A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Colégio de Nossa Senhora de Fátima Geografia 9º ano 2012-2013 Filipe Miguel Botelho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Colégio de Nossa Senhora de Fátima Geografia 9º ano 2012-2013 Filipe Miguel Botelho."— Transcrição da apresentação:

1 Colégio de Nossa Senhora de Fátima Geografia 9º ano Filipe Miguel Botelho

2 Os diferentes níveis de desenvolvimento

3 Crescimento Produto Nacional Bruto Produto Interno Bruto Desenvolvimento Bem-estar Qualidade de vida Crescimento: Corresponde ao aumento de produção/riqueza de um país e mede-se através de indicadores como o PIB, o PNB, o consumo e o poder de compra, etc. Desenvolvimento: Processo que confere qualidade de vida e bem-estar à população. Está relacionado com a capacidade de satisfação das necessidades da população.

4 Os diferentes níveis de desenvolvimento Qualidade de vida - Condições reais de vida de um indivíduo e que está relacionada com os bens materiais, como por exemplo o tipo de habitação em que reside, dos serviços de saúde disponíveis e do número de escolas. Bem-estar – Estado variável de pessoa para pessoa que constitui a diferença entre aquilo que se espera e aquilo que de facto se consegue e tem. Está mais relacionado com os bens imateriais, como o: O reconhecimento social; A realização pessoal; A integração num ou mais grupos; A segurança;

5 Os diferentes níveis de desenvolvimento O crescimento económico O crescimento económico depende de fatores como: O crescimento demográfico mão de obra e consumidores Estabilidade política e social Dinamismo das relações comerciais O domínio científico e tecnológico Que permitem o aumento da riqueza que é gerada por um país.

6 Os diferentes níveis de desenvolvimento Os indicadores económicos Para avaliar o crescimento económico de um país se utilizam um conjunto de indicadores entre os quais: Produto Nacional Bruto (PNB) – Soma dos valores do conjunto de bens e serviços produzidos pelos residentes nacionais de um país, não só no seu território, mas também no estrangeiro, num determinado período de tempo. Exclui o que é produzido no país por residentes estrangeiros. Produto Interno Bruto (PIB) – Soma dos valores do conjunto de bens e serviços produzidos num determinado país, pelos residentes nacionais e estrangeiros, num determinado período de tempo. Se esse valor for dividido pelo total de habitantes do país, obtém-se o PIB per capita.

7 Os diferentes níveis de desenvolvimento Os indicadores económicos Distribuição do PIB per capita a nível mundial:

8 Os diferentes níveis de desenvolvimento Os indicadores de desenvolvimento Para que exista desenvolvimento é necessário que: Exista crescimento económico; Se utilize a riqueza proveniente do crescimento económico para diminuir as desigualdades; Se satisfaçam as necessidades básicas e as necessidades secundárias; Necessidades básicas – São as que asseguram a sobrevivência do ser humano. Ex: alimentação, vestuário, habitação e saúde. Necessidades secundárias – São as que não sendo indispensáveis contribuem para o bem-estar dos indivíduos ex: automóveis, telemóveis, barcos, segurança, educação, etc Se assegurem iguais oportunidades e direitos para toda a população; Exista uma preocupação ambiental e com as gerações futuras (desenvolvimento sustentável);

9 Os diferentes níveis de desenvolvimento Os indicadores de desenvolvimento – O IDH Devido à dificuldade de quantificar o desenvolvimento de um país, a ONU criou um indicador de desenvolvimento a que deu o nome de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Este índice combina três indicadores de desenvolvimento: O PIB per capita que traduz o rendimento por habitante; As taxas de alfabetização e de escolaridade; A esperança média de vida à nascença; O IDH varia entre 0 e 1, sendo que quanto maior for o seu valor, maior será o nível de desenvolvimento de um país.

10 Os diferentes níveis de desenvolvimento Os indicadores de desenvolvimento – O IDH Tendo em conta o valor do IDH os países podem-se dividir em três níveis de desenvolvimento: Elevado – quando o IDH é superior a 0,8 Médio – quando o IDH varia entre 0,5 e 0,8 Baixo – quando o IDH é inferior a 0,5

11 Os diferentes níveis de desenvolvimento Os indicadores de desenvolvimento – O IDH Tendo em conta o valor do IDH os países podem-se dividir em três níveis de desenvolvimento: Elevado – quando o IDH é superior a 0,8 Médio – quando o IDH varia entre 0,5 e 0,8 Baixo – quando o IDH é inferior a 0,5

12 Os diferentes níveis de desenvolvimento O IDH em 2011

13 Os diferentes níveis de desenvolvimento O IDH em 2011

14 Os diferentes níveis de desenvolvimento As disparidades a nível mundial do IDH

15 Os diferentes níveis de desenvolvimento As disparidades a nível mundial do IDH

16 Os diferentes níveis de desenvolvimento Relação entre o PIB e o IDH Apesar do PIB estar relacionado com o IDH, a sua relação nem sempre é directa, pois nem sempre a um PIB elevado corresponde um IDH elevado, pois se se não canalizar o dinheiro para o fomento do bem-estar e da qualidade de vida, não há desenvolvimento.

17 Os diferentes níveis de desenvolvimento Relação entre o PIB e o IDH

18 Os diferentes níveis de desenvolvimento O Índice de Desenvolvimento Humano em Portugal Portugal ocupa, segundo o relatório do Desenvolvimento de 2011 a 41º posição, a mais baixa da Europa Ocidental. O Produto Interno Bruto (PIB) português medido em unidades de poder de compra situou-se, em 2011, em 80% da média europeia, sendo o terceiro mais baixo da zona euro. Portugal tem um dos valores mais baixos da União Europeia e é ultrapassado por alguns estados- membros que aderiram em 2004: Malta (83%), Chipre (99%).

19 Os diferentes níveis de desenvolvimento O Índice de Desenvolvimento Humano em Portugal Portugal ocupa, segundo o relatório do Desenvolvimento de 2011 a 41º posição, a mais baixa da Europa Ocidental.

20 Os diferentes níveis de desenvolvimento O Índice de Desenvolvimento Humano em Portugal

21 Os diferentes níveis de desenvolvimento O Índice de Desenvolvimento Humano em Portugal Portugal ocupa, segundo o relatório do Desenvolvimento de 2010 a 40º posição, a mais baixa da Europa Ocidental. As razões explicativas desta situação são: Baixo rendimentos per capita dos portugueses, em comparação com os restantes países da União Europeia – cerca de 20 mil dólares. Esperança de vida relativamente mais reduzida que os restantes países da União Europeia. Iliteracia funcional (48%) e taxa de analfabetismo (8%) bastante elevado em relação com os restantes países da União Europeia.


Carregar ppt "Colégio de Nossa Senhora de Fátima Geografia 9º ano 2012-2013 Filipe Miguel Botelho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google