A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SIDA. A SINDROMA DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA é uma doença provocado por vírus, designados por HIV1 e HIV2 da família dos retro vírus. Uma vez instalado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SIDA. A SINDROMA DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA é uma doença provocado por vírus, designados por HIV1 e HIV2 da família dos retro vírus. Uma vez instalado."— Transcrição da apresentação:

1 SIDA

2 A SINDROMA DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA é uma doença provocado por vírus, designados por HIV1 e HIV2 da família dos retro vírus. Uma vez instalado esse vírus, para se desenvolver e reproduzir, invade e destrói certo tipo de células do sangue (os Linfócitos T 4), que são responsáveis pela defesa do nosso organismo contra Infecções e contra Tumores. O vírus encontra-se no sangue e também aparece nos exsudados e corrimentos vaginais na mulher e no esperma do homem.

3

4 Como se transmite? Primeiramente o vírus tem de ter acesso e entrar na corrente sanguínea do nosso corpo, pois quando no exterior, fora dos condições convenientes à sua vida, o vírus morre rapidamente, em poucos minutos. É IMPORTANTE REFERIR QUE QUALQUER PESSOA PODE SER INFECTADA SEM DAR POR ISSO, SEM O SABER. VIH a atacar um linfócito - Microscopia Electrónica de Varrimento.

5 Através do sangue e seus derivados Actualmente, a transmissão por transfusão de sangue ou de produtos derivados do sangue apresenta poucos riscos, uma vez que são feitos testes a todos os dadores. Injecções endo-venosas A forma mais perigosa de transmissão é através de uma seringa com sangue contaminado, já que o vírus entra directamente na corrente sanguínea. Mesmo que o produto a injectar seja estéril, se a agulha e seringa usadas na injecção estiverem infestadas, a doença também é transmitida.

6 Relações sexuais desprotegidas A transmissão por via sexual nas relações heterossexuais é mais comum do homem para a mulher, do que o contrário, porque o sémen é mais virulento do que os fluidos vaginais. O contágio pode ocorrer em todos os tipos de relação, seja vaginal, anal ou oral, já que as secreções vaginais ou esperma, mesmo que não entrem no organismo, podem facilmente contactar com pequenas feridas e cortes existentes na vagina, ânus, pénis e boca. As relações sexuais com mais riscos são as anais.

7 Gravidez A transmissão mais frequente é feita durante o período de gestação, em que o sangue da mãe vai circular no feto, através da placenta. Menos provável, ou menos frequente, é a contaminação durante o parto pelo sangue perdido, ou durante a amamentação. Em termos gerais, pode considerar-se que 20% dos filhos de mães infestadas vão ter SIDA e morrer a curto prazo. Alguns antes dos dois anos, outros vão ter várias doenças e complicações, arrastando uma vida penosa e infeliz até morrer, alguns anos mais tarde. EM TODOS OS PAÍSES NASCEM CRIANÇAS COM SIDA, FILHOS DE PAIS QUE, NÃO SABENDO QUE ERAM PORTADORES DA DOENÇA, CONDENARAM INEVITAVELMENTE SEUS FILHOS.

8 Como Não se contagia?. O VIH não se transmite pelo ar nem penetra no organismo através da pele, precisando de uma ferida ou de um corte para penetrar no organismo;. Limpar as lágrimas de alguém; · Através da pele ou beijo, nomeadamente através do abraço e aperto de mão; · Através da partilha de toalhas ou roupa; · Através das casas de banho ou piscinas; · Através dos talheres, pratos e outros utensílios de cozinha; · Através das picadas de mosquito.

9 Comportamentos de Risco Toxicodependentes que se injectam e partilham agulhas, seringas e outro material usado na preparação da droga para injecção. Pessoas que não praticam sexo seguro, isto é, que não usam preservativos e têm mais do que um parceiro sexual. Profissionais de saúde - acidentes com contacto com objectos cortantes contaminados (agulhas) ou com sangue, ou outros líquidos orgânicos, contaminados.

10

11 Prevenção Usar sempre preservativo nas relações sexuais, não partilhar agulhas, seringas, material usado na preparação de drogas injectáveis e objectos cortantes (agulhas de acupunctura, instrumentos para fazer tatuagens e piercings, de cabeleireiro, manicura). Além dos preservativos comuns, vendidos em farmácias e supermercados, existem outros, menos vulgares, que podem ser utilizados como protecção durante as mais diversas práticas sexuais. È também, preciso ter atenção à utilização de objectos, uma vez que, se estiverem em contacto com sémen, fluidos vaginais e sangue infectados, podem transmitir o vírus.

12

13 O QUE È GRAVE NESTA DOENÇA, E DEVE SER DO CONHECIMENTO GERAL, È QUE, DURANTE TODO ESSE PERÍODO EM QUE NÃO TEM DOENÇA CLÍNICA E MUITAS VEZES NÃO SABE SEQUER QUE È PORTADOR, ESSE INDÍVIDUO PODE INFECTAR TODOS AQUELES COM QUEM TIVER CONTACTOS SEXUAIS. Sarcoma de kaposi num paciente com SIDA- forma rara de cancro que se desenvolve em pacientes com HIV


Carregar ppt "SIDA. A SINDROMA DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA é uma doença provocado por vírus, designados por HIV1 e HIV2 da família dos retro vírus. Uma vez instalado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google