A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 3 – Estimativa do atrito em tubulações e a altura manométrica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 3 – Estimativa do atrito em tubulações e a altura manométrica."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 3 – Estimativa do atrito em tubulações e a altura manométrica

2 2 Diagrama para estimativa do fator de atrito

3 3

4 4 Cálculo da altura manométrica O sistema de escoamento de um fluido pode ser dividido nas seguintes partes: a) tubulação de sucção (tubulação entre o reservatório e a entrada da bomba); b) conjunto motor-bomba; c) tubulação de recalque (tubulação da saída da bomba até o ponto de descarga).

5 5 Cálculo da altura manométrica A altura manométrica (H) é a diferença entre a altura manométrica de descarga e a altura manométrica de sucção, determinadas por balanço de energia.

6 6 Cálculo da altura manométrica Balanço de energia na sucção: H Suc é a altura manométrica de sucção ou a energia por peso existente no ponto de sucção.

7 7 Cálculo da altura manométrica Balanço de energia no recalque: H Rec é a altura manométrica de recalque ou a energia por peso existente no ponto de recalque.

8 8 Cálculo da altura manométrica H = H Rec - H Suc H é a altura manométrica do sistema ou a energia por peso que a bomba tem de fornecer ao fluido para deslocá-lo no sistema.

9 9 Cálculo da altura manométrica A potência requerida na bomba é determinada pela altura manométrica do sistema.

10 10 Curvas características das bombas

11 11 Curvas características do sistema a - curva da bomba; b - curva do sistema novo; c - curva do sistema velho. Na prática:


Carregar ppt "Aula 3 – Estimativa do atrito em tubulações e a altura manométrica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google