A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Geoprocessamento Aplicado à Análise Ambiental: O Caso do Município de Volta Redonda - RJ André Quintão de Almeida Leandro Ribeiro Pires Marcus Vinícius.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Geoprocessamento Aplicado à Análise Ambiental: O Caso do Município de Volta Redonda - RJ André Quintão de Almeida Leandro Ribeiro Pires Marcus Vinícius."— Transcrição da apresentação:

1 Geoprocessamento Aplicado à Análise Ambiental: O Caso do Município de Volta Redonda - RJ André Quintão de Almeida Leandro Ribeiro Pires Marcus Vinícius Sossai Berger Prof. Dr. Alexandre Rosa dos Santos

2 1.0 - INTRODUÇÃO Município do Sul do Estado do Rio de Janeiro integrante da bacia do Médio Paraíba Ver imagem Município do Sul do Estado do Rio de Janeiro integrante da bacia do Médio Paraíba Ver imagemVer imagemVer imagem Áreas Problemáticas (Áreas de Riscos) e Áreas Vocacionais (Áreas Potenciais) Áreas Problemáticas (Áreas de Riscos) e Áreas Vocacionais (Áreas Potenciais)

3 Ação humana Expansão Urbana Degradação dos Recursos Naturais Pólo Industrial

4 Necessidade urgente de medidas de planejamento urbano Necessidade urgente de medidas de planejamento urbano Permitir a realização de investigações para análise de cada Situação Ambiental definida e dar subsídios a um P T Permitir a realização de investigações para análise de cada Situação Ambiental definida e dar subsídios a um P T Criação de Modelo Digital para embasamento do Cenário Prospectivo Criação de Modelo Digital para embasamento do Cenário Prospectivo Produtos da Análise Ambiental: Inventário Ambiental com 11 planos de Informação e quatro situações Ambientais Produtos da Análise Ambiental: Inventário Ambiental com 11 planos de Informação e quatro situações Ambientais

5 Este trabalho teve como objetivo analisar as condições ambientais básicas mais relevantes do Município de Volta Redonda. Este trabalho teve como objetivo analisar as condições ambientais básicas mais relevantes do Município de Volta Redonda.

6 2.0 MATERIAL E MÉTODOS Utilização do Sistema de Análise Geo- Ambiental/SAGA/UFRJ Utilização do Sistema de Análise Geo- Ambiental/SAGA/UFRJ Aquisição dos dados Aquisição dos dados Construção de Base de dados georreferenciada, com 11 planos temáticos Construção de Base de dados georreferenciada, com 11 planos temáticos Estrutura Matricial Raster Estrutura Matricial Raster Entrada de dados através de Scanner Entrada de dados através de Scanner Criação da base de dados digitais Criação da base de dados digitais

7 Criação do Inventário Ambiental (11 cartogramas): Criação do Inventário Ambiental (11 cartogramas): Dados Básicos (1973 e 1998) Proximidades (1973 e 1998) Cobertura Vegetal/ Uso do Solo(1973e1998) HipsometriaDeclividadeGeomorfologiaSolos Geologia (1983)

8 Algorítimo tipo média ponderada (Xavier-da-Silva & Carvalho Filho, 1993): Algorítimo tipo média ponderada (Xavier-da-Silva & Carvalho Filho, 1993): Onde: Aij = qualquer célula da matriz; P = peso atribuído de 0 a 1; k = 1; N = Nota de 0 a 10 à categoria encontrada na célula Classificação nas categorias: Altíssimo-Alto, Alto- médio, Médio, Médio-Baixo e Baixo-Baxíssimo Classificação nas categorias: Altíssimo-Alto, Alto- médio, Médio, Médio-Baixo e Baixo-Baxíssimo

9 Definição de Quatro Situações: Definição de Quatro Situações: Áreas de risco de enchente Áreas de risco de erosão Áreas potenciais para urbanização Áreas potenciais para pecuária

10 3.0 - RESULTADOS Levantamento das áreas de Riscos e Potenciais Ambientais do Município Levantamento das áreas de Riscos e Potenciais Ambientais do Município

11 3.1 Áreas de Riscos Geoambientais

12 Áreas de Riscos de Enchentes A) Parâmetros Influenciadores: Geomorfologia (peso 27%) Geomorfologia (peso 27%) Declividade (peso 25%) Declividade (peso 25%) Solos (peso 20%) Solos (peso 20%) Uso e Ocupação do solo/Cobertura Vegetal (1998) (peso 15%) Uso e Ocupação do solo/Cobertura Vegetal (1998) (peso 15%) Proximidades (peso 13%) Proximidades (peso 13%)

13 B) Análise Ambiental das Áreas de Riscos de Enchentes 5 classes 5 classes Altíssimo-Alto Risco (10-8) Altíssimo-Alto Risco (10-8) Baixada Baixada Alto-Médio Risco (7) Alto-Médio Risco (7) Convergência de drenagem Convergência de drenagem

14 B) Análise Ambiental das Áreas de Riscos de Enchentes Médio Risco (6-5) Médio Risco (6-5) Baixas/médias encostas Baixas/médias encostas Médio-Baixo Risco (4-3) Médio-Baixo Risco (4-3) Médias encostas Médias encostas Baixo-Baixíssimo Risco (2-0) Baixo-Baixíssimo Risco (2-0) Médias/altas encostas Médias/altas encostas

15 Áreas de Riscos de Erosão do Solo A) Parâmetros influenciadores: Geomorfologia (30%) Geomorfologia (30%) Solos (25%) Solos (25%) Declividade (20%) Declividade (20%) Uso e Ocupação do Solo/Cobertura Vegetal (1998) (15%) Uso e Ocupação do Solo/Cobertura Vegetal (1998) (15%) Proximidades (10%) Proximidades (10%)

16 B) Análise Ambiental das Áreas de Riscos de Erosão do Solo: Altíssimo-Alto Risco (10-8) Altíssimo-Alto Risco (10-8) Altas encostas Altas encostas Alto-Médio Risco (7) Alto-Médio Risco (7) Médias/altas encostas Médias/altas encostas

17 B) Análise Ambiental das Áreas de Riscos de Erosão do Solo: Médio Risco (6-5) Médio Risco (6-5) Médias encosta/alta encosta (próx. fragmento florestal) Médias encosta/alta encosta (próx. fragmento florestal) Médio-Baixo Risco (4-3) Médio-Baixo Risco (4-3) Sopé das encostas Sopé das encostas Baixo-Baixíssimo Risco (2-0) Baixo-Baixíssimo Risco (2-0) Baixos terrenos, declividade fraca Baixos terrenos, declividade fraca

18 3.2 - POTENCIAIS GEOAMBIENTAIS

19 Elevado potencial Disponibilidade de recursos ANTRÓPICOS

20 Potenciais para áreas de urbanização A) Cinco parâmetros influenciadores Geomorfologia Geomorfologia Declividade Declividade Solos Solos Uso e cobertura do solo/Cobertura vegetal Uso e cobertura do solo/Cobertura vegetal Proximidades Proximidades

21 Peso dos parâmetros ParâmetrosPeso Geomorfologia 26 % Declividade 24 % Solos 20 % Uso e cobertura do solo/Cobertura vegetal 15 % Proximidades

22 B) Análise ambiental das áreas de potenciais para a Expansão Urbana PotencialNota Altíssimo-alto Alto-médio07 Médio Médio-baixo Baixo-baixíssimo 2 - 0

23 Potenciais para Pecuária A) Seis parâmetros influenciadores Geomorfologia Geomorfologia Declividade Declividade Solos Solos Uso e cobertura do solo/Cobertura vegetal Uso e cobertura do solo/Cobertura vegetal Proximidades Proximidades Altitude Altitude

24 Peso dos parâmetros ParâmetrosPeso Geomorfologia 22 % Declividade 17 % Solos 21 % Uso e cobertura do solo/Cobertura vegetal 15 % ProximidadesAltitude 10 %

25 B) Análise ambiental das áreas de potenciais para Pecuária PotencialNota Altíssimo-alto Alto-médio07 Médio Médio-baixo Baixo-baixíssimo 2 - 0

26 4.0 - CONCLUSÕES O município apresenta Situações Ambientais caracterizadas por condicionantes naturais e antrópicas O município apresenta Situações Ambientais caracterizadas por condicionantes naturais e antrópicas Os fatores antrópicos induziram a proliferação intensa de áreas com instabilidades ambientais (Enchentes e Erosão do Solo) Os fatores antrópicos induziram a proliferação intensa de áreas com instabilidades ambientais (Enchentes e Erosão do Solo)

27 Os fatores naturais (morfologia, morfometria, Solo) induzem à presença de áreas potenciais antrópicas com aptidões para expansão urbana, industrial e pecuária Os fatores naturais (morfologia, morfometria, Solo) induzem à presença de áreas potenciais antrópicas com aptidões para expansão urbana, industrial e pecuária A utilização do uso do geoprocessamento e tecnologia SIG, com sua robustez, rapidez e baixo custo, pode auxiliar o Poder Público na tomada de decisão, contribuindo como apoio ao desenvolvimento de Planos de Gestão Ambiental A utilização do uso do geoprocessamento e tecnologia SIG, com sua robustez, rapidez e baixo custo, pode auxiliar o Poder Público na tomada de decisão, contribuindo como apoio ao desenvolvimento de Planos de Gestão Ambiental

28 As avaliações ambientais realizadas com o apoio do geoprocessamento mostraram a realidade ambiental do município, trazida pela magnitude das áreas de riscos e potencialidades ambientais mapeadas. As avaliações ambientais realizadas com o apoio do geoprocessamento mostraram a realidade ambiental do município, trazida pela magnitude das áreas de riscos e potencialidades ambientais mapeadas.

29 Bacia do Médio Paraíba

30 Localização do Município de Volta Redonda


Carregar ppt "Geoprocessamento Aplicado à Análise Ambiental: O Caso do Município de Volta Redonda - RJ André Quintão de Almeida Leandro Ribeiro Pires Marcus Vinícius."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google