A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Passa ou Repassa a Revanche Com Nívea Cordeiro e os alunos do 5o E - Direito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Passa ou Repassa a Revanche Com Nívea Cordeiro e os alunos do 5o E - Direito."— Transcrição da apresentação:

1 Passa ou Repassa a Revanche Com Nívea Cordeiro e os alunos do 5o E - Direito

2 REGRAS RESPONDE CERTO: 2 pontos RESPONDE ERRADO: - 4 pontos PASSA: Se acertar: 1 ponto Se errar: - 3 pontos REPASSA: Se acertar: 1 ponto Se errar: - 4 pontos

3 Questões

4 A Nuporanga Indústria e Comércio de Alimentos Ltda. atua no ramo de venda de produtos alimentícios e, pela natureza de sua atividade, deve cumprir várias obrigações tributárias, tais como prestar declarações ao fisco, emitir nota fiscal, recolher o imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias (ICMS) e, eventualmente, pagar penalidades pecuniárias. Considerando a situação hipotética acima e as normas atinentes à obrigação tributária, `marque a opção correta. A) A obrigação de empresas, como a Nuporanga, de pagar eventuais penalidades pecuniárias constitui obrigação tributária principal. B) A obrigação tributária acessória é dependente da obrigação tributária principal. C) Segundo o CTN, as obrigações tributárias, principal e acessória, decorrem da lei em sentido estrito. D) A obrigação da Nuporanga de recolher o ICMS constitui obrigação tributária acessória. Questão 01

5 A) A obrigação de empresas, como a Nuporanga, de pagar eventuais penalidades pecuniárias constitui obrigação tributária principal. Questão 01

6 Segundo o que dispõe o CTN, compete privativamente à autoridade administrativa constituir o crédito tributário pelo lançamento. A partir dessa informação, aponte a opção correta no que se refere ao lançamento e suas modalidades. A) A legislação aplicável ao lançamento será a vigente na data em que o mesmo for efetivado. B) No lançamento por declaração, o sujeito passivo deve verificar a ocorrência do fato gerador, calcular o montante do tributo devido e efetuar o pagamento, cabendo ao sujeito ativo apenas conferir a apuração e o pagamento já realizados. C) O imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) e a taxa de limpeza pública são tributos normalmente submetidos ao lançamento de ofício. D) A contribuição para o financiamento da seguridade social (COFINS) constitui tributo sujeito ao lançamento por declaração. Questão 02

7 C) O imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) e a taxa de limpeza pública são tributos normalmente submetidos ao lançamento de ofício. Questão 02

8 Wilson foi ao DETRAN, no dia 17/12/2007, para proceder à transferência da propriedade de seu veículo a Airton. Lá, foi informado de que a transferência dependia da quitação do IPVA daquele ano, e que ele deveria ir à Secretaria da Fazenda para providenciar o pagamento. Na Secretaria da Fazenda, relatou o fato e, após assinar o requerimento da segunda via do documento de arrecadação do imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA), recebeu a notificação para pagamento do respectivo imposto. A situação hipotética acima configura caso de lançamento tributário A) por declaração. B) por homologação. C) de ofício. D) por requerimento. Questão 03

9 C) de ofício. Questão 03

10 O taxista João recebeu do fisco estadual uma correspondência na qual lhe foi informado que, mesmo tendo ocorrido o fato gerador do IPVA, ele não precisaria pagar o tributo, uma vez que fora aprovada uma lei, pela respectiva assembléia legislativa, que excluía o crédito tributário dos taxistas, relativamente ao IPVA. Nessa situação hipotética, pode-se dizer que a citada lei estabeleceu uma A) remissão. B) transação. C) isenção. D) anistia. Questão 04

11 C) isenção. Questão 04

12 Suponha-se que determinada sociedade limitada, estando em débito com a fazenda pública estadual em razão do não recolhimento do imposto sobre operações referentes à circulação de mercadorias relativo aos dois últimos anos, promova o Parcelamento do valor devido. Nessa situação, o parcelamento: A) extingue o crédito tributário. B) suspende a exigibilidade do crédito tributário. C) concede remissão ao crédito tributário. D) exclui o crédito tributário. Questão 05

13 B) suspende a exigibilidade do crédito tributário. Questão 05

14 Considere-se que a União conceda anistia tributária abrangendo infrações cometidas por pessoas jurídicas domiciliadas em certa região brasileira, em razão de condições que lhes são peculiares. Nessa situação hipotética e de acordo com as normas atinentes ao crédito tributário, assinale a opção correta. A) A anistia abrange as infrações administrativas e as contravenções penais cometidas pelas pessoas jurídicas beneficiadas. B) Não se aplica a anistia às infrações cometidas anteriormente à vigência da lei. C) Não se aplica a anistia a atos praticados com simulação pelas pessoas jurídicas beneficiadas. D) A lei concessiva da anistia abrange, também, as infrações cometidas com dolo ou culpa pelas pessoas jurídicas beneficiadas. Questão 06

15 C) Não se aplica a anistia a atos praticados com simulação pelas pessoas jurídicas beneficiadas. Questão 06

16 Assinale a alternativa INCORRETA: A)o sujeito passivo da obrigação tributária principal é a pessoa obrigada ao pagamento de tributo ou penalidade pecuniária; B)contribuinte é aquele que tenha relação pessoal e direta com a situação que constitua o respectivo fato gerador; C)a responsabilidade tributária somente pode ser outorgada em lei, e em decorrência de infração de dispositivo normativo tributário que institui a obrigação principal, ou seja, a responsabilidade de terceiros sempre será em decorrência de infrações da legislação tributária; D) salvo disposição legal em contrário as convenções particulares que tratam sobre a responsabilidade pelo pagamento de tributos não podem ser opostas à Fazenda Pública. Questão 07

17 C)a responsabilidade tributária somente pode ser outorgada em lei, e em decorrência de infração de dispositivo normativo tributário que institui a obrigação principal, ou seja, a responsabilidade de terceiros sempre será em decorrência de infrações da legislação tributária; Questão 07

18 O CTN veda a divulgação, por parte da fazenda pública ou de seus servidores, de informação obtida em razão do ofício público sobre a situação econômica ou financeira do sujeito passivo ou de terceiros e sobre a natureza e o estado de seus negócios ou atividades. Constitui exceção ao dever de sigilo fiscal a A) permuta de informações entre a União e Estados estrangeiros no interesse da arrecadação e da fiscalização de tributos previstos em tratados, acordos ou convênios. B) permuta de informações entre quaisquer entidades do Poder Executivo federal, na forma estabelecida por lei ou convênio. C) requisição de autoridade administrativa ou judiciária, exclusivamente sobre litígios de natureza criminal. D) solicitação de autoridade administrativa no interesse da administração pública federal, em qualquer hipótese. Questão 08

19 A) permuta de informações entre a União e Estados estrangeiros no interesse da arrecadação e da fiscalização de tributos previstos em tratados, acordos ou convênios. Questão 08

20 Se determinado município conceder isenção a todas as indústrias localizadas nos limites de seu território, essa isenção tributária: A) constituirá hipótese de suspensão da exigibilidade de quaisquer créditos tributários relativos às indústrias. B) dispensará as indústrias do cumprimento das obrigações acessórias, como a emissão de notas fiscais. C) caracterizar-se-á como dispensa constitucional de tributo. D) não será extensiva às taxas, salvo disposição de lei em sentido contrário. Questão 09

21 D) não será extensiva às taxas, salvo disposição de lei em sentido contrário. Questão 09

22 Considere que a União institua uma lei visando definir o valor de serviços administrativos de órgão do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento quanto às fiscalizações de estabelecimentos que acondicionam carnes bovinas destinadas à exportação. Nessa hipótese, o valor a ser pago pelos contribuintes constitui A) taxa, por decorrer de regime jurídico tributário. B) tarifa, pelo caráter compulsório da cobrança. C) imposto, por decorrer da lei. D) contribuição, por corresponder a arrecadação de valores para atividade específica. Questão 10

23 A) taxa, por decorrer de regime jurídico tributário. Questão 10

24 Ainda que constituído, o crédito tributário pode ter sua exigibilidade suspensa, em razão de: A) consignação em pagamento, decisão judicial definitiva, anistia e remissão. B) moratória, liminar em mandado de segurança, consignação em pagamento e parcelamento. C) liminar em ação cautelar, depósito do montante integral do crédito, compensação e moratória. D) parcelamento, depósito do montante integral do crédito, reclamações e recursos administrativos previstos em lei e moratória. Questão 11

25 D) parcelamento, depósito do montante integral do crédito, reclamações e recursos administrativos previstos em lei e moratória. Questão 11

26 Determinado contribuinte teve contra si lavrado auto de infração, com aplicação de multa de 100% sobre o valor do imposto devido. Antes que a defesa apresentada na esfera administrativa fosse julgada, foi editada lei reduzindo a referida multa para 75% do valor do imposto devido. Considerando que o sujeito passivo efetivamente cometeu a infração que lhe foi imputada, a multa devida é de A) 100%, em face do princípio da anterioridade. B) 100%, em face do princípio da irretroatividade. C) 75%, em face do princípio da retroatividade benigna. D) 75%, em face do princípio da isonomia. Questão 12

27 C) 75%, em face do princípio da retroatividade benigna. Questão 12

28 Questão 13 O Código Tributário Nacional – CTN – estabelece que a natureza jurídica específica do tributo é determinada A) pela destinação legal do produto da sua arrecadação. B) pela denominação e demais características formais adotadas pela lei. C) pelo fato gerador da respectiva obrigação. D) pelo órgão fiscalizador.

29 Questão 13 (C) pelo fato gerador da respectiva obrigação.

30 Questão 14 Sobre os tributos previstos no Código Tributário Nacional – CTN – aponte a alternativa correta. (A) Imposto é o tributo cuja obrigação tem por fato gerador uma situação que depende de uma atividade estatal específica relativa ao contribuinte. (B) As taxas têm como fato gerador o exercício regular do poder de polícia, ou a utilização, efetiva ou potencial, de serviço público específico e divisível, e somente podem ser cobradas pela União. (C) Em razão do princípio da legalidade, é vedado ao Poder Executivo alterar as alíquotas ou as bases de cálculo do imposto sobre a importação. (D) As taxas não podem ter base de cálculo ou fato gerador idênticos aos que correspondam a imposto.

31 Questão 14 (D) As taxas não podem ter base de cálculo ou fato gerador idênticos aos que correspondam a imposto.

32 Questão 15 Aponte a alternativa incorreta acerca do Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI. (A) É um tributo seletivo, em função da essencialidade do produto. (B) Não incide sobre produtos industrializados destinados ao exterior. (C) O aumento de sua alíquota somente pode ser cobrado a partir do exercício financeiro seguinte ao da publicação da lei prevendo tal aumento, em atenção ao princípio da anterioridade. (D) É um tributo não-cumulativo, compensando-se o que for devido em cada operação com o montante cobrado nas anteriores.

33 Questão 15 (C) O aumento de sua alíquota somente pode ser cobrado a partir do exercício financeiro seguinte ao da publicação da lei prevendo tal aumento, em atenção ao princípio da anterioridade.

34 Questão 16 Compete aos Municípios instituir impostos sobre.... (A) propriedade predial e territorial urbana; transmissão inter vivos, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição; serviços de qualquer natureza, são compreendidos na competência dos Estados e do Distrito Federal, definidos em lei complementar. (B) operações de crédito, câmbio e seguro, ou relativas a títulos ou valores mobiliários; transmissão causa mortis e doação, de quaisquer bens ou direitos; serviços de qualquer natureza, não compreendidos na competência dos Estados e do Distrito Federal, definidos em lei complementar. (C) propriedade predial e territorial urbana; transmissão causa mortis e doação, de quaisquer bens ou direitos; serviços de qualquer natureza, não compreendidos na competência dos Estados e do Distrito Federal, definidos em lei complementar. (D) propriedade de veículos automotores; transmissão inter vivos, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição; prestações de serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação.

35 Questão 16 (A) propriedade predial e territorial urbana; transmissão inter vivos, a qualquer título, por ato oneroso, de bens imóveis, por natureza ou acessão física, e de direitos reais sobre imóveis, exceto os de garantia, bem como cessão de direitos a sua aquisição; serviços de qualquer natureza, são compreendidos na competência dos Estados e do Distrito Federal, definidos em lei complementar.

36 Questão 17 Das taxas relacionadas, não se enquadra nas disposições do artigo 78 do Código Tributário Nacional - CTN: (A) taxa de controle e fiscalização de produtos químicos. (B) taxa judiciária. (C) taxa de fiscalização de anúncios publicitários. (D) taxa de licença de funcionamento.

37 Questão 17 (B) taxa judiciária.

38 Questão 18 O Código Tributário Nacional contempla a figura do sujeito passivo indireto (responsável), assim entendido como.... (A) o sujeito passivo dos chamados tributos indiretos. (B) pessoa que, embora não se confunda com o contribuinte, foi alçado pela lei à condição de devedor da obrigação tributária. (C) aquele que embora não tenha qualquer relação com o fato gerador, foi designado pela lei como responsável pelo pagamento do tributo. (D) o responsável pelo cumprimento das obrigações acessórias.

39 Questão 18 (B) pessoa que, embora não se confunda com o contribuinte, foi alçado pela lei à condição de devedor da obrigação tributária.

40 Questão 19 Aos Estados se reconhece competência tributária para instituir: a) imposto sobre prestação de serviços de qualquer natureza, caso o Município se omita no exercício de sua competência. b) imposto prestação de serviços de transporte de carga, no âmbito intermunicipal e interestadual. c) contribuição de iluminação pública. d) contribuição previdenciária, cobrada de pessoas jurídicas estabelecidas em seu território, para o custeio do regime previdenciário dos servidores públicos estaduais.

41 Questão 19 c) contribuição de iluminação pública.

42 Questão 20 Quanto à competência tributária da União Federal, é CORRETA a seguinte afirmação: a) O imposto sobre grandes fortunas somente pode ser instituído após a celebração de tratado internacional que impeça a bi-tributação. b) Cabe à União instituir imposto sobre operações de câmbio. c) O imposto sobre a propriedade territorial rural pode ter a competência para sua instituição delegada aos Municípios que façam esta opção, na forma da lei, desde que não haja redução do imposto ou qualquer outra forma de renúncia fiscal. d) A União não pode instituir contribuição de melhoria, mas apenas as chamadas contribuições especiais (contribuições sociais, de intervenção no domínio econômico e de interesse de categorias profissionais ou econômicas, como instrumento de sua atuação nas respectivas áreas).

43 Questão 20 b) Cabe à União instituir imposto sobre operações de câmbio.

44 Questão 21 Nos termos da Constituição Federal, é CORRETO afirmar que: A - a taxa pela prestação de serviço público ao contribuinte somente pode ser exigida quando houver efetiva utilização de serviço público, específico e divisível. B - a taxa em razão do exercício do poder de polícia somente pode ser instituída pelo Município que possua guarda municipal. C - a base de cálculo da taxa não poderá ser própria de impostos. D - a taxa não se submete ao princípio da anterioridade nonagesimal, podendo ser cobrada antes de decorridosnoventa dias da data em que haja sido publicada a lei que a instituiu ou aumentou.

45 Questão 21 C - a base de cálculo da taxa não poderá ser própria de impostos.

46 Questão 22 Com relação à responsabilidade tributária, nos termos do CTN, é CORRETO afirmar: A - A pessoa jurídica resultante de fusão, não se tornará responsável pelos tributos devidos pelas pessoas jurídicas de direito privado fusionadas, caso tal circunstância esteja prevista em instrumento particular, registrado em Cartório. B - O espólio responde pelos tributos devidos pelo inventariante até a data da partilha. C - Os sócios, via de regra, respondem na proporção de sua participação pelas dívidas tributárias da sociedade, da qual fazem parte. D - O adquirente de bens imóveis é pessoalmente responsável pelos tributos relativos a impostos, cujo fato gerador seja a propriedade imobiliária, salvo quando conste do título a prova de sua quitação.

47 Questão 22 D - O adquirente de bens imóveis é pessoalmente responsável pelos tributos relativos a impostos, cujo fato gerador seja a propriedade imobiliária, salvo quando conste do título a prova de sua quitação.

48 Questão 23 Quanto ao princípio da igualdade é CORRETO afirmar: A - O princípio da igualdade exige que todos os contribuintes sejam tributados de forma igual, devendo-se aplicar uma única alíquota para todas as faixas de rendimentos. B - A tributação diferenciada em virtude do valor do faturamento, prevista na Lei Complementar n. 123/2006, que institui o Simples Nacional, fere o princípio da igualdade. C - A sistemática relativa às alíquotas progressivas, aplicada ao Imposto de Renda das Pessoas Físicas, fere o princípio da igualdade. D - A Constituição da República proíbe que sejam operadas distinções em razão da ocupação profissional ou função exercida.

49 Questão 23 D - A Constituição da República proíbe que sejam operadas distinções em razão da ocupação profissional ou função exercida.

50 Questão 24 Segundo a CF/88, estes impostos são de competência prevista adiante, EXCETO: A - sobre a exportação, para o exterior, de produtos nacionais ou nacionalizados – União; B - sobre grandes fortunas – União; C - sobre transmissão causa mortis – Estados; D - sobre transmissão inter vivos, por ato oneroso, a qualquer título, de bens imóveis – Estados; E - sobre a propriedade predial e territorial urbana – Municípios.

51 Questão 24 D - sobre transmissão inter vivos, por ato oneroso, a qualquer título, de bens imóveis – Estados;

52 Questão 25 Compete à União instituir impostos sobre: A - Circulação de mercadorias e serviços; B - Operações sobre vendas de combustíveis e lubrificantes C - importação de produtos estrangeiros; D - propriedade territorial urbana;

53 Questão 25 C - importação de produtos estrangeiros;

54 Questão 26 O não-exercício da competência tributária pela pessoa jurídica de Direito Público designada pela Constituição: A - transfere o exercício da competência à União, se houver inércia dos Estados ou Municípios; B - transfere o exercício da competência à União, se houver inércia por parte dos Estados; C - transfere o exercício da competência à União, se houver inércia por parte dos Estados; transfere o exercício da competência aos Estados, se houver inércia por parte dos Municípios; D - não concede o exercício de tributar à pessoa jurídica de Direito Público diversa daquela a que a Constituição tenha atribuído.

55 Questão 26 D - não concede o exercício de tributar à pessoa jurídica de Direito Público diversa daquela a que a Constituição tenha atribuído.

56 Questão 27 Um prédio de propriedade da Previdência Social não pode ser submetido à incidência do IPTU por força do princípio constitucional da: A - capacidade contributiva; B - isenção tributária; C - imunidade tributária recíproca; D - não diferenciação tributária; E - isonomia tributária.

57 Questão 27 C - imunidade tributária recíproca;

58 Questão 28 Os serviços públicos justificadores da cobrança de taxas consideram-se utilizados potencialmente pelo contribuinte: A - quando possam ser destacados em unidades autônomas de intervenção, de utilidade, ou de necessidades públicas; B - quando não suscetíveis de utilização, separadamente, por parte de cada um dos seus usuários; C - quando suscetíveis de utilização, separadamente, por parte de cada um dos seus usuários; D - quando sendo de utilização compulsória, sejam postos à sua disposição mediante atividade administrativa em efetivo funcionamento;

59 Questão 28 D - quando sendo de utilização compulsória, sejam postos à sua disposição mediante atividade administrativa em efetivo funcionamento;

60 Questão 29 As pessoas que tenham interesse comum na situação que constitua fato gerador da obrigação tributária principal: A - podem alegar o benefício da ordem; B - podem invocar o benefício da divisão pelos devedores; C - são solidariamente obrigadas; D - são obrigadas subsidiariamente; E - são todas obrigadas: uma como devedora principal e as outras subsidiariamente.

61 Questão 29 C - são solidariamente obrigadas;

62 Questão 30 Os serviços públicos justificadores da cobrança de taxas consideram-se divisíveis: a) quando possam ser destacados em unidades autônomas de intervenção, de utilidade, ou de necessidade pública; b) quando por ele usufruídas a qualquer título; c) quando suscetíveis de utilização, separadamente, por parte de cada um dos seus usuários; d) quando sendo de utilização compulsória, sejam postos à sua disposição mediante atividade administrativa em efetivo funcionamento;

63 Questão 30 c) quando suscetíveis de utilização, separadamente, por parte de cada um dos seus usuários;

64 Questão 31 Ao Distrito Federal compete instituir: A - os mesmos impostos reservados à União; B - os mesmos impostos reservados aos Estados e Municípios; C - os mesmos impostos reservados aos Estados; D - os mesmos impostos reservados aos Municípios.

65 Questão 31 C - os mesmos impostos reservados aos Estados;

66 Questão 32 Aponte a opção correta acerca do imposto sobre serviços de qualquer natureza (ISS). A O ISS, como fator de regulação da economia no setor de prestação de serviços, tem função eminentemente extrafiscal. B Os serviços públicos específicos e divisíveis prestados ao contribuinte não se sujeitam à incidência do ISS. C São contribuintes do ISS os prestadores de serviços de transporte municipal e intermunicipal. D Lei complementar federal fixa a alíquota máxima do ISS em 35% sobre o valor do serviço prestado.

67 Questão 32 B Os serviços públicos específicos e divisíveis prestados ao contribuinte não se sujeitam à incidência do ISS.

68 Questão 33 Quando o fato imponível (ou fato gerador) da obrigação tributária é um negócio jurídico sob a condição suspensiva, considera-se nascida a obrigação.... (A) desde o momento em que se verificar a condição. (B) desde o momento da celebração do negócio, salvo disposição de lei em contrário. (C) desde o momento da celebração do negócio, salvo disposição expressa avençada entre as partes negociantes. (D) desde o momento em que o Fisco tiver conhecimento da celebração do negócio.

69 Questão 33 (A) desde o momento em que se verificar a condição.

70 Questão 34 A taxa: A - tem por fato gerador uma situação independente de qualquer atividade estatal específica, relativa ao contribuinte; B - tem por fato gerador a prestação de serviço público divisível; C - pode ser calculada em função do capital das empresas; D - pode ter base de cálculo idêntica à do imposto.

71 Questão 34 A - tem por fato gerador uma situação independente de qualquer atividade estatal específica, relativa ao contribuinte;

72 Questão 35 A Constituição Federal estabelece que... A - compete exclusivamente à União legislar sobre direito Tributário. B - os Estados podem legislar sobre direito tributário, desde que autorizados pelo Senado Federal. C - compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre direito tributário. D - os Municípios não têm competência para legislar sobre direito tributário.

73 Questão 35 C - compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre direito tributário.


Carregar ppt "Passa ou Repassa a Revanche Com Nívea Cordeiro e os alunos do 5o E - Direito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google