A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério da Saúde Secretaria Executiva / Subsecretaria de Assuntos Administrativos Coordenação-Geral de Documentação e Informação Biblioteca Virtual.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério da Saúde Secretaria Executiva / Subsecretaria de Assuntos Administrativos Coordenação-Geral de Documentação e Informação Biblioteca Virtual."— Transcrição da apresentação:

1 Ministério da Saúde Secretaria Executiva / Subsecretaria de Assuntos Administrativos Coordenação-Geral de Documentação e Informação Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) Natal, 17/10/2004 Reunião de Coordenadores da BVS

2 Roteiro O papel do Estado na democratização e do acesso às informações institucionais Documentação e Informação no MS –Ação Integrada das áreas –Política Editorial –Desenvolvimento da BVS MS Política de Controle Bibliográfico Disseminação do Modelo BVS no SUS / Estação BVS Plano Nacional do Livro e da Leitura Realização do ICML 9 Fortalecimento da BVS SP Brasil e BVS Adolec

3 Transparência organizacional do Estado Visão de futuro –Convergência de estratégias (E-Gov, Sociedade da Informação, Plano Nacional do Livro e da Leitura) Garantia de acesso à informação institucional e fortalecimento do intercâmbio (agenda de pesquisa) Trabalho em rede, convergência de esforços –Qualificação de serviços –Integração de equipes e áreas técnicas –Troca de experiências Um dos instrumentos mais recentes de controle do Estado pela sociedade é o direito à informação

4 Ministro da Saúde Secretaria Executiva SAA CGRH CGRL CGDI CGMDI EditoraCCSBiblioteca Arquivo BVS MS Documentação e Informação no Ministério da Saúde Garantir o tratamento e o acesso aos documentos do MS, promovendo o intercâmbio e a disseminação das informações em saúde, necessárias à efetividade do Sistema Único de Saúde e à participação social

5 Ação Integrada Visão sistêmica x departamentalização –Gestão pautada em projetos comuns –Compartilhamento de resultados –Maior capacidade de execução –Objetivos comuns Política Editorial Controle Bibliográfico (Editora e Biblioteca) Resgate de literatura (Arquivo, Biblioteca, Editora e CCS) Desenvolvimento da BVS MS (Biblioteca e Editora) Elaboração de mostras culturais (BVS MS e CCS)

6 Como vamos? Para onde vamos? Onde estamos? A informação será o grande e único produto daqui para a frente! Avaliação periódica

7 Política Editorial do Ministério da Saúde Qualificação da produção editorial –SciELO, LILACS Gestão da produção x resgate recorrente Apropriação devida do conhecimento gerado Racionalização de gastos –Produção –Distribuição / estocagem Fortalecimento da BVS MS como banco de dados oficial da literatura institucional –Maior representatividade do SUS na BVS AL&C

8 Desenvolvimento da BVS MS Acesso democrático e gratuito à produção literária do Ministério da Saúde e Entidades Vinculadas –Controle Bibliográfico de publicações avulsas e periódicas –Coleção Multimídia (cartazes, vídeos, folheteria) –Legislação Federal –Termos e Siglas –Eventos em Saúde e Datas Comemorativas –Dicas em Saúde –Construção de uma rede colaborativa com as áreas técnicas do MS e seus parceiros institucionais BVS MS: Mais de acessos e usuários atendidos pelo Fale com a BVS MS (referente a 2001/2004)

9 Áreas Temáticas BVS MS Fundamentação –Resgate da produção institucional da área técnica e Composição da Memória Técnica da esfera federal do SUS –Aumento da representatividade das áreas técnicas do MS em bases de dados especializadas em Saúde LILACS SciELO Medline –Legislação, Terminologia

10 Cont. –Articulação com os parceiros institucionais das áreas técnicas Organizações governamentais –Nível Federal, Estadual e Municipal Organizações não-governamentais Sociedade Civil organizada –Visibilidade aos especialistas das áreas técnicas (apresentações em eventos)

11 Área Temática DST/Aids Parcerias ativas –Associação Interdisciplinar de Aids (ABIA) –Centro de Treinamento em DST/Aids da Secretaria de Saúde de SP –Fundação Oswaldo Cruz – BVS Doenças Infecciosas e Parasitárias –Prefeitura de São Paulo Destaque: parceria com a ABIA referência na produção técnico-científica e coleção de teses sobre o tema

12 1.000 publicações da ABIA 115 teses reunidas 131 cartazes com acesso online ao conteúdo

13 Áreas Temáticas BVS MS Em operação –DST/Aids –Vigilância em Saúde –Ciência e Tecnologia Em desenvolvimento –População Negra (SE/MS) –Atenção Básica (DAB/SAS/MS) –Humanização (HumanizaSUS/SE/MS) –Tráumato-Ortopedia (Into/SAS/MS) –Oncologia (Inca/SAS/MS)

14 Política de Controle Bibliográfico Projeto Específico da BVS SP Academia – FSP Serviços – Ministério da Saúde Foco prioritário na produção institucional do Sistema Único de Saude Capacidade de gestão da produção técnica das unidades e entidades vinculadas do MS Investimento na capacidade instalada das instituições para processar sua própria literatura a exemplo que que fazem as instituições acadêmicas

15 Política Editorial do MS –Efetivação do controle bibliográfico –Cumprimento das normas de Depósito Legal e gestão da Memória Técnica da instituição –Articulação e incentivo do trabalho em rede (unidades de documentação e informação) das instituições federais Tecnologias de Informação – Modelo BVS –Inserção dos registros dessas instituições numa base de dados comum e com operação descentralizada –Criação de uma metodologia comum de inserção e seleção dessas fontes de informação Política de Controle Bibliográfico Principais mecanismos

16 Mapeamento das instituições produtoras e de mecanismos atuais de gestão Criação de uma rede colaborativa –Participação das bibliotecas cooperantes da BVS e cooperantes do SUS (BiblioSUS) –Descrição bibliográfica integrada por meio do LILDBI web Implantação –Etapa 1- Esfera Federal: Criação da Rede de Bibliotecas Cooperantes do SUS –Etapa 2- Inserção das instâncias estaduais Política de Controle Bibliográfico Metodologia

17 Estação BVS Implantação em 10 Secretarias Estaduais –Núcleos Estaduais de Ciência e Tecnologia e Informação em Saúde e unidades de informação Processo gradativo de maior intercâmbio de informações na esfera federal e estadual Expansão do uso das fontes da BVS para as ações de Ciência e Tecnologia Ampliação da capacidade das secretarias no atendimento ao público e à própria equipe –Curso de acesso às fontes de informação realizado em 13,14 e 15/10

18 Plano Nacional do Livro e da Leitura Projeto de 2004, coordenado pela Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura Prioridade de Governo – Fome do Livro –Congregará todas as ações e projetos do Governo Federal na área do livro, leitura e bibliotecas –Vai coordenar as ações desenvolvidas pelos mais diferentes ministérios e executadas por estes e suas fundações e institutos –Propiciará maior sinergia entre os vários projetos e programas e, assim, otimizar os investimentos públicos na área

19 Principais Estratégias / Resultados –Regulamentação da Lei do Livro –Instituição da Política Nacional do Livro, Leitura e Bibliotecas –Elaboração do Plano Trienal da Leitura (2005/2007) e –Participação Brasileira no Ano Ibero-Americano da Leitura (2005) que contará com a presença do Senhor Presidente Luís Inácio Lula da Silva Brasília, 20/10 no Palácio do Planalto – Ministério da Saúde já confirmou sua presença (CGDI/SAA/SE) –Estação BVS –Desenvolvimento da BVS MS enquanto estratégia de INCLUSÃO SOCIAL / DIGITAL –Sistematização do envio de publicações paras as bibliotecas públicas Plano Nacional do Livro e da Leitura

20 Realização do Evento em Parceria com a Bireme Coordenação do Comitê Nacional e Local –Participação ativa das bibliotecas cooperantes da BVS Prospecção de parcerias –Ministério da Ciência e Tecnologia Incentivo à participação dos trabalhadores do SUS –Inscrição no evento –Submissão de trabalhos acadêmicos –Realização de Mostra Cultural sobre um tema específico da saúde brasileira (CCS/CGDI e Museu da Vida/Fiocruz) Realização do ICML 9

21 Renovação da BVS SP Brasil Articulado no âmbito da Secretaria Executiva CGDI/SAA/SE/MS – Em fase de discussão Prioridade para a estruturação da esfera federal do SUS Manutenção dos serviços existentes e articulação de novos projetos – Patrimônio Cultural da Saúde – Editora Eletrônica – Controle Bibliográfico (Academia e Serviços) – Integração das interfaces tecnológicas de legislação – Comunidades Virtuais

22 Ações do Ministério da Saúde Contribuições à LILACS = –Textos completos = mais de 500 Contribuições ao LIS = 318 Realização de Cursos –BVS SP Brasil: 5 cursos = 85 profissionais (Brasília, Rio de Janeiro) Participação em Eventos –Em todos os eventos realizados pelo MS a BVS MS se fez presente divulgando a BVS SP Brasil e a própria Bireme 22

23 Desenvolvimento de metodologias de domínio público Capacidade de gestão do SUS nos três níveis Comprometimento de recursos públicos Compartilhamento de responsabilidades Serviço de fomento e de acesso ao conhecimento Política Editorial – Conselho Editorial do MS Política Nacional de Informação e Informática para o SUS – DATASUS/SE/MS Áreas Técnicas e entidades vinculadas do MS Modelo BVS – Bireme/Opas Sustentabilidade Alicerces Desafios da Área

24 Obrigada Eliane Santos Gerente da Biblioteca Virtual do Ministério da Saúde / 3269 Fale com a BVS MS


Carregar ppt "Ministério da Saúde Secretaria Executiva / Subsecretaria de Assuntos Administrativos Coordenação-Geral de Documentação e Informação Biblioteca Virtual."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google