A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AIDS / DST. O que é a AIDS? A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é uma doença que surge após infecção pelo HIV. Na verdade, após a contaminação pelo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AIDS / DST. O que é a AIDS? A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é uma doença que surge após infecção pelo HIV. Na verdade, após a contaminação pelo."— Transcrição da apresentação:

1 AIDS / DST

2 O que é a AIDS? A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é uma doença que surge após infecção pelo HIV. Na verdade, após a contaminação pelo HIV, o indivíduo torna-se portador do vírus e pode passar vários anos sem manifestações.

3 Formas de Transmissão do HIV Sexual; Sanguínea (sangue e hemoderivados não testados e por usuários de drogas injetáveis); Perinatal (de mãe para filho durante gestação, parto ou aleitamento); Ocupacional (acidente de trabalho sofrido por profissionais de saúde com materiais pérfuro- cortantes contaminados com sangue de pacientes infectados pelo HIV).

4 Transmissão Sexual Principal forma de transmissão no mundo, sendo a mais freqüente a heterosexual sem uso de preservativo (OMS); Fatores que aumentam o risco de transmissão: alta viremia, imunodeficiência avançada, relação anal receptiva, relação sexual durante menstruação e presença de outras DST, principalmente ulcerativas.

5 Transmissão Sanguínea Aumento do risco de transmissão nesta forma pelo compartilhamento de seringas e agulhas por vários usuários.

6 Transmissão Perinatal Transmissão intrauterina pode ocorrer em qualquer fase da gestação, porém menos freqüento no primeiro trimestre; Durante o parto, pode ocorrer transmissão após rotura das menbranas, contato com sangue e secreções e transfusão do sangue materno para o feto pelas contrações uterinas;

7 Transmissão Ocupacional Fatores de risco neste tipo de contaminação: profundidade e extensão do ferimento, presença de sangue visível no instrumento que causou o acidente, agulha que tenha sido usada em procedimento envolvendo veia ou artériade portador e paciente fonte com imunodeficiência avançada.

8 Prevenção Uso de preservativo; Não compartilhar agulhas e seringas; Fazer pré-natal, para detecção precoce e prevenção de transmissão vertical; Uso de AZT durante a gestação, trabalho de parto e pelo récem-nascido, até a sexta semana de vida; Deve ser feito aleitamento artificial ou recorrer aos bancos de leite humano; Para profissionais de saúde, estar atento às normas de biossegurança.

9 Doenças Sexualmente Transmissíveis As Doenças Sexualmente Transmissíveis(DSTs) são todas as infecções transmitidas por meio de contato sexual, durante relação oral, vaginal ou anal sem proteção. Algumas infecções também passam da mãe para o filho, antes ou durante o parto. Os agentes infecciosos podem ser bactérias ou vírus. AIDS, Herpes e Hepatite B são causadas por vírus.

10 Doenças Sexualmente Transmissíveis Gonorréia - É uma doença causada por bactérias, facilmente curável com antibióticos. Se não tratada adequadamente poderá provocar complicações como: incapacidade de gerar filhos(esterilidade); no momento do parto, cegueira do bebê (oftalmia gonocóccica); inflamação dos orgãos reprodutores (testículos,tubas uterinas).

11 Doenças Sexualmente Transmissíveis Sífilis - É uma doença causada por bactérias,que ao ser diagnosticada a tempo é completamente curável com antibióticos. Se não tratada adequadamente poderá provocar complicações nos ossos, pele, coração e sistema nervoso, levar à paralisia, doença mental, cegueira e até a morte.

12 Doenças Sexualmente Transmissíveis Clamídia - É a infecção causada pela Chlamydia tracomatis. As uretrites são transmitidas pelo contato sexual e ocorrem tanto em homens quanto em mulheres. Herpes Genital - É a infecção provocada pelo vírus da herpes genital. Transmitida através da relação sexual, não tem tratamento definitivo, embora haja medicamentos que podem controlar a doença.

13 Doenças Sexualmente Transmissíveis HPV - É uma doença causada pelo papilomavírus humano. Facilmente tratável no início, pode precisar de cirurgia nos casos mais avançados. Esta infecção está fortemente associada ao câncer de colo uterino. A transmissão se dá através de relações sexuais e contato com a pele de portadores de verrugas causadas pelo HPV. A mãe pode passar a doença para o filho durante o parto normal.

14 Doenças Sexualmente Transmissíveis Hepatite B - Doença transmitida por meio de relação sexual e, também por contato com sangue ou secreções de pessoa contaminada.

15 Doenças Sexualmente Transmissíveis Prevenção - Estimular a população a buscar os Serviços de Saúde quando perceber sintomas como corrimento, verrugas, feridas nos órgãos genitais. Acredita-se que 12 milhões de novos casos de DST ao ano ocorram no País. Apenas 30% dos doentes procuram os Serviços de Saúde;

16 Prevenção - Os outros 70% optam pela automedicação com ajuda de um amigo ou de um farmacêutico, podendo mascarar doenças graves que evoluam para vários tipos de câncer ou outras complicações. Doenças Sexualmente Transmissíveis

17 Prevenção - Hoje, a maioria dos casos de DST ocorrem entre pessoas na faixa etária entre 13 e 45 anos de idade, e muitas dessas doenças transmitidas pelo sexo são a porta de entrada para o HIV. Em alguns casos, as DST podem aumentar em 18 vezes o risco de infecção pelo vírus da aids.

18 Doenças Sexualmente Transmissíveis Recomendações: Ir ao médico regularmente, expondo claramente os sintomas e realizando os exames solicitados. Caso haja infecção, seguir as recomendações médicas e avisar as pessoas com quem manteve relações sexuais. Se o exame de DST for positivo, os parceiros sexuais também devem ser avaliados e tratados.

19 Uso Correto do Preservativo Prevenção Camisinha Masculina: Verifique sempre a data de validade na embalagem e para guardá-la, prefira locais frios e secos. Deixá-la por muito tempo na carteira, por exemplo, pode danificá-la. 1 - Abra a embalagem com cuidado( nunca com os dentes para não furar a camisinha).Coloque a camisinha somente quando o pênis estiver ereto. 2 - Desenrole-a até a base do pênis, mas antes aperte a ponta para retirar o ar.

20 Uso Correto do Preservativo Prevenção Só use lubrificantes à base de água, evite vaselina e outros lubrificantes a base de óleo 3 - Após a ejaculação, retire-a com o pênis ainda duro, fechando com a mão a abertura para evitar que o esperma vaze da camisinha. 4 - Dê um nó e jogue-a no lixo. Nunca use a camisinha mais e uma vez.

21 Uso Correto do Preservativo Prevenção Camisinha Feminina: Verifique sempre a data de validade na embalagem e para guardá-la, prefira locais frios e secos. Para colocar a camisinha encontre uma posição confortável. Pode ser em pé com um pé em cima de uma cadeira; sentada com os joelhos afastados; agachada ou deitada. 1 - Segure a argola menor com o polegar e o indicador.

22 Uso Correto do Preservativo Prevenção 2 - Aperte a argola e introduza na vagina com o dedo indicador. 3 - Empurre-a com o dedo indicador 4 - A argola maior fica para fora da vagina, isso aumenta a proteção. Depois da relação, retire a camisinha torcendo a argola de fora para que o esperma não escorra e jogue-a no lixo. Nunca use a camisinha mais de uma vez.

23 PREVENÇÃO VOCÊ SÓ TEM A GANHAR !


Carregar ppt "AIDS / DST. O que é a AIDS? A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida é uma doença que surge após infecção pelo HIV. Na verdade, após a contaminação pelo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google