A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Descrição Técnica de Objeto e Processo Prof. Rodrigo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Descrição Técnica de Objeto e Processo Prof. Rodrigo."— Transcrição da apresentação:

1 Descrição Técnica de Objeto e Processo Prof. Rodrigo

2 Tipos de redação técnica ou científica Há diversos tipos de redação técnica: As descrições e narrações técnicas propriamente ditas; Os manuais de instrução; Os relatórios; Os ensaios/experiências, etc.

3 Descrição de objeto A descrição técnica x descrição literária Diferença: A descrição técnica deve esclarecer, convencendo; a literária deve impressionar, agradando; Uma traduz-se em objetividade; a outra sobrecarrega-se de tons afetivos. Uma é predominantemente denotativa; a outra, predominantemente conotativa.

4 Descrição de objeto e processo A descrição técnica pode aplicar-se a objetos (sua cor, forma, aparência, dimensões, peso, etc.) A aparelhos ou mecanismos, a processos (funcionamento de mecanismos, procedimentos, fases de pesquisas), a fenômenos, fatos, lugares, eventos.

5 O PONTO DE VISTA O ponto de vista é tão importante quanto o objetivo; dele dependem a forma verbal e a estrutura lógica da descrição: Qual é o objeto a ser descrito (definição denotativa)? Que parte dele deve ser ressaltada? De que ângulo deve ser encarado? Que pormenores devem ser examinados de preferência a outros? Que ordem descritiva deve ser adotada? (lógica? psicológica? cronológica?) A quem se destina? a um leigo ou a um técnico?

6 O PONTO DE VISTA Assim, uma máquina de lavar roupa pode ser descrita do ponto de vista: a) do possível comprador (legenda de propaganda); b) do usuário (o jovem ou dona de casa que de uma ou de outra forma vão se servir dela); c) do técnico encarregado da sua montagem ou instalação; d) do técnico que terá eventualmente de consertá-la.

7 Plano-padrão de descrição de objeto A. Objeto 1. Qual é o objeto? Para que serve? 2. Uso Lógico e Psicológico. 3. Qual é a sua aparência (forma, cor, peso, dimensões, etc.)? 4. Que partes o compõem? a) (descrição detalhada); b) (idem), etc.

8

9 Descrição de processo Quando o propósito é mostrar o funcionamento de aparelho ou mecanismo ou os estágios de um procedimento (como, por exemplo, as fases da fabricação de um produto, de um trabalho de pesquisa, de uma investigação ou sindicância), tem-se a descrição de processo.

10 Descrição de processo A) exposição em ordem cronológica; B) objetividade: nada de linguagem abstrata ou afetiva; C) ênfase na ação, que deve ser suficientemente detalhada; D) indicação clara das diferentes fases do processo; E) ausência de suspense: ao contrário da narração literária, o interesse da descrição de processo não deve depender da expectativa ou suspense.

11 Transmissão de um programa de rádio Os sons que se produzem dentro do campo de ação do microfone são por estes captados e transformados em corrente elétrica equivalente. Estas correntes, devido ao fato de serem extremamente fracas, são conduzidas a um pré-amplificador de microfone, que as amplifica convenientemente, depois do que são transferidas para um amplificador de grandes dimensões, chamado modulador. Existe no equipamento transmissor um circuito gerador de alta frequência, que fornece a onda a ser irradiada pela Estação. Esta onda de R. F. (alta frequência) será misturada com as correntes de som amplificadas pelo modulador, e transmitidas no espaço por meio de uma antena transmissora. A figura 79 mostra- nos resumidamente todo o processo acima descrito. (Martins, 0. N., Curso prático de rádio, p. 127)

12 Note-se: a) o propósito (transmissão de programa de rádio); b) os estágios sucessivos do processo (1º, sons captados, 2º, transformados, 3º, correntes elétricas conduzidas e 4º, amplificadas, 5º, transferidas a um amplificador de grandes dimensões, 6º, onda de R.F. misturada com as correntes amplificadas e, por fim, 7º, transmitidas pela antena); c) as partes componentes (microfone, pré-amplificador, modulador, etc.); e, por último, d) o resultado (transmitidas no espaço por meio de uma antena).

13 Plano-padrão de descrição de processo (funcionamento) B. Processo (funcionamento) 1. Princípio científico em que se baseia. 2. Normas a seguir para pô-lo em funcionamento. 3. Fases ou estágios do funcionamento. C. Conclusão (p. ex.: apreciação das qualidades, visão de conjunto, aplicações práticas, etc.)


Carregar ppt "Descrição Técnica de Objeto e Processo Prof. Rodrigo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google