A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

6.1 – O que fazer com o lucro?; 6.2 – Instrumento de integração entre DRE e BP; 6.3 – Ajustes de exercícios anteriores; 6.4 – Proposta da administração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "6.1 – O que fazer com o lucro?; 6.2 – Instrumento de integração entre DRE e BP; 6.3 – Ajustes de exercícios anteriores; 6.4 – Proposta da administração."— Transcrição da apresentação:

1 6.1 – O que fazer com o lucro?; 6.2 – Instrumento de integração entre DRE e BP; 6.3 – Ajustes de exercícios anteriores; 6.4 – Proposta da administração para destinação do lucro; Demonstração de lucros ou prejuízos acumulados. 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados

2 Dividendos a pagar PASSIVO e PLATIVO BALANÇO PATRIMONIAL D.R.E LUCRO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Lucros Retidos (40% do lucro serão pagos como dividendos) (60% do lucro serão reinvestidos) Uma parcela do lucro é distribuída aos donos da empresa (acionistas ou sócios) em dinheiro, remunerando o capital investido. Essa remuneração é conhecida como dividendos. Outra parcela visa à reaplicação na empresa, visando fortalecer o Capital Próprio. Esta parcela é conhecida como lucro retido (não distribuído) e, mais cedo ou mais tarde, será incorporada ao Capital Social. 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados O que fazer com o lucro?

3 Evidencia o destino do lucro, a canalização, a distribuição do lucro do exercício. Havendo sobras (saldos) de lucros de exercícios anteriores não distribuídos, estas sobras são adicionadas ao lucro do exercício atual. Daí a expressão Lucros Acumulados. O roteiro contábil é: (1) apurar o lucro (ou prejuízo); (2) somar o lucro do exercício ao saldo anterior e fazer as destinações específicas por meio do relatório DLPA; (3) canalizar o lucro retido (não distribuído) para o Patrimônio Líquido (conta dos proprietários). Evidencia o destino do lucro, a canalização, a distribuição do lucro do exercício. Havendo sobras (saldos) de lucros de exercícios anteriores não distribuídos, estas sobras são adicionadas ao lucro do exercício atual. Daí a expressão Lucros Acumulados. O roteiro contábil é: (1) apurar o lucro (ou prejuízo); (2) somar o lucro do exercício ao saldo anterior e fazer as destinações específicas por meio do relatório DLPA; (3) canalizar o lucro retido (não distribuído) para o Patrimônio Líquido (conta dos proprietários). 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados Instrumento de integração entre DRE e BP

4 DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS Saldo em X2 1.Ajustes de exercícios anteriores (-) Retificação de erro de exercícios anteriores Saldo em X – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados Ajustes de exercícios anteriores O Lucro Líquido do Exercício não pode ser influenciado por valores de outros exercícios. Ajuste de efeito de mudança de prática contábil Ajuste de retificação de erro referente a exercício anterior Ex.: Erro no valor lançado de uma despesa: $ , no exercício de 20X2:

5 DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS Saldo em X2 1.Ajustes de exercícios anteriores (-) Retificação de erro de exercícios anteriores (+) Lucro líquido do exercício Lucro total disponível (-) Transferências p/reservas de lucros a.Reserva legal b.Reserva estatutária c.Reserva para contingências d.Retenção de lucros (reserva orçamentária) e.Reserva de lucros a realizar (-) Dividendos Saldo de lucros acumulados no final do período (31-12-X3) XXXXXXXXX 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados Proposta da administração para destinação do lucro

6 RESERVA LEGAL: Lei das S.A: do lucro líquido do exercício, 5% serão aplicados, antes de qualquer destinação, não devendo exceder 20% do Capital Social. Assegurar integridade do capital: utilizada para aumento de capital ou compensação de prejuízo. RESERVA ESTATUTÁRIA: Prevista no estatuto da empresa. Deve constar: (i) finalidade; (ii) critérios para determinar a parcela anual do lucro líquido que será destinado à sua constituição; (iii) limite máximo de reserva. RESERVA PARA CONTINGÊNCIA: Parte do lucro líquido destinado à formação de Reserva com a finalidade de compensar, em exercício futuro, a diminuição do lucro decorrente de perda julgada provável, cujo valor possa ser estimado. 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados Proposta da administração para destinação do lucro Baseia-se no estatuto da empresa e na Lei das Sociedades por Ações

7 RESERVA ORÇAMENTÁRIA (LUCROS PARA EXPANSÃO): Parcela do lucro líquido retida para expansão da empresa quando prevista em orçamento de capital aprovado em Assembleia Geral. RESERVA DE LUCROS A REALIZAR: Refere-se à parte do Lucro Líquido que ainda não foi realizada financeiramente. Ex.: vendas a longo prazo, cujo recebimento financeiro ocorrerá após o término do exercício seguinte revertida no exercício em que houver a realização financeira. TRANSFERÊNCIA DE LUCRO LÍQUIDO PARA DIVIDENDOS Parte do lucro que se destina aos acionistas da companhia denomina-se Dividendos. Toma por base porcentagem sobre o Lucro ou sobre o Capital Social, desde que devidamente regulados. 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados Proposta da administração para destinação do lucro

8 DEMONSTRAÇÃO DE LUCROS OU PREJUÍZOS ACUMULADOS Saldo no início do período 1.Ajustes de exercícios anteriores (+) Retificação de erro de exercícios anteriores (+) Lucro líquido do exercício Saldo disponível Proposta da Administração para destinação do Lucro Reserva legal Reserva estatutária Reserva orçamentária Reserva para contingências Retenção de lucros a realizar Dividendos a distribuir X X (150) (300) (255) (180) (95) (900) Saldo final do período – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados 6 – Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados Demonstração de lucros ou prejuízos acumulados

9 A Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido, dada a sua amplitude, inclui a Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados. Para as companhias abertas, conforme exigência da CVM, deverá ser publicada a DMPL. DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Empresa…………………………………………………………………………… Movimenta ções Capital Realizado Reserva de CapitalReservas de Lucro Lucros Acumul ados TOTAL Ágio na emissão de Ações Outras Reservas de Capital LegalEstatutáriaP/conting ência Orçament ária Lucros a realizar 7 – Demonstração das Mutações Do Patrimônio Líquido (DMPL) 7 – Demonstração das Mutações Do Patrimônio Líquido (DMPL)

10 ATIVOX0X1PASSIVOX0X1 CIRCULANTE NÃO CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo Investimentos Imobilizado Intangível CIRCULANTE NÃO CIRCULANTE ---- PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital RESERVAS DE CAPITAL - Ágio na emissão de ações RESERVAS DE LUCROS: -Legal -Estatutária -Contingência -Orçamentária -Lucros a realizar LUCROS ACUMULADOS TOTAL-- 7 – Demonstração das Mutações Do Patrimônio Líquido (DMPL) 7 – Demonstração das Mutações Do Patrimônio Líquido (DMPL)

11 DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO Empresa…………………………………………………………………………… MovimentaçõesCapital Realiza do Reserva de Capital Reservas de Lucro Lucros Acum ulados TOTAL Ágio na emissã o de Ações Outra s Reser vas de Capita l Leg al Estatut ária P/contin gência Orçamen tária Lucros a realizar Saldos em X2 Ajustes de exercícios Anteriores (-) Retificação de erros Aumento de Capital Reversão Reservas Lucro liquido do Exercício (1.000) Proposta da Adm. de Destinação do lucro Reserva legal Reserva estatutária Reserva para contingências Reserva orçamentária Reserva de lucros a Realiza. Dividendos (150) (300) (180) (255) (95) (900) - (900) Saldos X – Demonstração das Mutações Do Patrimônio Líquido (DMPL) 7 – Demonstração das Mutações Do Patrimônio Líquido (DMPL)


Carregar ppt "6.1 – O que fazer com o lucro?; 6.2 – Instrumento de integração entre DRE e BP; 6.3 – Ajustes de exercícios anteriores; 6.4 – Proposta da administração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google