A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AS CRIANÇAS DO AMANHÃ FICHER, Riane Aprendendo e Vivendo Estudante entrelaçado Interesses e Preocupações Bernadétte Beber Campestrini Jeane Cristina de.

Cópias: 1
Reconstruindo a Educação: Blocos Básicos Cap. 1 – Tomorrow`s Children Riane Eisler Fundamentos Cognitivos da Informação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AS CRIANÇAS DO AMANHÃ FICHER, Riane Aprendendo e Vivendo Estudante entrelaçado Interesses e Preocupações Bernadétte Beber Campestrini Jeane Cristina de."— Transcrição da apresentação:

1 AS CRIANÇAS DO AMANHÃ FICHER, Riane Aprendendo e Vivendo Estudante entrelaçado Interesses e Preocupações Bernadétte Beber Campestrini Jeane Cristina de Oliveira João Silveira José Antônio Leite Teixeira

2 Os bebês nascem curiosos em aprender e explorar tudo ao se redor. As crianças costumam fazer centenas de perguntas. Os adolescentes se esforçam para desenvolver suas próprias convicções sobre a vida.

3 Numa sociedade dominadora muitos destes pensamentos são suprimidos com o autoritarismo de conceitos e a obediência a ordens. Pessoas que defendem uma identidade independente sofrem perseguições triviais e destrutivas.

4 Os meios de comunicação de massa As escolas precisam ajudar os estudantes no desenvolvimento de formação de conceitos e pensamentos significativos e construtivos. CONTUDO a educação numa sociedade dominadora esteve, em grande parte, baseada numa moralidade coerção.

5 As escolas têm responsabilidade para prover, aos jovens, as informações e orientações necessárias para resistirem as mensagens prejudiciais transmitidas pela mídia.

6 Os meios de comunicação de massa Crianças são, extremamente, interessadas e fascinadas por televisão e internet.

7 Antes de chegarem ao jardim de infância terão passado mais tempo em frente da televisão do que passaram dormindo e, quando começarem a freqüentar a escola já terão recebido uma porção volumosa de educação através da tela da TV.

8 Os meios de comunicação de massa Na infância as crianças aprendem valores o que é bom ou ruim ou o que é castigado ou recompensa

9 Numa sociedade dominadora geralmente, a televisão mostra as mulheres como vítimas; os homens mais importantes que as mulheres; mulheres lançadas como más; nas caricaturas infantis as mulheres velhas, quase sempre em papéis de bruxas.

10 Os meios de comunicação de massa PESSOAS BRANCAS são mais importantes que as outras, sendo que, as pessoas de cor somam a maioria de sua população. HOMENS VIOLENTOS são como diversão. Crianças norte-americanas aprendem na TV que: Aprendem que estes comportamentos de TV são NORMAIS.

11 Os meios de comunicação de massa A maioria dos jogos em vídeo para crianças apresenta violência brutal e realística. As crianças, ao jogar estes jogos não estão assistindo um pouco de violência, efetivamente praticando violência e aprendendo a usá-la como um meio para resolver seus problemas MAS SIM

12 Os meios de comunicação de massa Até o final da ESCOLA PRIMÁRIA as crianças terão testemunhado, na tela da TV, uma média de 8000 assassinatos e outros atos de violência. Esta violência é representada por atores que representam papéis atraentes e heróicos.

13 Os meios de comunicação de massa EFEITOS da violência na mídia têm se projetado cada vez mais, bem como o AUMENTO DA INCIDÊNCIA DE VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS, como tiroteios e pequenos furtos realizados por crianças. A VIOLÊNCIA DA MÍDIA INFLUENCIA PROFUNDAMENTE, na formação de valores culturais, moldando uma sociedade autoritária ao invés de uma boa relação social.

14 Os meios de comunicação de massa A alfabetização de mídia pedagógica pode ter início no Jardim de Infância. Crianças demoram um tempo até conseguir distinguir a realidade da ficção Diversão com violência é enormemente perigosa. Os professores - abrir questionamentos / espaço com as crianças para mostrar a realidade e a ficção que assistem na TV. POR ISSO

15 Os meios de comunicação de massa Os adultos podem orientar as crianças a ver as imagens de outra forma. o que pensam do modo violento que o herói do espetáculo resolve seus problemas, e orientá-las para que imaginassem outros modos de resolver problemas onde ninguém é ferido. Poderiam perguntar para crianças

16 Os meios de comunicação de massa Abrir canais de comunicação para ajudar as crianças a entender que violência tem conseqüências terríveis e contrariar as mensagens da mídia que transmitem a violência divertida IMPORTANTE

17 Os meios de comunicação de massa Solicitar falas do que sabem sobre mulheres mais velhas Comparar o estereótipo das mulheres velhas estampadas nas caricaturas infantis (retratadas como bruxas) com seus avós. Exemplo Isto ajuda a criança perceber como a televisão não reflete toda a realidade e que eles precisam estar mais atentos e assistir mais criticamente.

18 As escolas têm responsabilidade em ajudar os estudantes a se dar conta de como as mensagens culturais podem ser prejudiciais sobre nossos corpos. Crianças precisam de informação e orientação para entender como seus corpos mudam e como funcionam. Nossos corpos

19 Quando amadurecemos, ficamos mais conscientes de nossos corpos e das muitas mudanças que acontecem, da infância a adolescência. Nossa cultura, nosso sistema escolar, oferece pouca ajuda nesta fase tão importante de transição. Mas...

20 Nossos corpos Os meios de comunicação de massa bombardeiam com mensagens comerciais, como devem ser nossos corpos. Embora algumas destas mensagens sejam úteis (como o dano causado por cigarros e alguns alimentos), muitos são extremamente prejudiciais

21 Nossos corpos Muitos modelos e atrizes atingiram estas formas deixando de se alimentar (ficando bulímico ou anoréxico) ou com procedimentos cirúrgicos. Alguns programas e revistas apresentam imagens irreais do corpo feminino, levando a maioria das mulheres a se sentirem insatisfeitas e envergonhadas de seu próprio corpo. Constantemente, os corpos de mulheres estão sendo usados como ferramentas para vender carros, refrigerantes e cerveja

22 Nossos corpos Os jovens precisam desenvolver uma autoconsciência para não cair na armadilha de ver nossos corpos como inferiores a outros e principalmente para nossas mentes e espíritos.

23 AMOR E RELAÇÕES As escolas podem reforçar atitudes saudáveis e respeitosas relacionadas ao amor para os ADOLESCENTES

24 A maioria das histórias de amor e canções populares geram um quadro distorcido do verdadeiro conceito de amor. UM GRANDE AMOR = FINAL TRÁGICO (Romeu e Julieta)

25 EDUCAÇÃO TRADICIONAL DOS MENINOS AMOR = Algo vazio, fútil apreciado somente pelas meninas; EXCLUSÃO DAS MENINAS DOS GRUPOS DE MENINOS ADOLESCENTES CARATER MACHISTA (PODER NAS MÃOS DOS HOMENS)

26 MENINAS - estimuladas por anúncios e mídias a se vestir de modo provocante; MENINOS - geralmente não sabem o que querem CONSEQUÊNCIAS: SENTIMENTOS DE AUTO CONFIANÇA E AMOR PRÓPRIO ABALADOS (MENINAS).

27 MANEIRAS DIFERENTES DE ENCARAR O AMOR: Repercussões negativas nas relações adultas; Contos de fadas e outros livros passividade da mulher em fantasias de salvamento.

28 ALERTA Os MEIOS DE COMUNICAÇÃO distorcem o AMOR (TUDO MUITO RÁPIDO). A ESCOLA DEVE MOSTRAR QUE A FALTA DE SENSIBILIDADE E CRUELDADE NÃO são sinônimos de masculinidade. Pode-se aprender a ter e a cumprir relações saudáveis.

29 SEXUALIDADE PESQUISA DO INSTITUTO KINSEY, USA 1990, TESTE DE ALFABETIZAÇÃO SEXUAL MENOS DE 50% RESPONDERAM CORRETAMENTE. UMA BOA EDUCAÇÃO DOS JOVENS SOBRE A SEXUALIDADE TRADUZ EM INFORMAÇÕES IMPORTANTES NAS DECISÕES SEXUAIS, ORIENTADAS E RESPONSÁVEIS.

30 FALTA DE CONHECIMENTO Traduz alta taxa de gravidez em adolescentes norte- americanas; Algumas adolescentes acreditam que uma menina não pode engravidar na sua primeira relação sexual; Outras acreditam que a gravidez só ocorre se a mulher atingir o orgasmo.

31 OS JOVENS PRECISAM SABER: RESISTIR AS PRESSÕES DE FAZER SEXO MUITO CEDO; PREVENIR-SE CONTRA AS DST; FAZER TESTES DE H.I.V. ANTES DE TER UM RELACIONAMENTO SEXUAL.

32 Estudo (1997) American Journal of Public Health: COMPARATIVO ENTRE ESTUDANTES DE ESCOLAS PÚBLICAS DE NOVA YORQUE E CHICAGO: Programas que disponibilizavam preservativos não aumentou a frequência de sexo entre os adolescente

33 SOCIEDADE MORALISTA (David Loye) Histórias bíblicas: Rei Salomão possuía um harém (nunca foi discriminado)

34 A QUESTÃO DA OPÇÃO SEXUAL: Como esta cultura deveria ser vista; As pessoas deveriam ser condenadas e difamadas porque elas não são heterossexuais ou esta diferença deveria ser aceita como uma escolha humana que merece respeito... Discriminação: gay \ sapatão (HUMILHAÇÃO)

35 LEGADOS DO PASSADO Os homens devem ter diversas relações sexuais e é visto como normal ele ficar contando vantagens. Meninas devem ser propriedade sexual exclusiva de apenas um homem. Na era de Cristo: homens com diversas mulheres. Hoje também em alguns países mulçumanos.

36 AFEGANISTÃO TALIBAN – proíbe mulheres de trabalhar fora de suas casas, de estudar, de ter qualquer independência. São totalmente controladas pelo HOMEM AS MULHERES não têm nenhuma assistência médica (pois não existem médicas). AS MULHERES não podem mostrar o corpo (nem o rosto);

37 ATUALMENTE O homem mata a mulher (crime de PAIXÃO); São Exaltados os homens que têm sexo com muitas mulheres.

38 A necessidade humana pelo amor, por uma relação carinhosa é uma necessidade espiritual universal. Nem homens e nem mulheres obtém o que eles precisam em relações dominadoras.

39 AUTO-REGULAÇÃO E PLANEJAMENTO DA VIDA Como lidamos com nossos impulsos? Eu prefiro o termo auto-regulação em vez de autodisciplina ou autocontrole porque as condições posteriores têm sido associado com medo e obediência para regras arbitrárias e ordens. (FICHER, Riane)

40 As crianças precisam entender que alguns comportamentos indesejáveis têm conseqüências. Se uma criança estiver batendo em outra criança, ela precisa de ajuda aprendendo modos mais efetivos de expressar sentimentos.

41 A visão é não fazer com que a criança sinta-se constrangida; é interromper o comportamento indesejável e mostrar para a criança que esta atitude não é aceitável.. O desenvolvimento destas habilidades e hábitos é importante para criar verdadeiramente um lugar democrático em de sociedade autoritária.

42 No lugar de dominar e controlar os outros, as crianças devem aprendem comportamentos que sejam apropriados para viver em sociedade, em um relacionamento íntimo e com os outros.

43 Exemplo: se as crianças são ensinadas que eles não deveriam bater em outras crianças mas são batidas pelo pai ou professor, ela é ensinada que a violência é aceitável podendo ser infringida por um superior a um inferior", e que elas só precisam crescer para isto. Não só a violência é modelada, mas também a supressão de empatia, a capacidade humana de ser empático como um componente fundamental de sensibilidade moral

44 As famílias e escolas, ensinam sobre controle externo e castigo em lugar de empatia e auto- regulação tendem: uma estrutura social que usa medo ou força para controlar os impulsos violentos. Uso da força física para conter uma criança até mesmo quando envolvida com drogas. INFELIZMENTE

45 Proposta: que a educação do século XXI se preocupe e tenha o cuidado de incluir a experiência de ensinar e aprender Acredito que deva estar em todos os currículos da educação: da escola pré-primária até concluir os estudos.

46 A educação de paz só pode ser alcançada, (Maria Montessori e outros) quando houver a preocupação e o cuidado forem assuntos integrantes desde a Educação Infantil Certamente a participação dos adultos é importante e deve ser freqüente. Assim esta instrução tem que começar muito mais cedo, não apenas na escola, Educação Infantil mas por processo de sociedade.

47 a educação da sociedade é equilibrada entre homens e mulheres, as atividades devem envolver competências para ambos, integradas ao currículo. as crianças podem ser a oportunidade para gerir a alegria como um modo de ajudar e adquirir hábitos e atitudes diferentes para suas as próprias vidas.

48 Esta integração na matriz educacional da escola pré-primária pode iniciar como algo simples como aprender sobre plantas e animais que hoje é oferecido para as crianças em algumas escolas primárias.

49 Gene Myers escreve em Crianças & Animais, a interação, esta é a raiz do eu, sentimento moral, e outros fenômenos mentais.

50 Myers, "implícito no senso de conexão as crianças sentem os animais. uma educação que integra a aprendizagem do eu, dos outros, e da natureza incluído no currículo principal será básico para a saúde emocional, física, e mental.

51 Os sistemas multidisciplinares de história biológica e cultural estão desenvolvendo em parceria entre o CPS e a Escola Secundária de New Seattle, Washington, um curso que não só inclui informação sobre as fases do desenvolvimento de criança mas também, uma escola pré-primária onde os estudantes mais velhos ajudam no cuidado das crianças. Centro para produção de Estudos da Sociedade (CPS)

52 O QUE FAZ: ensina os estudantes sobre aspectos essenciais de desenvolvimento biológico humano, CURSO INCLUSIVE: os caminhos neuronais do cérebro humano, depois do nascimento e, conseqüentemente, a qualidade do cuidado de uma criança. DURAÇÃO: um ano

53 Escolas e Universidades devem ajudar as pessoas jovens a aprender a usar olhares analíticos sobre a sociedade e entender com freqüência as mensagens culturais contraditórias existentes sobre o que é moral e ética. Isto nos permite fazer escolhas certas e conscientes que podem guiar as crianças por toda sua vida.

54 Nosso Planeta Vivo As escolas têm a responsabilidade de educar os alunos sobre a importância de respeitar o meio-ambiente

55 Alunos precisam perceber as interconexões ignoradas Crescentes problemas ambientais: –Chuva ácida –Buracos na camada de ozônio –Aquecimento global Relações entre a superpopulação Papéis de gênero (masculino/feminino)

56 Primeira geração a se preocupar com... Carregar no organismo pesticidas e hormônios

57 Primeira geração a se preocupar com... Assistir a extinção de milhares de espécies Ariranha Azul Felídeo Ibérico

58 Primeira geração a se preocupar com... Terrorismo em seu próprio habitat

59 Primeira geração a se preocupar com... Efeitos da guerra nuclear e biológica

60 Primeira geração a se preocupar com... Possibilidade de sua própria extinção

61 Respeito e cuidado com a vida Os alunos precisam aprender sobre as organizações que podem fazer parte a fim de proteger nosso planeta Terra

62 Organizações e Instituições Alliance for a Caring Environment The Sierra Club Conservation International Greenpeace The National Audubon Society The Rainforest Action Network The Earth Island Institute

63 Respeito e cuidado com a vida Educação Ambiental para todos currículos Motivar para Ciência e evolução do planeta Somos co-criadores da evolução planetária

64 Exemplos para crianças de escola primária Rainforest Action Network (São Francisco, EUA) –Proteção às florestas tropicais e direitos humanos dos povos indígenas que as habitam Vídeo de Sutshally (Media Education Foundation) –Mostra a relação final do mundo, consumismo e industrialização. Solução seria uma parceria ambientalista de economia consciente

65 Exemplos para crianças (séries mais avançadas) Our Stolen Future (Colbourn, Dumanoski e Myers) –Efeitos de poluentes e outras toxinas produzidas por processos industriais em gerações futuras Vídeo de Sutshally (Needleman e Landrigan) –Propõe medidas para acabar com os danos causados por toxinas ao meio-ambiente e à saúde

66 Interconexão: superpopulação e problemas ao meio-ambiente Extinção de várias espécies animais e vegetais na África Perda de terra arável e desertificação causada pela urbanização e cultivo em excesso

67 Redução do crescimento populacional é uma questão de gênero Liberdade reprodutiva para a mulher (dar uma opção de vida, que não só de criar filhos como meio sobrevivência e status) Acesso à educação, posse de propriedade e outros direitos básicos

68 Redução do crescimento populacional é uma questão de gênero Conexões sistêmicas entre superpopulação, violência, papéis sexuais dominadores e suas relações Population Pressure, Womens Role and Peace (UNFPA)

69 Exemplos para alunos em séries mais avançadas Devem examinar os valores que orientam nossas políticas sociais e econômicas: –Elas existem para o bem maior de nossa nação ou planeta? –São orientadas pelo ideal americano de igualdade? Essa discussão deve levar a um sistema econômico que reconheça e recompense o trabalho de mulheres de respeitar e cuidar

70 Exemplos para alunos em séries mais avançadas Escritos eco-feministas Reiveaving the world: The emergence of Eco feminism A beggines guide to housework (Utne Reader) Competition (Utne Reader)

71 Respeito e cuidado com a vida Aproxima às tradições indígenas e às primordiais tradições européias –Tinham a natureza como parte de seu senso sagrado e fortalecido de conexão espiritual ao planeta que os sustentam Ajuda os alunos a compreender a empatia: importante no desenvolvimento evolucionário (seleção de parentesco; altruísmo recíproco)

72 SEIS ÍTENS PARA A EDUCAÇÃO COM PARCERIA – REVISADOS Instrumentos Valores Estrutura Ciência Integração Inspiração

73 Instrumentos: Ensinar como usar os modelos de parceria e dominância como instrumentos analíticos Mostrar interação entre a ampliação de nossas escolhas pessoais e o desenvolvimento de uma parceria cultural e social com a organização Ensinar competências e literaturas de parcerias Criar um ambiente de aprendizagem democrático através do processo de parceria

74 Valores: Ensinar e modelar valores apropriados para a parceria Ensinar a apreciação pelo nosso habitat natural e o esplendor da evolução do nosso universo Mostrar as conexões entre a evolução cultural humana e o destino de nosso planeta e de todas as formas de vida dele, incluindo a nossa própria

75 Valores: Ensinar a responsabilidade pelo nosso papel na evolução cultural Auxiliar os alunos a compreender e superar o subtexto implícito de valorização dos papéis de gênero (masculino/feminino) Ensinar o valor da diversidade Ensinar os padrões dos direitos humanos e responsabilidades aplicáveis a todas as culturas

76 Estruturas: Auxiliar alunos a compreender configurações dos modelos de parceria e dominância Mostrar conexões entre diferentes âmagos de valores e estruturas sociais diferentes Traçar evolução cultural pré-história/presente quanto à tensão parceria/dominação Mostrar interconexão das esferas públicas e privadas de vida Construir escolas que modelem a estrutura de parceria

77 Ciência: Ciências Físicas: Ir além das leis fixas de Newton para a nova física de possibilidades e contingências Ciências Naturais: Compreender diversidade de comportamentos animais e a emergência de nossa espécie humana, com sua enorme flexibilidade e capacidade para a criatividade e cuidados Ciências Sociais: Compreender a relação de parceria de uma organização social e a realização de nossos potenciais humanos

78 Integração: Integrar educação multicultural em disciplinas tradicionais Balancear informações sobre as metades femininas e masculinas da humanidade através de todo o currículo Expandir a estrutura da educação a fim de incluir uma porção maior de nossa aventura humana na Terra

79 Inspiração: Estimular o questionamento Incentivar escolhas pessoais importantes Inspirar a participação ativa na construção de um futuro mais pacífico, igualitário e sustentável

80 Respeito e cuidado com a vida Assim ? Sim ! ou assistir... ao Fim. ou assistir... ao Fim

81 "Educai as crianças, para que não seja necessário punir os adultos." (Pitágoras)


Carregar ppt "AS CRIANÇAS DO AMANHÃ FICHER, Riane Aprendendo e Vivendo Estudante entrelaçado Interesses e Preocupações Bernadétte Beber Campestrini Jeane Cristina de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google