A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ERIK ERIKSON Dados biográficos: Erik Erikson nasceu na Alemanha, em 1902; morreu em 1990. Uniu-se ao grupo de Freud em 1927; Psiquiatra infantil, emigrou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ERIK ERIKSON Dados biográficos: Erik Erikson nasceu na Alemanha, em 1902; morreu em 1990. Uniu-se ao grupo de Freud em 1927; Psiquiatra infantil, emigrou."— Transcrição da apresentação:

1 ERIK ERIKSON Dados biográficos: Erik Erikson nasceu na Alemanha, em 1902; morreu em Uniu-se ao grupo de Freud em 1927; Psiquiatra infantil, emigrou para os EUA em 1933; Harvard: Psiquiatria e Desenvolvimento Humano.

2 Teoria: desenvolvimento ocorre em oito etapas; desenvolvimento ocorre em oito etapas; da solução de uma etapa dependerá o comportamento na etapa seguinte; da solução de uma etapa dependerá o comportamento na etapa seguinte; princípio epigenético: tudo o que cresce tem um plano básico e princípio epigenético: tudo o que cresce tem um plano básico e menos importância à sexualidade (Freud) traços psicossociais de conflito. menos importância à sexualidade (Freud) traços psicossociais de conflito.

3 Pressupostos básicos: desenvolvimento da personalidade: de acordo com etapas pré-determinadas raio social cada vez mais amplo e desenvolvimento da personalidade: de acordo com etapas pré-determinadas raio social cada vez mais amplo e sociedade tende a satisfazer e provocar essa sucessão de potencialidades. sociedade tende a satisfazer e provocar essa sucessão de potencialidades.

4 Etapas: 1. Oral-sensorial: confiança básica x desconfiança básica: sentimento de confiança (em si e nos outros): condição fundamental a uma personalidade sadia; tudo gira em torno da boca. Papel da mãe: acolher e alimentar; primeira modalidade de aprendizagem: obter; primeira dentição: Segunda modalidade de aprendizagem tomar e como a criança demonstra confiança: qualidade da alimentação, sono e evacuação. Indicador social: aceitação do afastamento materno.

5 2. Muscular-anal: autonomia x vergonha e duvida: inicia por volta dos meses: criança começa a lutar pela sua independência; inicia por volta dos meses: criança começa a lutar pela sua independência; energia voltada para auto-afirmação: entendimento e vontade próprios; energia voltada para auto-afirmação: entendimento e vontade próprios; centro das atividades: processos de eliminação centro das atividades: processos de eliminação aumento da coordenação motora; aumento da coordenação motora; período de teimosia e luta pela autonomia: dificuldade dos pais limites; período de teimosia e luta pela autonomia: dificuldade dos pais limites; desenvolvimento da dúvida e da vergonha; desenvolvimento da dúvida e da vergonha; sentimento de autonomia e sentimento de autonomia e pais e professores: proibir somente o que realmente importa e, ao fazê-lo, ser sempre claros, consistentes, firmes e autenticamente amorosos. pais e professores: proibir somente o que realmente importa e, ao fazê-lo, ser sempre claros, consistentes, firmes e autenticamente amorosos.

6 3. Locomotora-genital: iniciativa x culpa: criança manifesta grande imaginação: fantasia e realidade se confundem/diferenças sexuais; criança manifesta grande imaginação: fantasia e realidade se confundem/diferenças sexuais; seleção de metas e a perseveração em alcançá-las; seleção de metas e a perseveração em alcançá-las; treinamento dos diversos papéis: observa, imita e cria. Identifica-se com o genitor do mesmo sexo e treinamento dos diversos papéis: observa, imita e cria. Identifica-se com o genitor do mesmo sexo e culpa: em decorrência das fantasias edípicas culpa: em decorrência das fantasias edípicas

7 4. Latência: indústria x inferioridade: diminui a fantasia: envolvimento em tarefas reais. Apropriado para aprendizagens importantes como ler, escrever e calcular. Passa a produzir: torna-se um trabalhador; diminui a fantasia: envolvimento em tarefas reais. Apropriado para aprendizagens importantes como ler, escrever e calcular. Passa a produzir: torna-se um trabalhador; começo da experiência escolar e do sentido de indústria: precisa se ajustar ao mundo das ferramentas, integrar-se no sistema produtivo e começo da experiência escolar e do sentido de indústria: precisa se ajustar ao mundo das ferramentas, integrar-se no sistema produtivo e dificuldades: sentimento de inadequação e inferioridade e possibilidade de desenvolver uma obsessão pelo trabalho. dificuldades: sentimento de inadequação e inferioridade e possibilidade de desenvolver uma obsessão pelo trabalho.

8 5. Puberdade e adolescência: identidade x confusão de papéis: transformações fisiológicas importantes: reajustamento entre o ser e o parecer; transformações fisiológicas importantes: reajustamento entre o ser e o parecer; conquista da identidade; conquista da identidade; surgimento dos ídolos: modelos de identificação que se alternam, necessidade do grupo, Identidade grupal; surgimento dos ídolos: modelos de identificação que se alternam, necessidade do grupo, Identidade grupal; amor: tentativa de chegar a uma definição de identidade, protegendo-se da confusão a partir da projeção da própria imagem em outra pessoa e amor: tentativa de chegar a uma definição de identidade, protegendo-se da confusão a partir da projeção da própria imagem em outra pessoa e período entre a moral aprendida na infância e a ética desenvolvida pelo adulto. período entre a moral aprendida na infância e a ética desenvolvida pelo adulto.

9 6. Idade adulta jovem: intimidade x isolamento: condições de estabelecer intimidade com o outro e fundir sua identidade na identidade do companheiro e condições de estabelecer intimidade com o outro e fundir sua identidade na identidade do companheiro e dificuldades: medo de perder o próprio eu. Excesso de competitividade. dificuldades: medo de perder o próprio eu. Excesso de competitividade.

10 7. Idade adulta: generatividade x estagnação preocupação com cuidado dos filhos e educação: transmitir a eles o legado da cultura. preocupação com cuidado dos filhos e educação: transmitir a eles o legado da cultura. generatividade: preocupação relativa a firmar e guiar a nova geração. generatividade: preocupação relativa a firmar e guiar a nova geração.

11 8. Velhice: integridade do Ego x desesperança: integridade indivíduo revê experiências anteriores. Balanço da vida e aceitação. Sentimento de responsabilidade pelos próprios atos. Sabedoria e integridade indivíduo revê experiências anteriores. Balanço da vida e aceitação. Sentimento de responsabilidade pelos próprios atos. Sabedoria e dificuldades na integração dificuldades na integração

12 9. Velhice avançada: uma nova visão: passagem de uma perspectiva racional e materialista da vida para uma mais cósmica e transcendente satisfação e paz de espírito. Retraimento e reflexão. passagem de uma perspectiva racional e materialista da vida para uma mais cósmica e transcendente satisfação e paz de espírito. Retraimento e reflexão.


Carregar ppt "ERIK ERIKSON Dados biográficos: Erik Erikson nasceu na Alemanha, em 1902; morreu em 1990. Uniu-se ao grupo de Freud em 1927; Psiquiatra infantil, emigrou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google