A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalho realizado por: Margarida Féria nº11 Leonor Furtado nº12 Teresa Monginho nº13 Miguel Guerra nº16 O Som EBI/JI da Malagueira (Trabalho no âmbito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalho realizado por: Margarida Féria nº11 Leonor Furtado nº12 Teresa Monginho nº13 Miguel Guerra nº16 O Som EBI/JI da Malagueira (Trabalho no âmbito."— Transcrição da apresentação:

1

2 Trabalho realizado por: Margarida Féria nº11 Leonor Furtado nº12 Teresa Monginho nº13 Miguel Guerra nº16 O Som EBI/JI da Malagueira (Trabalho no âmbito da disciplina de Ciências Físico Químicas) Prof. Maria João Charrua Dezembro de 2008

3 Índice: Os diferentes tipos de instrumentos musicais, o som produzido e as suas características; O que é o som; As aplicações do som; A audição dos Seres Vivos; Os fenómenos sonoros; A poluição Sonora.

4 Os diferentes tipos de instrumentos musicais, o som produzido e as suas características Um instrumento musical é um objecto, construído com o propósito de produzir música. Os vários tipos de instrumentos podem ser classificados de diversas formas, sendo uma das mais comuns, a divisão de acordo com a forma pela qual o som é produzido, sento assim podemos classificar os instrumentos por: O timbre do instrumento serve para distinguir os diferentes sons produzidos por cada um dos instrumentos, podemos concluir que cada instrumento tem um timbre diferente. O que é o Timbre do instrumento?

5 Instrumentos de corda Como é o caso da viola, as cordas tangidas vibram e produzem sons. Quando se coloca o dedo a meio da corda o comprimento da parte que vibra é menor e o som produzido é mais agudo.

6 Instrumentos de percussão Como é o caso do tambor, o couro que vibra depois de percutido pela batuta e produz sons.

7 Instrumentos de sopro Como a flauta, é a vibração de uma coluna de ar que produz o som. Destapando um dos orifícios, a coluna de ar diminui e o som torna- se mais agudo.

8 O que é o som As comoventes notas de uma sinfonia, o trabalhar de um motor, o barulho das folhas secas e o estrondo de uma lata que rebola são sons que nos provocam sensações muito diferentes. Uns sons são agradáveis, outros, pelo contrário, são enfadonhos e podem até tornar-se dolorosos, mas todos têm uma propriedade em comum: são sempre vibrações do ar.

9 Ao contrário das ondas electromagnéticas, que também se propagam no vácuo, as ondas sonoras propagam-se apenas num meio material. Concluímos então que as ondas sonoras são ondas mecânicas longitudinais. O som propaga-se mais rapidamente nos sólidos, depois nos líquidos e por fim nos gases. Nota: Curiosidade A expressão barreira do som nasceu da ideia (errada) de que a velocidade do som era o limite da velocidade de voo de um avião. Esta ideia mudou completamente quando o primeiro avião, pilotado por Chuck Yeagem em 1947, atingiu uma velocidade supersónica (acima da barreira do som).

10 As aplicações do som Através deste aparelho é possível ouvir os sons do nosso corpo, principalmente os sons cardíacos e dos pulmões. A ecografia é um aparelho de ultra-som que utiliza diversas frequências emitindo sons e captando o eco por estes feito convertendo-o em imagens em tempo real, do interior do nosso corpo, sendo por isso utilizado com grande frequência na medicina actual. Estetoscópio Ecografia

11 Sonar O Sonar (Som e Navegação Variável) emite ultra-sons. Estes ultra-sons quando embatem nos objectos provocam eco. Através conhecimento da rapidez do eco na água e do intervalo de tempo entre a emissão do ultra-som e da sua recepção permite saber a localização do objecto. A rádio é um meio de comunicação que emite através de um transmissor sinais eléctricos, que foram previamente convertidos de sinais sonoros. Visto que estes sinais eléctricos se propagam através de ondas electromagnéticas, são por isso um meio de comunicação para o espaço, porque se propaga no vácuo. Rádio

12 A audição dos Seres Vivos Os animais… Que possuem aparelho auditivo:Que não possuem aparelho auditivo: Ouvem tal como o Homem as ondas sonoras chegam até o aparelho auditivo, fazem o tímpano vibrar que, por sua vez, faz os três ossos da orelha (martelo, bigorna e estribo) vibrarem; as vibrações são passadas para a cóclea, onde se transformam impulsos eléctricos que são transmitidos ao cérebro pelo nervo auditivo. Os animais que não possuem aparelho auditivo, possuem adaptações no seu corpo que lhes permitem ouvir como é o caso das cobras aproveitam o facto dos sons se propagarem melhor nos sólidos do que no ar para detectar as vibrações provocadas no chão pelas presas em movimento.

13 Deficiência auditiva ou surdez é a incapacidade parcial ou total de audição. Pode ser de nascença ou causada posteriormente por doenças. Os seres humanos com deficiência auditiva A deficiência auditiva pode ser classificada como: Deficiência de transmissão: quando o problema se localiza no ouvido externo ou no ouvido médio; Deficiência mista: quando o problema se localiza no ouvido médio. Deficiência interna: quando se origina no ouvido interno e no nervo auditivo.

14 Os fenómenos sonoros A reflexão do som acontece, quando uma onda sonora encontra um obstáculo que não possa ser contornado, ela "bate e volta". A reflexão, por sua vez, determina novos fenómenos conhecidos como reverberação e eco. A reverberação é a subreposição dos sons directos e reflectidos em superfícies situadas a menos de 17 m da fonte emissora. Os sons aumentam ou diminuem de intensidade e ficam confusos. Reflexão Reverberação Eco O ouvido humano é capaz de perceber sons separados por intervalos de 0,1 segundo No ar, quando um som é emitido a partir de uma distância igual ou maior do que 17 m e encontra um obstáculo, ele será reflectido e percorrerá o mesmo caminho de volta. Quem estiver no lugar em que o som foi emitido ouvirá o mesmo som novamente.

15 A refracção do som caracteriza o desvio sofrido pela frente da onda quando ela passa de um meio para outro, cuja elasticidade (ou compressibilidade, para as ondas longitudinais) seja diferente. Refracção Acontece quando a frequência de uma onda é igual á de uma na área circundante. Ressonância Interferência Este fenómeno representa a sobreposição de duas ou mais ondas num mesmo ponto.

16 A difracção é a propriedade de contornar obstáculos. Ao encontrar obstáculos à sua frente, a onda sonora continua a progredir no meio em que se está a propagar e em redor de obstáculos envolvidos pelo mesmo meio. O som produzido por uma ambulância ou por um comboio quando se aproxima e depois se afasta do local onde te encontras é diferente: quando se aproxima é mais agudo e quando se afasta é mais grave. Efeito Doppler Difracção

17 Uma agressão à natureza… Uma agressão ao meio ambiente em que o homem vive... Poluição Sonora

18 Afinal o que é a poluição sonora? É a exposição permanente e prolongada a ruídos de elevada intensidade sonora. Consequências Pode causar, a longo prazo, surdez parcial ou total.

19 Grandes cidades, em certas indústrias, em recintos de espétáculos. …como os sons muito intensos produzidos em discotecas e outras salas de espectáculos sem condições acústicas adequadas. …como os ruídos insuportáveis de perfuradoras ou serras eléctricas que numerosos operários têm de suportar (apesar de protegerem os ouvidos) no desempenho das suas funções. …como o ruído intenso dos veículos motorizados. Diversos factores estão na base da poluição sonora…


Carregar ppt "Trabalho realizado por: Margarida Féria nº11 Leonor Furtado nº12 Teresa Monginho nº13 Miguel Guerra nº16 O Som EBI/JI da Malagueira (Trabalho no âmbito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google