A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

No momento em que a pátria vive uma de suas maiores crises morais e éticas, com políticas econômicas e sociais totalmente equivocadas, jogando o povo brasileiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "No momento em que a pátria vive uma de suas maiores crises morais e éticas, com políticas econômicas e sociais totalmente equivocadas, jogando o povo brasileiro."— Transcrição da apresentação:

1 No momento em que a pátria vive uma de suas maiores crises morais e éticas, com políticas econômicas e sociais totalmente equivocadas, jogando o povo brasileiro na miséria e na desesperança, torna-se necessário divulgarmos para a população a grandiosidade que representa o projeto político da Ação Integralista Brasileira, O INTEGRALISTA ORGÃO DE DIVULGAÇÃO DA AÇÃO INTEGRALISTA BRASILEIRA o maior movimento nacionalista de massa da história brasileira. O sonho de união daqueles homens e mulheres nascido na década de 30 não pereceu e ressurge mais forte do que nunca quando vemos novamente os brasileiros em ação por todo país. Avante companheiros!!! Vamos novamente mostrar que o nacionalismo existe. HINO AVANTE (1932) Letra e música de PLÍNIO SALGADO Avante! Avante! Pelo Brasil toca a marchar Avante! Avante! Nosso Brasil vai despertar! Avante! Avante! Eis que desponta outro arrebol, Marchar, que é a primavera, Que a Pátria espera, É um novo Sol. Eia, avante brasileiro, Mocidade Varonil! Sob as bênçãos do Cruzeiro Viverás pelo Brasil Avante! Avante! Pelo Brasil toca a marchar Avante! Avante! Nosso Brasil vai despertar! Avante! Avante! Eis que desponta outro arrebol, Marchar, que é a Primavera, Que a Pátria espera, É um novo Sol! VISITEM O SITE Ao lado foto de Plínio Salgado, Advogado, jornalista e escritor fundador da Ação Integralista Brasileira, maior movimento nacionalista cristão da história do Brasil. Essa é a personalidade que devemos cultuar. 22/01/ /12/1975

2 Título: MULHERES, NEGROS, JUDEUS, JOVENS, ÍNDIOS E O INTEGRALISMO: Ao contrário do que a mídia comunista e liberal dominadora vêm mostrando há 50 anos, o Integralismo tem orgulho de vários fatos e precisa esclarecer isso à população. Primeiramente, a Ação Integralista Brasileira foi um movimento nacionalista criado pelo escritor e jornalista Plínio Salgado que teve uma aceitação avassaladora na sociedade brasileira. Em menos de 5 anos a AIB já contava com mais de membros no Brasil e possuía células que formavam núcleos e daí províncias em todo território brasileiro. Além disso, fatos que muito orgulham o integralista devem ser citados: Primeiro Movimento de massa no Brasil a ter mulheres como líderes: A adesão das mulheres foi gigantesca. Até então sufocadas de todas as formas pelas políticas da República Velha, as mulheres aderiram em massa ao integralismo. As primeiras líderes operárias, advindas da década de vinte como Sueli Libório e Clara Leite tornaram-se líderes de Núcleos Integralistas. Primeiro Movimento de massa no Brasil a ter líderes negros: Também os negros, excluídos da sociedade desde a Abolição da Escravatura, discriminados de todas as formas, sem conotações políticas, encontraram no integralismo uma espécie de amigo acolhedor. O líder da Revolta da Chibata, João Cândido, era amigo pessoal de Plínio Salgado e tornou-se lider de célula integralista, edificando o movimento negro organizado 40 anos antes de sua efetiva criação na sociedade brasileira. Primeiro Movimento de massa no Brasil a aceitar judeus como membros políticos: Até então os judeus sofriam perseguição doutrinária por suas convicções religiosas. Vários cidadãos de fé judaica aderiram ao integralismo, como a família Steinberg do RJ. Encontrando um canal de aceitação política, os judeus tornaram-se inclusive líderes de células. A coisa mais absurda é afirmar que a AIB era anti-judaica, pois a verdade é justamente o contrário. E os judeus perseguidos por todo tipo de ideologia, inclusive a comunista que perseguia burgueses na Europa e no Brasil, encontraram na AIB um grupo político combativo contra essa perseguição. E também o caráter ecumênico do integralismo beneficiou outras pessoas de diferentes credos que ajuntaram-se imediatamente ao movimento. Primeiro Movimento de massa a ter jovens como líderes: A adesão da juventude também foi maciça. Órfãos de ideologias políticas, perdidos sem rumo em termos de doutrinação educacional, os jovens encontraram no integralismo um porto seguro, entenderam que as propostas integralistas eram reais e não divagações perdidas no tempo e no espaço. Um jovem estudante de Direito, Miguel Reale, então com 24 anos, tornou-se o terceiro líder em importância no movimento, assombrando uma política que até então era feita com velhos caquéticos e homens de meia idade equivocados. Primeiro Movimento de massa no Brasil a exaltar a cultura indígena: Numa época em que ser moderno e intelectual significava seguir os modelos e costumes europeus, adorar a Belle Époque, os integralistas lançaram um grito rebelde contra essa opressão: ANAUÊ, a saudação tupi que bradou que nossa herança era in dígena. Muito antes de antropólogos ou culturalistas valorizarem o índio, o integralismo já buscava na cultura indígena a identidade do nosso país, no grito ANAUÊ, um grito de libertação contra os opressores dos povos latino-americanos. Além disso a AIB foi também precursora dos movimentos ecologistas no Brasil quando lançou a tese Vamos defender a Amazônia e seus recursos 40 anos antes dos primeiros movimentos ecológicos surgirem no Brasil. Primeiro Movimento de massa no Brasil a adotar políticas sociais de grande alcance: Ao invés de criticarem ou escreverem sobre a miséria e o desamparo do sofrido povo brasileiro os integralistas partiram para a ação. Em 5 anos mais de 120 ambulatórios e enfermarias, 12 centrais médicas, 28 postos de tratamento mais completos que hospitais, 50 locais de distribuição de alimentos foram erguidos pela AIB em todo Brasil, atendendo brasileiros de todas as classes, paulistas ou nordestinos, negros ou brancos, deficientes, sem um tostão furado de governo algum, apenas com idealismo e força de vontade. O programa social integralista foi tão colossal que levou Dom Helder Câmara a engajar-se nas fileiras da AIB e declarar em discurso de 1935: Esse programa social da AIB é o maior programa cristão de assistencialismo da história do Brasil. Por tudo isso a AIB deve ter orgulho de seu passado. Anos e Anos de mentiras não são suficientes para destruírem um ideal. À calúnia respondemos com determinação, à inverdade respondemos com fatos, à incompreensão respondemos com fé. A história se encarregou de mostrar que o Integralismo sempre foi atual e legítimo. A queda dos mitos liberais e esquerdistas serviu para corroborar essa idéia. Avante companheiros!!! Tenham orgulho do passado e esperança no futuro. Chega de comunismo, nazismo, liberalismo, capitalismo. Vamos abraçar apenas os dois caminhos que norteiam a nossa luta integralista: A fé inabalável na religião e a fé inabalável no patriotismo e na estrutura sólida da família. Lembre-mo-nos da máxima filosofal: A verdade quando dita se torna óbvia. Anauê!!! RESUMO DAS PRINCIPAIS PROPOSTAS INTEGRALISTAS: ÁREA DA ECONOMIA: Os Integralistas não são contra as empresas estrangeiras ou o capital internacional. Apenas acreditam que o Governo deve conceder linhas de crédito diferenciada para as empresas nacionais, exatamente como fazem os países de primeiro mundo. Além disso as sobretaxas de produtos estrangeiros acompanhariam as relações comerciais entre o Brasil e o outro país interessado, nada de mais, pois todos os países desenvolvidos fazem isso. No campo da tributação, os Integralistas são favoráveis ao imposto único e concentrado para todos os bens de produção e serviços, com cotas percentuais bem definidas e universais. Retomada imediata do Pró-alcool e do Pró-energia, com investimentos maciços do governo, o que levaria mais de 1 milhão de pessoas de volta para o campo. ÁREA DA SAÚDE: Os Integralistas se preocupam sobremaneira com a questão da Saúde. Em todos os Estados vamos criar nas capitais os chamados Hospitais de Base com toda infra-estrutura necessária. Em todas as cidades com mais de habitantes vamos criar os Hospitais Locais com infra-estrutura menor mas compatíveis com necessidades mais urgentes. Cada Prefeitura será responsável por encaminhar os doentes para esses hospitais quando necessário. A CPMF será mantida e destinada ao custeio desses Hospitais, que vão também centralizar os programas de saúde do Governo. ÁREA DA EDUCAÇÃO: Nesse tópico os Integralistas têm particular preocupação. A questão educacional será considerada Questão de Segurança Nacional. Todas as escolas e universidades, públicas ou privadas, vão seguir um currículo mínimo e ementas iguais para todos. Será mantido o Sistema de Avaliação Nacional do Ensino em todos os níveis. A hora cívica e o ensino ecumênico serão obrigatórios, bem como as aulas de Filosofia, Artes, Esportes e Cultura Nacional. Todo ano haverá a Olimpíada Nacional reunindo atletas estudantes em suas capitais e depois na capital federal. A pesquisa vai receber incentivo orçamentário maciço do governo. As bolsas de pós-graduação serão elevadas e o Crédito Educativo terá fomento especial do Governo. Atenção educacional especial para portadores de deficiência para que consigam incorporarem-se ao mercado de trabalho. ÁREA GOVERNAMENTAL: Nesse ponto os Integralistas afirmam que devemos criar o quarto poder da República: O poder Corporativo. Todos os sindicatos com mais de 1000 membros indicariam um número proporcional de representantes na Câmara Corporativa, localizada na capital, em número de 60%. Os outros 40% seriam eleitos pelo povo em votação comum. Essa Câmara seria responsável por toda Questão Trabalhista, desde Legislação até salários. O Congresso Nacional continuaria com suas atribuições exceto a área trabalhista. Também para o Congresso Nacional, os Integralistas defendem que membros da OAB, do MPU e da Magistratura deveriam ser eleitos pelo povo para ocuparem 20% das vagas no Congresso Nacional. Esse fato eliminaria por completo a corrupção salarial no governo e daria legitimidade à legislação trabalhista que seria feita pelos próprios trabalhadores. Além disso, os Integralistas acreditam que o Poder Judiciário deve ser mais forte e defendem que se criem as Leis Discricionárias, leis que não constam dos códigos, mas seriam avaliadas por Câmaras Magistrais existentes nas capitais, que avaliariam cada caso que não constasse claramente dos códigos. CÂMARA CORPORATIVA, A MAIOR PROPOSTA POLÍTICA DA HISTÓRIA REPUBLICANA BRASILEIRA. Podemos afirmar que o sistema de três poderes adotado pelo Brasil, baseado nas idéias do filósofo Montesquieu, Executivo, Legislativo e Judiciário já não mais representam as necessidades de um estado democrático. Por isso os Integralistas estão trazendo ao conhecimento uma proposta inovadora, ousada e revolucionária: a criação da Câmara Corporativa. Todos os sindicatos com mais de 1000 filiados elegeriam 2 representantes, mais 5 % da CC de representantes da OAB e mais 5% de representantes do poder Judiciário. À CC caberia a tarefa de aprovar ou não toda a Legislação Trabalhista aprovada pelo Congresso Nacional e seria exclusiva em fixar todos os parâmetros salariais do governo ou da iniciativa privada no país. Dessa forma as distorções salariais seriam resolvidas de maneira contratual, por quem mais entende do assunto, que são os próprios trabalhadores e patrões sindicalizados. Essa medida ao mesmo tempo em que reduzirá as distorções escandalosas de salários do país, vai fortalecer os sindicatos e sua representatividade e os órgãos de lei desse país. Por isso é a proposta mais ousada da história republicana do Brasil. ÁREA SOCIAL: Os Integralistas têm especial atenção para esse tópico. Entendem que o trabalho social e assistencialista é de responsabilidade de todos, primordialmente do governo. Todas as entidades organizadas da sociedade como igrejas, institutos privados, empresas, associações filantrópicas vão ser chamadas nesse esforço de melhoria de vida do brasileiro. Programas de planejamento familiar serão incentivados com orientação educacional. A família será considerada objetivo central do governo e terá uma legislação própria dentro do Código Civil. A Reforma Agrária também será considerada, juntamente com a educação, questão de Segurança Nacional e receberá investimento maciço do governo. A retomada de grandes programas nacionais como o Pró- álcool e o Pró-energia, bem como dos investimentos sociais do governo, vão ser os responsáveis imediatos pela redução do desemprego e da miséria no país. Programas de outras correntes políticas bem sucedidos como o Restaurante Popular e o Programa para AIDS serão mantidos e receberão novos incentivos. Contatos com caixa postal 866 CEP: Campinas / SP


Carregar ppt "No momento em que a pátria vive uma de suas maiores crises morais e éticas, com políticas econômicas e sociais totalmente equivocadas, jogando o povo brasileiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google