A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministrante: Pr. Valdison B. Neves – typist: Alice Manzine LC 14 JANEIRO 21, 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministrante: Pr. Valdison B. Neves – typist: Alice Manzine LC 14 JANEIRO 21, 2012."— Transcrição da apresentação:

1 Ministrante: Pr. Valdison B. Neves – typist: Alice Manzine LC 14 JANEIRO 21, 2012

2 Conteúdo Introdução Uma posição especial Uma missão essencial Objetivo da lição I II Base bíblica: 2 Coríntios 5:20

3 A Bíblia chama cada crente em Jesus de embaixador em nome de Cristo. Mas antes de estudarmos mais profundamente quais as atribuições de um embaixador, é necessário que saibamos quem ele é. O dicionário define a palavra como ``aquele que pertence á categoria mais alta na representação diplomática de um país junto a outro´´ (Aurélio) Introdução

4 I.Uma posição especial Observemos, a seguir, os significados da palavra embaixador nas diversas vezes em que aparece na Antiguidade, no Antigo e no Novo Testamento. No mundo antigo a palavra que dáorigem ao termo embaixador trazia um significado importante: `mais velho´, no superlativo `o mais velho´. Eles entendiam que a sabedoria derivada da idade era considerda um requisito necessário. A preeminência que acompanhava a idade mais avançada levava não somente a uma função representativa no estrangeiro como também á função dentro da comunidade política de conselheiro. 1.Na versão grega do Antigo Testamento (a Septuaginta), a palavra embaixador vem da raiz presb, e tem duas áreas principais de significado: barbado, alguém que atingiu a maioridade legal; depois ancião, e tem o significado de `o mais velho wm anos´ (um exemplo é o sacerdote Eli – I Sm 2.22). A segunda área relevante no mundo antigo é que embaixador significava: negociador, embaixador, porta-voz, (Nm ; 22.5;Dt 2.26).

5 2.No Novo Testamento, aparece a palavra embaixada nas parábolas (Lc 14.32; 19.14), no sentido de uma delegação política, uma missão diplomática. 2Coríntios 5.20 expressa a natureza oficial da mensagem de reconciliação que o embaixador traz: ``somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio´´.Se a característica básica ou essencial de um embaixador, mediante o que vimos estudando no mundo antigo, é ser velho, como que os jovens de 17 a 25 ou 30 anos podem ser embaixadores em nome de Cristo? A resposta se encontra no personagem bíblico que Paulo chama de filho. Estamos falando de Timóteo. Este, sendo jovem, já tinha a grande responsabilidade de dirigir a igreja de Deus em Éfeso; de exercer liderança; e de trazer a mensagem de reconciliação, exortação e prevenção (1Tm – recomendamos a leitura deste texto!). O verso 12 mostra a simples solução para este grande problema: ``Ninguém o des- preze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza´´ (NVI).

6 Com estas palavras, Paulo dá as instruções necessárias e primordiais para que o jovem Timóteo sobressaia em sua posição importante de liderar o povo: ``Ninguém trate com desprezo a tua mocidade´´. J.N.D. Kelly comenta: ``Para contrabalançar a desvantagem da mocidade, Timóteo é convidado a tornar-se padrão dos fiéis´´. (l e 2Timóteo e Tito, introdução e comentário, p. 102). A palavra grega para padrão é typos, que significa: exemplo, modelo, protótipo, marca, imagem, molde. Para que os jovens se tornem padrão de todos os crentes é importante que notemos as cinco Na palavra – é exatamente o modo como o jovem fala que está em questão,e não as Escrituras (1Tm ``a exortação, ao ensino´´). Aqui é condenada a coversa corrupta, que não edifica. No procedimento – que significa estilo de vida, conduta, comportamento. Champlin diz: ``A maneira de viver ideal é conseguida quando nos tornamos mais parecidos com o Senhor Jesus, compartihando de Suas virtudes, com o amor, a pureza, a santidade e os vários aspectos do fruto do Espírito (GI ), o que é obtido através do desenvolvimento espiritual, mediante a orientação dada pelo Espírito de Deus´´.

7 No amor – ágape: amor; afeição; estima; a mais sublime virtude cristã; a caridade fraterna no pleno sentido cristão (1Co ). Na fé – podemos entender dois sentidos. O primeiro sentido é o objetivo: no sentido doutrinário, devo conhecer minha fé no Deus em que creio. O segundo sentido é o subjetivo: confiança que parte da alma. Crer em Deus (Jo.3.36; 5.24). Na pureza – aqui o sentido é abrangente, não somente a castidade em questões de sexo, como também a inocência e a integridade de goração. Pureza de mente e de atitude (2Co 6.6). Quando o jovem se torna modelo, exemplo em grande parte dos aspectos de sua vida, no interior e exterior, então poderá ser também considerado embaixador em nome de Cristo.

8 O mais velho No caso dos jovens 2 Tm 4:12 Ancião Porta-voz ID do Cristão A Escalada do Conceito de Embaixador Somos representantes do Senhor Jesus 1.Na Palavra Falar como Jesus 2. No Procedimento Comportar como Jesus 3. No Amor Relacionar-se como Jesus 4. Na Fé Confiar como Jesus 5. Na Pureza Pensar como Jesus

9 I.Uma missão essencial Agora que já descobrimos que ser embaixador em nome de Cristo é um privilégio dos jovens também, consideremos as suas principais tarefas, que são uma verdadeira missão. 1.Um embaixador é um construtor de pontes A missão essencial dos embaixadores em nome de Cristo é a construção de pontes do reino celestial para este mundo terrestre; o contexto de 2Coríntios 5.20 é o da reconciliação. Paulo, ap[ostolo, nos mostra o ministério de Cristo reconciliando o mundo a Deus; Cristo Se fez pecado para que a justiça de Deus fosse saciada (2Co 5.21); Jesus, na cruz, mostrou Seu imenso amor por nós (Jo 3.16) ``tornando-se obediente até á morte e morte de cruz´´ (Fp 2.8), e todo o sofrimento de Jesus na cruz do calvário foi para que nos reconciliássemos com Deus. Ser um embaixador é levar esta mensagem. `a mensagem da reconciliação´. Constriur pontes do reino celestial para este mundo se faz com a mensagem reconciliadora de Cristo, e é um privilégio que foi confiado a Deus embaixadores. Champlin nos diz: ``Em sentido espiritual, deve o embaixador levar cada homem a compreender sua necessidade da benevolência daquele que o enviou, e, portante, se reconciliar com ele. Portanto serão contados como inimigos enquanto essa reconciliação não for efetuada´´ (Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia, vol. 1, p. 349).

10 2.Um embaixador é um representante É dado ao embaixador a comissão de represen- tar aquele que o envia. Se somos embaixadores em nome de Cristo, nossa responsabilidade é de grande importância, pois estamos repre- sentando o ``Senhor dos Exércitos´´, e devemos refletir o nosso Soberano Senhor através de nossa conduta. Portanto, devemos tomar cuidado para que não lancemos luz adversa sobre o caráter Daquele que nos enviou – Deus (Ef ; 5.1-2; Fp 4.8-9). Paulo ensina claramente: ``Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envargonhar, que maneja bem a palavra da verdade´´ (2Tm 2.15). Compete ao embaixador manter os elevados padrões de conduta daquele que o tem enviado. O jovem embaixador cristão deve ser uma pessoa distinta, respeitosa, e deve permanecer desta forma.

11 3.Um embaixador é um conciliador O embaixador cristão deve ter a habilidade de conciliar, e não de causar contendas. Qualquer pessoa imbuída deste encargo deve possuir espírito diplomata. Deve ser habilidoso para levar aos homens a mensagem Daquele que o enviou. Não deve ser uma pessoa dura, insensível e ofensiva, atitudes que causam muito mais contendas do que conciliam. A Bíblia está repleta de textos neste sentido (1Co 7.15; 1Ts 5.13). ``Aparta-te do mal e pratica o que é bom; procura a paz e empenha-te por alcançá-la...se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens´´ (Sl 34.14; Rm 12.18). Como estão os seus relacionamentos inter- pessoais? Você está envolvido em intrigas? Ou está buscando conciliação? Faça uma pequena análise. Se você não está em paz com todas as pessoas, se há alguma mágoa no seu coração, procure imediatamente resolver esta situação. Lembre-se: um embaixador tem a habilidade daconciliação. Se você ainda tem dificuldades nesta área, peça a Deus, e Ele o ajudará.

12 4.Um embaixador é caracterizado pelo amor Amor, altruísmo (aquele que coloca o interesse de outro acima dos seus), paciência, devem ser marcas do embaixador, pois sofreremos afrontas, perseguição na pregação do evangelho e encontraremos muito inimigos espirituais. Portanto, devemos olhar para Jesus, aprender Dele amor, paciência, perseverança; e buscar no fruto do Espírito a condição ideal para viver (Gl ).

13 Quadro - Uma Missão Essencial Embaixador: Privilégios e Responsabilidades 4. AMOROSO Sua vida é de altruísmo, serviço e dedicação ao Reino de Deus 1. CONSTRUTOR de pontes. Apresenta a mensagem do Senhor que veio reconciliar o homem perdido 3. CONCILIADOR do Senhor E não uma pessoa que provoca escândalo. Vive com diplomacia para o Reino de Deus 2. Representante do Senhor Jesus Tudo o qu faz e diz é em nome de Jesus. É como se fosse o Senhor fazendo e falando

14 A nossa elevada posição de embaixador em nome de Cristo não deve ser motivo de vangloria pessoal (Gl 5.26), e nem de menosprezo para com o mundo perdido e condenado, mas devemos entender a sublime responsabilidade que pesa sobre nós: ser representante de Deus neste mundo é m grande privilégio e também uma imesa responsabilidade. Por fim, devemos nos alegrar, pois o Deus Criador dos céus e da terra, Todo-Poderoso, nos escolheu para este fim.Portanto, horemos nossa privilegiada posição com temor e tremor. ``Servi ao Senhor com temor e alegrai-vos nele com tremor´´(Sl 2.11). Conclusão

15 Ministrante: Pr. Valdison B. Neves – typist: Alice Manzine Discípulo, Um Discipulador


Carregar ppt "Ministrante: Pr. Valdison B. Neves – typist: Alice Manzine LC 14 JANEIRO 21, 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google