A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Celulite Ft.Danielle Barcelos Cieckovicz Conhecer Para Poder Tratar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Celulite Ft.Danielle Barcelos Cieckovicz Conhecer Para Poder Tratar."— Transcrição da apresentação:

1 Celulite Ft.Danielle Barcelos Cieckovicz Conhecer Para Poder Tratar

2 Celulite Lipodistrofia Ginóide - LDG (Borges-2006) (Guirro&Guirro-2002) Fibro Edema Gelóide - FEG

3 HISTÓRICO O termo Celulite surgiu em 1920, na França, quando de Alquier e Paviot observaram e descreveram esta doença como uma distrofia celular, de complexo não inflamatório, do tecido mesenquimal causada por uma desordem no metabolismo da água, que produziu saturação dos tecidos adjacentes por líquidos (Kede ; Sabatovich, 2004) intersticiais. Acreditava-se que a distrofia era uma reação a estímulo traumático, tópico, infeccioso ou glanular.

4 CONCEITO ATUAL A Lipodistorfia Ginóide é uma infiltração edematosa do tecido conjuntivo subcutâneo, não inflamatório, seguida de polimerização da substância fundamental que, infiltrando-se nas tramas, produz uma reação fibrótica consecutiva. (Borges, 2006 )

5 Localização da LDG Tecido Conjuntivo da DERME ( 3mm)

6 Localização da LDG Tecido Conjuntivo da DERME ( 3mm) Epiderme Derme Camada areolar Camada lamelar Hipoderme Fibra muscular Tecido ósseo (Rossi; Vergnanim, 2000)

7 Fisiopatologia da LDG Derme –Tecido Conjuntivo Matriz intersticial Fonte: Borges,2006

8 Fisiopatologia da LDG Ocorre polimerização dos mucopolissacarídeos e dos proteoglicanos: ácido hialurônico e condroilsulfato. O líquido intersticial torna-se GEL Matriz intersticial Capilar Linfático Arteríola Vênula Células Derme –Tecido Conjuntivo Matriz intersticial Ação do ESTROGÊNIO

9 Consequências Edema: O líquido intersticial geleificado comprime a circulação linfática dificultando a escoagem. Déficit Circulatório: Ocorre compressão das arteríolas dificultando a difusão de O2 e de nutrientes do vaso para as células, assim como o retorno dos exudatos. Lipogênese e hipertrofia do adipócito: Devido a dificuldade de trocas metabólicas o adipócito acumula reservas no seu interior e aumenta a resistência de sua membrana (encarcerando as reservas) tornando-se um micronódulo. Acúmulo de líquido: A matriz intersticial geleificada, com acúmulo de exudatos aumenta a pressão oncótica e retém mais líquido no seu interior. Proliferação desordenada de fibras de elastina: Ocorre um agrupamento dos micronódulos tornando-os macronódulos adipocitários. PrimeiraSegundaTerceiraQuartaQuinta (Kede ; Sabatovich, 2004)

10 Consequências Histológicas

11 Consequências Estéticas

12 Etiologia da L D G Multifatorial Coadjuvantes Predisponente Desencadeante Herança Hiperestrogenismo Endógenos Exógenos

13 Coadjuvantes Endógenos Genético Metabólico Enzimático Hormonal

14 Exógenos Alimentação inadequada Sedentarismo Patologias agregadasUso de medicamentos Psicológicos Externos Compressivos Internos

15 Classificação da L D G Tipo: Dura Flácida

16 Classificação da L D G Grau II Presença do aspecto em "casca de laranja", na inspeção, independente da contração muscular. IV Presença de dor e alteração de temperatura à palpação. Este é o estágio mais avançado; as fibras de colágeno e elastina se agrupam, formando fibrose e cicatrizes internas que junto com os nódulos de gordura. (Borges, 2006) III Presença de nódulos, a apalpação. No grau três aparecem os nódulos celulíticos que além de visíveis, também podem ser sentidos.Aspecto saco de nozes. I Presença do aspecto em "casca de laranja", somente quando a paciente faz contração muscular. Neste estágio, já existe um acúmulo de líquido no espaço intersticial.

17 Avaliação Anamnese Inspeção Física Perimetria Registro Fotográfico Análise da Massa Corpórea

18 Propostas de Tratamentos 1- A matriz intersticial que geleficou. Ultra som 3MHz

19 Propostas de Tratamentos 2- Edema e acúmulo de metabólitos Drenagem linfática manual

20 Propostas de Tratamentos 3- Déficit circulatório (menos O2 e menos nutrientes). Endermoterapia ou Vácuoterapia Fonte: Borges,2006

21 Fangoterapia com Termoterapia Propostas de Tratamentos 3- Déficit circulatório (menos O2 e menos nutrientes).

22 Propostas de Tratamentos 4- Fibroses das fibras de colágeno. Endermoterapia, Vácuoterapia Ultra som 3MHz Radiofreqüência Massagem estética Termoterapia

23 Propostas de Tratamentos 5- Macronódulos Adipocitários. Massagem Modeladora (Turbinada) Eletrolipolipólise

24 Danielle Cieckovicz


Carregar ppt "Celulite Ft.Danielle Barcelos Cieckovicz Conhecer Para Poder Tratar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google