A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Joésio D. Pierin Siqueira Vitória, ES Novembro 2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Joésio D. Pierin Siqueira Vitória, ES Novembro 2007."— Transcrição da apresentação:

1 IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Joésio D. Pierin Siqueira Vitória, ES Novembro 2007

2 DEFINIÇÕES FLORESTA: ÁREA MÍNIMA DE TERRENO DE 0,05 HECTARE COM COBERTURA DE COPA DE ÁRVORE DE MAIS DE 30%, COM ÁRVORES COM POTENCIAL DE ALTURA MÍNIMA DE 5 METROS NA MATURIDADE, IN SITU (MDL, 1997) DESENVOLV. SUSTENTÁVEL: SUPRIR AS NECESSIDADES DA GERAÇÃO PRESENTE SEM AFETAR A HABILIDADE DAS GERAÇÕES FUTURAS DE SUPRIR AS SUAS (RELATÓRIO DE BRUNDTLAND, 1987) DESENVOLV. SUSTENTADO: CICLO DE CRESCIMENTO ECONÔMICO REAL DO VALOR DA PRODUÇÃO (DESCONTADA A INFLAÇÃO) RELATIVAMENTE CONSTANTE E DURADOURO, ASSENTADO EM BASES CONSIDERADAS ESTÁVEIS E SEGURAS (KEYNES, 1936)

3 Fonte: FAO – Adaptado por STCP BENEFÍCIOS DAS FLORESTAS ÁREA FLORESTAL MUNDIAL (MILHÃO DE HECTARES) PLANTIOS REPRESENTAM 5% DO TOTAL

4 BENEFÍCIOS DAS FLORESTAS VALORES DIRETOS (BENS) MADEIRA PRODUTOS FLORESTAIS NÃO-MADEIREIROS RECREAÇÃO E TURISMO MEDICINA GENÉTICA EDUCAÇÃO HABITAT

5 BENEFÍCIOS DAS FLORESTAS VALORES INDIRETOS (SERVIÇOS) PROTEÇÃO DA BACIA HIDROGRÁFICA RECICLAGEM DE NUTRIENTES REDUÇÃO DA POLUIÇÃO DO AR FUNÇÕES CLIMÁTICAS FIXAÇÃO DE CARBONO BIODIVERSIDADE

6 Fonte: FAO – Adaptado por STCP VALORES DIRETOS (BENS) MADEIRA CONSUMO MUNDIAL DE MADEIRA CRESCIMENTO MÉDIO: 0,3% AO ANO

7 Fonte: FAO – Adaptado por STCP MADEIRA CONSUMO MUNDIAL DE MADEIRA INDUSTRIAL CRESCIMENTO MÉDIO Toras para PMR: 1,7% ao ano Toras para PMS: 0,6% ao ano VALORES DIRETOS DAS FLORESTAS VALORES DIRETOS (BENS)

8 MADEIRA PARTICIPAÇÃO DOS PRODUTOS FLORESTAIS MADEIREIROS NO COMÉRCIO INTERNACIONAL ( 2005) Fonte: WTO; FAO – Adaptado porSTCP * Inclui PMVA VALORES DIRETOS (BENS)

9 MADEIRA COMÉRCIO INTERNACIONAL DE PRODUTOS FLORESTAIS MADEIREIROS CRESCIMENTO MÉDIO: 6,6% AO ANO Fonte: FAO; ITTO - Adaptado por STCP VALORES DIRETOS (BENS)

10 MADEIRA PMVA ESTÁ GANHANDO IMPORTÂNCIA CRESCIMENTO MÉDIO: 8,7% AO ANO Fonte: ITTO - Adaptado por STCP VALORES DIRETOS (BENS)

11 PFNM (PRODUTOS FLORESTAIS NÃO- MADEIREIROS) PRODUTOS DERIVADOS DE FLORESTAS E QUE SÃO UTILIZADOS TANTO PARA SUBSISTÊNCIA COMO COMERCIALIZADOS GERALMENTE CONSUMIDOS A NÍVEL LOCAL VALOR POR HECTARE PODE SER MAIOR QUE O DA MADEIRA PFNMs COM CONSIDERÁVEL MERCADO INTERNACIONAL: RATAN, LÁTEX, ÓLEO DE DENDÊ, CÔCOS, BAUNILHA, CASTANHAS, TEMPEROS, GOMAS E PLANTAS ORNAMENTAIS EXTRAÇÃO SUSTENTÁVEL DE PFNM: CERCA DE USD 70/HA/ANO VALORES DIRETOS (BENS)

12 ECOTURISMO SEGMENTO DA ATIVIDADE TURÍSTICA QUE UTILIZA DE FORMA SUSTENTÁVEL O PATRIMÔNIO NATURAL E CULTURAL INCENTIVA A CONSERVAÇÃO DAS FLORESTAS, PROMOVENDO O BEM ESTAR DAS POPULAÇÕES ENVOLVIDAS CALCULO DO BENEFÍCIO DO ECOTURISMO: VALOR PAGO PELOS VISITANTES DIVIDIDO PELA ÁREA CONSERVADA VISITADA VALOR MÉDIO DE USD 20/HA/ANO (NÍVEL MUNDIAL) VALORES DIRETOS (BENS)

13 MEDICINA RETORNO POTENCIAL DE PLANTAS MEDICINAIS: FORTE ARGUMENTO PARA A IDENTIFICAÇÃO E PRESERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DAS FLORESTAS PLANTAS MEDICINAIS: CERCA DE 25% DOS REMÉDIOS UTILIZADOS EM PAÍSES DESENVOLVIDOS, E 75% DAQUELES UTILIZADOS EM PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO VALOR DE MERCADO DAS PLANTAS MEDICINAIS À NÍVEL MUNDIAL: USD 160 BILHÕES VALORES DIRETOS (BENS)

14 EDUCAÇÃO E PESQUISA ÁREAS PROTEGIDAS PODEM SER UTILIZADAS COM PROPÓSITOS DE PESQUISA E EDUCAÇÃO VALORAÇÃO DESTE BENEFÍCIO PODE SER FEITA ATRAVÉS DE DESPESAS COM PESQUISA REALIZADAS DENTRO DA ÁREA PROTEGIDA VALOR MÉDIO À NÍVEL MUNDIAL: USD 1/HA/ANO VALORES DIRETOS (BENS)

15 GENÉTICA VALOR DOS RECURSOS GENÉTICOS PARA A AGRICULTURA POSSIBILIDADE DE MELHORIAS DOS MATERIAS GENÉTICOS EXISTENTES E DA PRODUTIVIDADE SEGURO NATURAL VALORAÇÃO ATRAVÉS DO AUMENTO DA PRODUTIVIDADE ALCANÇADA ATRAVÉS DE MELHORIAS GENÉTICAS, MAIS O CUSTO EM COLETAR-SE E MANTER-SE POMARES USADOS NAS MELHORIAS USD 43 BILHÕES/ANO SOMENTE EM PAÍSES DESENVOLVIDOS VALORES DIRETOS (BENS)

16 PROTEÇÃO DA BACIA HIDROGRÁFICA OS IMPACTOS DA ALTERAÇÃO DA COBERTURA FLORESTAL EM LOCAIS ADJACENTES A RIOS INCLUEM EROSÃO DO SOLO, ALTERAÇÃO NOS FLUXOS DE ÁGUA, ESTIAGENS E ENCHENTES PRINCIPAIS ATIVIDADES AFETADAS: AGRICULTURA, PESCA, ARMAZENAMENTO DE ÁGUA, GERAÇÃO DE ELETRICIDADE VALORAÇÃO FEITO ATRAVÉS DO MÉTODO DE SUBSTITUIÇÃO: MÉDIA DE USD 21/HA/ANO VALORES INDIRETOS (SERVIÇOS)

17 RECICLAGEM DE NUTRIENTES USO INSUSTENTÁVEL DE MADEIRA E QUEIMADAS ANUAIS: REDUÇÃO DA FERTILIDADE DO SOLO, AUMENTO DA EVAPORAÇÃO, REDUÇÃO DA UMIDADE DO SOLO PLANTIOS FLORESTAIS: AUMENTO DA FERTILIDADE DO SOLO, DA PRODUÇÃO ANIMAL, ALÉM DO VALOR RESULTANTE DA PRODUÇÃO MADEIREIRA SUSTENTÁVEL VALOR MÉDIO: USD 4/HA/ANO VALORES INDIRETOS (SERVIÇOS)

18 FUNÇÕES CLIMÁTICAS PODEM SER VALORADAS EM TERMOS DOS EFEITOS SOBRE A PRODUÇÃO RESULTANTES DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS E ATMOSFÉRICAS ASSOCIADAS COM ALTERAÇÕES NO TAMANHO E COMPOSIÇÃO DAS FLORESTAS UMA DIMINUIÇÃO DA PRODUTIVIDADE DAS COLHEITAS EM ÁREAS ADJACENTES PODERIA SER AVALIADA EM TERMOS DOS CUSTOS ADICIONAIS COM FERTILIZANTES OU COM QUEBRA-VENTOS VALOR AINDA INDEFINIDO VALORES INDIRETOS (SERVIÇOS)

19 FIXAÇÃO DE CARBONO TODAS AS FLORESTAS ARMAZENAM CARBONO O DESMATAMENTO E AS QUEIMADAS LIBERAM CARBONO, CONTRIBUINDO COM AS EMISSÕES CERCA DE 25% DAS EMISSÕES MUNDIAIS SÃO DIRETAMENTE RELACIONADAS AO DESMATAMENTO ALTERAÇÃO DE USO DO SOLO DE FLORESTA PRIMÁRIA PARA AGRICULTURA: LIBERAÇÃO DE CERCA DE 200 TONELADAS DE CARBONO/HA VALOR ATUAL DO CRÉDITO DE CARBONO: USD 6/TON; FIXAÇÃO ANUAL DE CARBONO: 1 TON/HA/ANO (FLORESTA PRIMÁRIA) VALOR DO HECTARE DE FLORESTA PRESERVADA: USD 6/HA/ANO VALORES INDIRETOS (SERVIÇOS)

20 BIODIVERSIDADE BIODIVERSIDADE É O TERMO UTILIZADO PARA DESCREVER O NÚMERO, VARIEDADE E VARIABILIDADE DE ORGANISMOS VIVOS EM UM CERTO LOCAL DECLÍNIOS NA BIODIVERSIDADE INCLUEM TODAS AS ALTERAÇÕES QUE REDUZEM OU SIMPLIFICAM A HETEROGENEIDADE BIOLÓGICA, DESDE INDIVÍDUOS ATÉ REGIÕES PERDA DE BIODIVERSIDADE ESTIMADA PARA O SÉCULO XXI: ENTRE 20% E 50% DO TOTAL CENÁRIO PESSIMISTA PARA TAL RESULTADO: COLAPSO DE SISTEMAS ASSOCIADOS MÉDIA DE USD 30/HA/ANO VALORES INDIRETOS (SERVIÇOS)

21 CONCLUSÕES VALOR POTENCIAL DAS FLORESTAS MUNDIAIS* * Área Total de 3,87 bilhões de hectares

22 CONCLUSÕES PRINCIPAL MOTIVO QUE LEVA A DESTRUIÇÃO DAS FLORESTAS: PROCEDIMENTOS TRADICIONAIS DE AVALIAÇÃO ECONÔMICA NÃO INCORPORAM FATORES AMBIENTAIS E SOCIAIS ASSOCIADOS A DIFERENTES USOS DAS FLORESTAS

23 CONCLUSÕES BUSCA PELOS MELHORES MÉTODOS DE CONDUÇÃO DAS FLORESTAS ESCASSEZ CRESCENTE DE FLORESTAS PRIMÁRIAS MAIOR PERCEPÇÃO E COMPREENSÃO RELATIVAS ÀS IMPLICAÇÕES DE PRÁTICAS FLORESTAIS DESTRUTIVAS PERCEPÇÃO CRESCENTE DE QUE AS SIGNIFICATIVAS OPORTUNIDADES DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO BASEADAS EM ATIVIDADES FLORESTAIS NÃO DEVEM SER DESPERDIÇADAS

24 OBRIGADO !


Carregar ppt "IMPORTÂNCIA DAS FLORESTAS NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Joésio D. Pierin Siqueira Vitória, ES Novembro 2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google