A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FÓRUM SPOAS 26 de Maio de 2011 Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Ministério do Meio Ambiente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FÓRUM SPOAS 26 de Maio de 2011 Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Ministério do Meio Ambiente."— Transcrição da apresentação:

1 FÓRUM SPOAS 26 de Maio de 2011 Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Ministério do Meio Ambiente

2 2 Projeto Chillers Protocolo de Montreal Objetivo: eliminar as Substâncias Destruidoras da Camada de Ozônio – SDOs. Mecanismo de Funcionamento: países desenvolvidos que historicamente tiveram maior consumo de SDOs apóiam financeiramente medidas para eliminar o consumo dessas substâncias nos países em desenvolvimento. Origem dos Recursos: Fundo Multilateral para Implementação do Protocolo de Montreal – FML, por meio do PNUD.

3 3 Plano Nacional de Eliminação dos CFCs - PNC Aprovado em 2002 com recurso de US$ 26,7 milhões Objetivo: eliminar o consumo remanescente de CFCs por meio de projetos de conversão industrial e gerenciar o seu passivo por meio de ações de recolhimento, reciclagem e regeneração. Resultado: eliminação do consumo de CFCs em 2010.

4 4 Projeto Resfriadores de Líquido (Chiller) Recursos remanescentes do PNC: Aprovação pelo ExCom do projeto de substituição ou retrofit de Chillers com CFCs em órgãos públicos federais localizadas no Distrito Federal; Orçamento: US$ 1,64 milhões para substituição de equipamentos; Número de equipamentos: pelo menos 3 chillers, conforme recurso; Coordenação: Ministério do Meio Ambiente; Execução: Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.

5 5 Ações previstas Consultor especialista em chillers para realizar diagnóstico em edificações públicas federais, com ou sem fins lucrativos; Identificação de Chillers com CFCs em funcionamento; Levantamento dos dados: marca, modelo, carga de CFCs, consumo energético, capacidade em TR, etc; Análise dos dados coletados para definição dos critérios de elegibilidade; Apresentação de proposta de execução técnica, contemplando os elementos necessários para o adequado funcionamento do Chiller; Acompanhamento da substituição ou retrofit do Chiller Elaboração de relatório e publicação dos resultados.

6 6 Apoio Esperado das SPOAs Apoio para identificação de Chillers com CFCs em funcionamento; Apoio ao trabalho do consultor, com indicação dos contatos necessários nas edificações públicas; Apoio para a definição dos critérios de elegibilidade; Apoio para as alterações necessárias da infraestrutura local (adaptações); Apoio para os reparos necessários aos elementos externos dos chillers, exemplos: fan coil, torre de esfriamento, etc.

7 7 Secretaria Projeto Piloto da Esplanada Sustentável Secretaria de Orçamento Federal (SOF) Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Força tarefa para realização de Diagnóstico Ambiental dos edifícios da Esplanada dos Ministérios

8 8 Objetivo: Etiquetagem de eficiência energética, segundo Programa de Etiquetagem de Eficiência Energética para Edifícios Públicos do Procel/Eletrobrás/MME. Objeto: 60% dos Edifícios Sede da Esplanada dos Ministérios – já iniciado no MME e MMA (retrofit realizado em 2009), em curso no MP. Equipe: Técnicos especializados do Ministério do Meio Ambiente (Analistas de Infraestrutura e Analistas Ambientais da Coordenação de Energia e Meio Ambiente)

9 9 Força tarefa para realização de Diagnóstico Ambiental dos edifícios da Esplanada dos Ministérios Diagnóstico Ambiental (Elaboração de questionários padrão): - Análise dos componentes da envoltória (piso, parede, teto). - Análise da adequação das proteções solares- análise de insolação. - Levantamento de lay-out - Levantamento do sistema de condicionamento de ar. - Levantamento do sistema de iluminação artificial. - Levantamento dos revestimentos e pinturas internos para aproveitamento da luz natural.

10 10 Força tarefa para realização de Diagnóstico Ambiental dos edifícios da Esplanada dos Ministérios Diagnóstico Ambiental (Relatório a partir dos levantamentos e análises realizados): - Definição de diretrizes para os componentes da envoltória visando a diminuição de carga térmica - Proposta de adequação das proteções solares - Projeto Padrão de lay-out interno - Projeto de retrofit do sistema de condicionamento de ar - Projeto de retrofit do sistema de iluminação artificial - Definição de diretrizes para os revestimentos e pinturas internos visando melhor aproveitamento da luz natural

11 11 Força tarefa para realização de Diagnóstico Ambiental dos edifícios da Esplanada dos Ministérios Etiquetagem / Requisitos Técnicos da Qualidade para o Nível de Eficiência Energética em Edifícios (RTQ-C): Trata especificamente dos itens avaliados como, - Envoltória, - Sistemas de Iluminação e - Sistemas de Condicionamento de Ar. Traz também as equações e os cálculos de eficiência energética destes itens em um edifício.

12 12 Força tarefa para realização de Diagnóstico Ambiental dos edifícios da Esplanada dos Ministérios CRONOGRAMA- Ano I Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6 Mês 7 Mês 8 Mês 9 Mês 10 Mês 11 Mês 12 Levanta mento ****** ***** Diretrizes da envoltória e revestime nto interno/ projeto padrao lay-out ***** Proj. Insolação ***** Proj. Retrofit- Ar ***** Proj. Retrofit- Iluminaçã o *****

13 13 Força tarefa para realização de Diagnóstico Ambiental dos edifícios da Esplanada dos Ministérios CRONOGRAMA- Ano II Mês 1 Mês 2 Mês 3 Mês 4 Mês 5 Mês 6 Mês 7 Mês 8 Mês 9 Mês 10 Mês 11 Mê s 12 Proj. Retrofit- Iluminação ***** Preenchime nto dos formularios e documento s para Etiquetage m ***** *** Submissão para Etiquetage m ***** ***


Carregar ppt "FÓRUM SPOAS 26 de Maio de 2011 Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental Ministério do Meio Ambiente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google