Detecção e bloqueio das causas de falhas potenciais (antes que aconteçam) em produtos ou processos, ainda na fase de projeto. Ferramentas Básicas Aplicadas à Confiabilidade

13 13 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FMEA e FTA: Dois Tipos de Raciocínio

14 14 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FMEA A ferramenta FMEA - Análise dos Modos e Efeitos das Falhas (Failure Mode and Effect Analysis) é um método de análise de projetos (de produtos ou processos, industriais e/ou administrativos) usado para identificar todos os possíveis modos potenciais de falha e determinar o efeito de cada uma sobre o desempenho do sistema (produto ou processo), mediante um raciocínio basicamente dedutivo. É um método analítico padronizado para detectar e eliminar problemas potenciais de forma sistemática e completa.

15 15 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FMEA - Objetivo Tem como objetivo, por meio da análise das falhas potenciais e propostas de ações de melhoria, que ocorram falhas no projeto do produto ou do processo, buscando assim, a confiabilidade, que é a probabilidade buscando aumentar a confiabilidade, que é a probabilidade de falha do produto/processo. Identificar todos os modos de falha em potencial dentro de um projeto (de produto ou processo), todas as possibilidades de falhas catastróficas e críticas, de tal maneira que elas possam ser eliminadas ou minimizadas através da correção do projeto, o mais cedo possível.

16 16 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FMEA Perguntas básicas a serem feitas quando da construção de uma FMEA: De que maneiras um componente pode falhar? Que tipos de falhas são observadas? Que partes do sistema são afetadas; Quais são os efeitos da falha sobre o sistema? Qual a importância da falha? Como preveni-la?

17 17 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Relação Causa – Modo - Efeito CAUSAS EVENTOS QUE GERAM (PROVOCAM, INDUZEM, MOTIVAM ) O MODELO DE FALHA MODOS DE FALHA (TIPOS ) EVENTOS QUE LEVAM ASSOCIADOS UMA DIMINUIÇÃO(PARCIAL OU TOTAL) DA FUNÇÃO. EFEITOS FORMAS COMO OS MODOS DE FALHA AFETAM OS DESEMPENHO DO SISTEMA, DO PONTO DE VISTA DO CLIENTE

18 18 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Exemplo da Relação Causa – Modo - Efeito MODO DE FALHA CAUSA EFEITO Fratura da Resistência elétrica de um Chuveiro Perda de ajuste na posição central de um mancal de rolamento Atraso na emissão de nota fiscal Oxidação Acúmulo de Tolerância Erro no Cadastro por falta de treinamento Água não Aquece Travamento do Eixo Pagamento Atrasado

19 19 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FMEA – Como Elaborar Componente Função Modo (tipo) Falhas Causa(s) Controle Atuais Recomendações Efeito(s) G DO R Cliente

20 20 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Termos e Fluxo de Preenchimento

21 21 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Termos e Fluxo de Preenchimento

22 22 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FMEA de Projeto

23 23 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 FMEA de Processo – Etapa de Recobrimento Superficial EXEMPLO FMEA PRODUTO X PROCESSO DATA DA ELABORAÇÃO: DATA DA PRÓXIMA REVISÃO: COORDENADOR: UNIDADE/SETOR CLIENTE/REF.: PRODUTO: PROCESSO: FALHAS POSSÍVEIS CONTROLES ATUAIS ÍNDICE MODO CAUSAS GODR ITEM NOME DO PROCESO FUNÇÃO DO COMPONENTE/ PROCESSO 1 RECOBRI- MENTO SUPERFICIAL REVESTIMENTO PROTETOR: 0,1 mm DE CROMO EM AÇO CARBONO RECOBRIMENTO INADEQUADO POROSIDADES ACABAMENTO SUPERFICIAL INADEQUADO *PRESENÇA DE PARTÍCULAS CONTMINANTES *MISTURA INADEQUADA *CONDENSAÇÃO INADEQUADA EFEITO COMPOSI- ÇÃO INA- DEQUADA DO BANHO

24 24 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 ComponenteModo de FalhaEfeito sobre outros Componentes Efeitos sobre o Sistema Classe de Severidade Classe de Freqüência Métodos de Detecção e Observações Planilha de FMEA (Adaptada da MIL_STD 1629A)

25 25 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 CLASSE CONSEQUÊNCIAS I. Negligível Nenhum dano ao sistema Perda de equipamento < R$ 5.000,00 Nenhum ferimento ou doença ocupacional Para de Produção < 1 hora Danos leves ao sistema Perda de equipamento: R$ 5.000, ,00 Ferimentos ou doença ocupacional leve Para de Produção 1 hora - 4 horas Danos sérios ao sistema Perda de equipamento: R$ , ,00 Ferimentos ou doença ocupacional grave Para de Produção 4 horas- 12 horas Perda do sistema Perda de equipamento > ,00 Mortes Para de Produção > 12 hora II. Marginal III. Crítica IV. Catastrófica Planilha de FMEA (Análise de Criticidade)

26 26 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 CLASSE FREQUÊNCIA A. Freqüente Esperado ocorrer uma ou mais vezes durante a vida útil do sistema f > 1/ano Esperado ocorrer até uma vez durante a vida útil do sistema 1/ano < f < 1 em 100 anos Pouco provável de ocorrer até uma vez durante a vida útil do sistema 1 em 100 anos < f < 1 em anos Não esperado ocorrer até uma vez durante a vida útil do sistema 1 em anos < f < 1 em anos Conceitualmente possível, mas extremamente improvável de ocorrer durante a vida útil do sistema f < 1 em anos B. Provável C. Ocasional D. Remota E. Extremamente Remota Planilha de FMEA (Análise de Criticidade)

27 27 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Extremamente Remota Freqüente Provável Ocasional Remota NegligívelMarginalCrítica Catastrófica I.A I.B I.C I.D I.E II.A II.B II.C II.D II.E III.A III.B III.C III.D III.E IV.A IV.B IV.C IV.D IV.E - Aceitável - Inaceitável - Não desejável (requer estudo mais detalhado) - Aceitável com aprovação superior F/C Planilha de FMEA (Análise de Criticidade) Matriz de Aceitabilidade de Riscos

28 28 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 ComponenteModo de FalhaEfeito sobre outros Componentes Efeitos sobre o Sistema Classe de Severidade Classe de Freqüência Métodos de Detecção e Observações Válvula de gás 1 - Emperra aberta Aquecedor não cessa operação Demanda a válvula de alívio Pressão e tempe- ratura acima do normal. Geração de vapor IIICMedição de temperatura Abrir a tornei- ra para aliviar. Observação visual. 2- Emperra fechada Aquecedor cessa de operar Não produz água quente IDMediação de temperatura 3- Vazamento externo __ Gás no ambiente Possibilidade de incêndio IVDPercepção olfativa e/ou detetor de gás Conduto de Fumaça (exaustão) 1 - EntupidoCombustão incompleta no aquecedor Não há saída dos gases tóxicos de exaustão que podem voltar para o ambiente. Apagamento da chama com gás no ambiente IVE Percepção olfativa e/ou detetor de gás Exemplo de FMEA (Aquecedor de Água Doméstico)


Carregar ppt "1 Gerisval Pessoa FMEA Revisão 04 Faculdade Atenas Maranhense – FAMA Curso de Especialização em Gestão Estratégica da Qualidade FMEA - Análise dos Modos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google