A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ética e Bioética. Indicadores de qualidade em Terapia Intensiva Relações interpessoais; Humanização; Tanatologia; Indicadores de qualidade de assistência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ética e Bioética. Indicadores de qualidade em Terapia Intensiva Relações interpessoais; Humanização; Tanatologia; Indicadores de qualidade de assistência."— Transcrição da apresentação:

1 Ética e Bioética. Indicadores de qualidade em Terapia Intensiva Relações interpessoais; Humanização; Tanatologia; Indicadores de qualidade de assistência.

2 Ética e Bioética em Terapia Intensiva. Segundo Potter.... Ciencia da sobrevivencia humana. Conflitos existentes nas relações entre os profissionais de saúde e o cliente; Relações sujeito-sujeito envolvendo decisões que envolvem a sobrevivência humana.

3 Ética e Bioética..... Sugiram de um conflito existente entre a deontologia profissional e as rivindicações de transparência e responsabilidades levantadas pelo movimento social. Deontologia de Enfermagem: Consideram-se: valores, crenças e modos de viver dos diferentes sujeitos; Abordagem: vida e morte das pessoas.

4 Segundo Pessini (2002) aspectos importantes.... # Problemas relacionados com os valores; # Investigações biomédicas e comportamentais que podem influenciar na terapeutica; # Questões sociais relacionadas a saúde; # Questões relacionadas alem da vida humana.

5 CONSIDERAÇÕES ÉTICAS NO CUIDADO CRÍTICO PRINCÍPIOS PREDOMINANTES: – Respeito à autonomia (procedimentos); – Não maleficência (prevenir o mal); – Beneficência (fazer ativamente o bem); – Justiça (igualdade de tratamento). Problema ético: Quando um princípio entra em conflito com outro.

6 Segundo Boff.... o cuidado é um suporte real de criatividade, liberdade e inteligência... No cuidado identificam-se os valores e as atitudes. cuidar mais que um ato e sim uma atitude de ocupação, preocupação, responsabilidade e de envolvimento afetivo com o outro. cuidar como processo de crescimento e desenvolvimento. cliente como sujeito da ação / rotinas institucionais.

7 Na atualidade Alto grau de solidão; Falta de laços afetivos nas relações profissionais; Exige-se na formação profissional: # Filosofia; # Antropologia; # Sociologia.

8 Qualidade em Terapia Intensiva conjunto de ações desenvolvidas em uma organização visando atender ou superar as expectativas dos clientes. exige capacitação técnica, científica e humanística da equipe muldisciplinar.

9 Níveis de Qualidade # Mandatória: nível mínimo; # Esperada: satisfaz expectativas dos clientes; # Atrativa: Supera as expectativas do cliente.

10 Indicadores em Terapia Intensiva Estrutura: critérios de adm e alta; Processo: avaliação de procedimentos; Resultados: mortalidade esperada versus observada, tipos de óbitos.

11 O Sistema permite: Estabelecer pré-requisitos mínimos para indicação de internação em UTI; Estratificar pacientes de acordo com a gravidade da doença e seu prognóstico; Acompanhar a evolução e resposta do paciente à terapêutica instituída; Avaliar o desempenho da UTI e comparar unidades; Comparar mortalidade hospitalar observada e esperada, sob cálculo do índice de mortalidade standartizado; * Avaliar o custo / benefício de determinados procedimentos em várias etapas da doença.

12 Bibliografias Vera Médice; NUNES, Wilma Aparecida – Assistência de enfermagem ao paciente gravemente enfermo. 2ªed, São Paulo: Atheneu, 2003; GALLO, Bárbara M.; HUDAK, Carolyn; MORTON. Patrícia Gonce; Cuidados intensivos de enfermagem: uma abordagem holística. 8ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 2007; SILVA, Lolita Dopico. Cuidados ao paciente crítico: Fundamentos para a enfermagem. 2ª ed. Rio de Janeiro: Cultura Médica, 2003; KNOBEL, Elias. Terapia Intensiva Enfermagem. 1ª ed. São Paulo. Atheneu, 2005.


Carregar ppt "Ética e Bioética. Indicadores de qualidade em Terapia Intensiva Relações interpessoais; Humanização; Tanatologia; Indicadores de qualidade de assistência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google