A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Segmentação III Paulo Sérgio Rodrigues PEL205. Proposal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Segmentação III Paulo Sérgio Rodrigues PEL205. Proposal."— Transcrição da apresentação:

1 Segmentação III Paulo Sérgio Rodrigues PEL205

2 Proposal

3 Proposta para o Cálculo de q (P. S. Rodrigues e G. Giraldi 2009) Do ponto de Vista de Teoria da Informação, Quanto menor a entropia máxima S q produzida por um valor de q Relacionado com o máximo teórico possível S max para um determinado Sistema físico, maior é a transferência de informação contida no sistema.

4 Proposta

5

6 Contribuições Se 0 < q < 1.0 o sistema é dito superextensivo Se q = 1.0 o sistema é dito extensivo (tradicional) Se q > 1.0 o sistema é dito sub-extensivo

7 Experimentos A Base de Dados de Berkley Características: public available ground truth human segmented; continuously updated; 1000 images from Corel data base.

8 Experimentos Medida de Segmentação

9 Experimentos Comparação das Metodologias BGS: Boltzmann-Gibbs-Shannon NEC: Non-Extensive com q constante NEA: Non-Extensive com q adaptativo

10 Resultados Simulação sob aumento crescente de ruído gaussiano

11 Resultados Simulação sob aumento de ruido gaussiano

12 Conclusões Principais Conclusões: É possível dizer que um valor de q automático pode aproximar a segmentação automática daquele feita por seres humanos. Mesmo que sempre seja possível calcular um valor ótimo para q manualmente, a escolha não é intuitiva. 74% da performance atribuido ao NEA proposal é uma indicação forte da não-extensividade de imagens Naturais da base de dados de Berkley

13 Segmentação de Otsu ideia

14 Segmentação de Otsu

15

16

17


Carregar ppt "Segmentação III Paulo Sérgio Rodrigues PEL205. Proposal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google