A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério da Previdência Social PLANO DE AÇÕES PRIORITÁRIAS INSS Agosto de 2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério da Previdência Social PLANO DE AÇÕES PRIORITÁRIAS INSS Agosto de 2007."— Transcrição da apresentação:

1 Ministério da Previdência Social PLANO DE AÇÕES PRIORITÁRIAS INSS Agosto de 2007

2 O Plano de Ações Prioritárias, que será realizado em todo o País a partir do dia 6 de agosto, com previsão de término até o fim de 2007, é uma iniciativa para melhorar a gestão e o atendimento do INSS. O Plano tem três frentes: Desrepresamento de processos; Ação de esclarecimento aos segurados nas APS; Capacitação de servidores. Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS

3 Os objetivos do Plano são: Acabar com o estoque de processos (inicial, recursos e revisão) fora do prazo legal – acima de 45 dias; Melhorar o atendimento; Antecipar o agendamento; Garantir mais agilidade na concessão dos benefícios.

4 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS BenefíciosBRSPRJMeta Perícia 7 dias11 dias3 dias5 dias Agendamento 55 dias86 dias46 dias30 dias Estoque -9 meses12 meses0 Concessão de Aposentadoria 68 dias125 dias88 dias45 dias Tempo médio de espera

5 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS O Plano de Ações foi reforçado no eixo Rio/São Paulo porque foram consideradas especificidades locais, como: Fluxo de trabalho; Volume de processos represados; Tempo de espera do acervo; Demanda e concentração de novos requerimentos; Demanda de atendimento.

6 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS Especificidades do Eixo RJ/SP Volume de processos represados – 1/3 dos processos de concessão inicial está em São Paulo; Tempo de espera do acervo – o tempo de espera de solução dos processos no Rio varia entre 6 e 12 meses; Demanda de requerimentos – esses estados concentram 60% da demanda nacional de novos requerimentos.

7 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS Nos outros estados, o Plano de Ações prevê: Horas extras para analisar processos estocados; Capacitação em gestão e atendimento. As ações serão concentradas nos seguintes itens: Conclusão de processos de concessão de benefícios represados por mais de 45 dias; Antecipação do agendamento eletrônico com tempo de espera acima de 45 dias; Outros serviços que possam influenciar positivamente o atendimento.

8 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS O Plano de Ações Prioritárias vai focar os processos de concessão inicial para reduzir o tempo médio de concessão de aposentadorias. Hoje, a média nacional é de 68 dias; Em São Paulo, a média é de 125 dias; No Rio de Janeiro é de 88 dias.

9 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS Desrepresamento de Processos Desde abril, quando o INSS decidiu acabar com o estoque de 470 mil processos existentes no País, já houve um esforço dos servidores que resultou no desrepresamento de processos (24,8%). O Plano de Ações, portanto, vai trabalhar com um estoque de processos represados. Deste total, mais de 50% são do eixo Rio/SP (39%) de São Paulo e 39 mil (11%) do Rio.

10 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS Desrepresamento de Processos Em São Paulo a ação será realizada em 30 APS. O grupo de trabalho, formado por cerca de 160 servidores, inclusive do interior e de outros estados, trabalhará em 11 pólos: Gerência/SP Centro, Pinheiros e Jabaquara; Penha e Tatuapé; Brás Leme; Norte; São Bernardo do Campo, Campinas, Jundiaí e Ribeirão Preto.O grupo de trabalho, formado por cerca de 160 servidores, inclusive do interior e de outros estados, trabalhará em 11 pólos: Gerência/SP Centro, Pinheiros e Jabaquara; Penha e Tatuapé; Brás Leme; Norte; São Bernardo do Campo, Campinas, Jundiaí e Ribeirão Preto. No Rio de Janeiro, a ação será realizada em 6 APS. O grupo de trabalho, formado por 20 servidores do próprio estado e de Minas Gerais, trabalhará no Escritório da Gerência Regional II no Rio de Janeiro.O grupo de trabalho, formado por 20 servidores do próprio estado e de Minas Gerais, trabalhará no Escritório da Gerência Regional II no Rio de Janeiro.

11 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS Ação de esclarecimento aos segurados nas APS O INSS vai avaliar a necessidade de ampliação do horário de atendimento em 54 APS de SP e 37 do RJ (As agências poderão abrir das 6h00 às 18h00). Os objetivos são: 11 – Eliminar filas residuais formadas antes do horário de atendimento; 22 – Prestar serviços de orientação e informação aos cidadãos; 3 Central 135www.previdencia.gov.br3 – Divulgar canais remotos (Central 135 e internet –

12 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS Capacitação O Plano de Ações Prioritárias prevê a capacitação de servidores em todo o País por um grupo de l.025 instrutores habilitados. Os objetivos são: Capacitar os servidores para garantir maiorCapacitar os servidores para garantir maior segurança e resolução no atendimento; segurança e resolução no atendimento; Aumentar a produtividade e eficácia no desempenhoAumentar a produtividade e eficácia no desempenho das atividades; das atividades; Evitar que novos estoques de processos venham a se formar.Evitar que novos estoques de processos venham a se formar.

13 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS Capacitação Em São Paulo e no Rio de Janeiro um grupo de 125 instrutores capacitará servidores. Em São Paulo são 102 instrutores e servidores das 30 APS. Em São Paulo são 102 instrutores e servidores das 30 APS. No Rio, serão 23 instrutores e 381 servidores capacitados nas 6 APS do Rio. No Rio, serão 23 instrutores e 381 servidores capacitados nas 6 APS do Rio.

14 Ministério da Previdência Social Ações Prioritárias - INSS DESLOCAMENTO DE SERVIDORES O INSS abriu um processo de inscrições voluntárias para os servidores para trabalhar no eixo RJ/SP, priorizando o deslocamento dos que são de unidades onde não há processos represados ou onde a quantidade é mínima. Dos 956 servidores inscritos, 368 foram liberados pelas gerências regionais e 180 já nesses dois estados. A maior parte dos servidores cedidos é das regiões Nordeste e Sul, onde a demanda e o represamento são menores. Para compensar o remanejamento de parte do quadro, o Instituto autorizou, caso necessário, o pagamento de horas extras nas Agências da Previdência Social (APS) que cederem servidores


Carregar ppt "Ministério da Previdência Social PLANO DE AÇÕES PRIORITÁRIAS INSS Agosto de 2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google