A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fortalecer a articulação no âmbito do SUS, buscando a universalização e a eqüidade do acesso à saúde da população indígena; Discutir as necessidades de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fortalecer a articulação no âmbito do SUS, buscando a universalização e a eqüidade do acesso à saúde da população indígena; Discutir as necessidades de."— Transcrição da apresentação:

1 Fortalecer a articulação no âmbito do SUS, buscando a universalização e a eqüidade do acesso à saúde da população indígena; Discutir as necessidades de reestruturação física e gestão do trabalho da Casa de Saúde Indígena, bem como aplicação dos recursos; Sensibilizar as instituições de ensino em saúde para a necessidade de formação e pesquisa que reconheça os povos indígenas como sujeitos na construção dos saberes; Sensibilizar gestores e trabalhadores do SUS, docentes e estudantes para humanização da atenção à saúde; Favorecer o diálogo dos movimentos sociais com universidade e com os serviços para identificar as necessidades e estratégias de atuação para a garantia do direito à saúde. Apresentação O direito à saúde da população indígena tem sido vivenciado de forma desigual no âmbito da política do Sistema Único de Saúde (SUS). Os indicadores de mortalidade infantil e desnutrição apresentam valores superiores aos da população brasileira. Outro fator, que coloca a população indígena em situação de extremo risco, é a descontinuidade das ações de saúde. Na Conferência Nacional de Proteção à Saúde do Índio, realizada em 1986, foram discutidas e encaminhadas propostas relacionadas à política de saúde para a população indígena, baseadas nos princípios e diretrizes fundamentais do SUS. Essa realidade nos convida a discutir a eqüidade e a integralidade dos serviços de saúde que atendem essa população. A 5ª Edição do Café com Idéias (parceria universidade-serviço-sociedade) propõe discutir o direito à saúde da população indígena, a proteção à vida, sobretudo respeitando suas tradições. Nessa edição utilizará o formato de Audiência Pública com os seguintes objetivos: Café com Idéias O Direito a Saúde e os Povos Indígenas

2 Público Participante Povos indígenas, professores, estudantes, gestores, trabalhadores, usuários do SUS, representantes dos conselhos de saúde, movimentos sociais e legisladores Informações e Inscrições: Faculdade de Enfermagem da UFG Coordenação de Graduação no período vespertino Rua 227, s/n, Qd. 68 Setor Leste Universitário Fone Programação 8:00 – Mística Abertura 8:30 - A roda da cultura e do direito à saúde. A fala dos/as indígenas - Como os/as indígenas têm vivenciado o direito a saúde; A fala da sociedade/instituições - Como pode contribuir para que esse direito seja garantido de forma equânime. Quais são as ações que poderão ser desenvolvidas no coletivo social/institucional? 12:00 – Até o próximo encontro! Realização ANEPS – GO (Articulação de Movimentos e Práticas de Educação e Saúde). Universidade Federal de Goiás - Faculdade de Enfermagem e Faculdade de Odontologia. Mandato Popular – Deputado Mauro Rubem presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa do Estado de Goiás. Apoio Ministério da Saúde (Com Logomarca) Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial - SEPPIR. SINDSAÚDE. IESE - Instituto de Estudos Sócio - Ambientais SIEG – Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Goiás. CAMBENAS - Coletivo de Estudantes Negros Beatriz Nascimento Superintendência da Escola de Saúde Pública Cândido Santiago- SES/Go Endereço: Rua 23 s/nº Bairro Santo Antônio, (antigo CENFORH, ao lado do Master Hall, BR-153, Trevo Sul - Entrada para o Parque das Laranjeiras) Goiânia – Goiás


Carregar ppt "Fortalecer a articulação no âmbito do SUS, buscando a universalização e a eqüidade do acesso à saúde da população indígena; Discutir as necessidades de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google