A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profa Alessandra Pardini ANTICORPOS (Ac) ou IMUNOGLOBULINAS (Ig)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profa Alessandra Pardini ANTICORPOS (Ac) ou IMUNOGLOBULINAS (Ig)"— Transcrição da apresentação:

1 Profa Alessandra Pardini ANTICORPOS (Ac) ou IMUNOGLOBULINAS (Ig)

2 Linfócitos B - maturação na medula – fibronectina - produzem e secretam Ig em grandes concentrações - receptor de membrana - IgD

3 Anticorpos (Ac) ou Imunoglobulinas (Ig) - São moléculas com receptores específicos para o mesmo antígeno que estimulou a sua síntese, e apresentam a mesma estrutura básica: - Porção Fab (fragment antigen binding): liga-se ao antígeno e varia segundo a especificidade de cada ly B. - Porção Fc (fragment crystalizable): interage com células, principalmente fagócitos, através de receptores Fc ou ativa o complemento.

4 Molécula de Ac Sítio de ligação do Ag símbolo Sítio de ligação do Ag antígeno Determinante antigênico (epítopo) Cadeia leve Cadeia pesada Fab Fc Região de dobradiça

5 Constituição básica IgG: - duas cadeias polipeptídicas leves (L) e duas pesadas (H) idênticas - cadeias H (pesadas): existem 5 tipos, cada uma dando origem a uma classe de imunoglobulina (IgG, A, M, D, E) - Cadeia Leve (L light) - Porção amino terminal - Porção carboxi terminal - porção amino terminal: variabilidade de aminoácidos região variável (VH e VL) / região hipervariável, onde se encontra o sítio combinatório - restante da cadeia é constante região constante (CH e CL) H e L ligadas através de pontes dissulfídicas, na região V e C aproximam os aminoácidos formando dobramentos chamados de domínios (ligações dissulfídicas – ligação SS intracadeia) onde: C=constante e V=variável

6 Fab dobradiça Cadeia leve Cadeia pesada Fc Fab - Sítio de ligação ao Ag Fc – espécie específico - determina classe do Ac Cadeia pesada -,,, e

7 Digestão pela papaína: Dois fragmentos idênticos Fab (fragmento que se combina com o antígeno – (fragment antigen binding) e um fragmento que não se liga ao antígeno Fc (fragmento cristalizável) Digestão pela pepsina: Fragmento (Fab)2 interage com células, principalmente fagócitos, através de receptores Fc ou ativa o complemento

8 Figura 2: Caracterização (A) Digestão pela Papaína / (B) Digestão pela Pepsina (A) (B)

9 Polimorfismo Classes ou isótipos - diferentes estruturas dentro de uma espécie - 5 classes de cadeia H:,,, e - sub classes (variação da cadeia H) Alotipia ou Alótipos: - pequenas variações - regiões constantes - diferenças genéticas entre indivíduos Idiótipos - definem os determinantes individuais e característicos dos Acs - regiões hiper-variáveis

10

11 Funções - inativação de toxinas e outros agentes químicos - inativação de vírus - lise de bactérias - citotoxicidade - transferência de imunidade para fetos (IgG) - transferência de imunidade a lactantes (IgA>IgG) - fixação do complemento - regulação da resposta imune - participam de reações auto-imunes e alérgicas

12 FUNÇÕES Degranulação

13 – Membrana de linfócitos B – Superfície de Fagócitos, Mastócitos e NK – Soro, plasma e líquido intersticial – Secreções como leite e o muco DISTRIBUIÇÃO NATURAL

14 Resposta primária e secundária Primeiro contato com Ag - inicialmente: resposta imune, estimulo a linfócito B que se diferencia em plasmócito e libera Ac - acelerado e progressivo da [Ac] - Ac - permanência de concentração basal = indica contato com o antígeno em algum momento Segundo contato (mesmo Ag) - células receptoras = células de memória - desencadeamento de uma resposta imunológica mais rápida - produção de Ac

15 Tempo (dias) Primeira exposição ao Ag Segunda exposição ao Ag Título de Ac no soro (unidades) Resposta SecundáriaResposta Primária Dinâmica de produção de Ac durante a infecção Figura 3: Curva de Anticorpos

16 MUNIDADE PASSIVA NATURAL (MATERNA) E IMUNIDADE ADQUIRIDA ATIVA (INFECÇÃO)

17

18 Imunidade Ativa - Ocorre quando o hospedeiro apresenta uma resposta a um microrganismo ou a um antígeno microbiano. Imunidade Passiva - Ocorre mediante a transferência de anticorpos ou linfócitos T específicos para o microrganismo. As duas formas de imunidade promovem resistência a infecções (imunidade), mas somente as respostas imunológicas ativas que geram memória

19 FASES DA INFECÇÃO CONFORME PERFIL SOROLÓGICO INTERPRETAÇÃO FASE AGUDA FASE CRÔNICA; Memória sorológica de resposta vacinal ou infecção tardia SEM INFECÇÃO; deficiência de soroconversão. Período de janela imunológica FASE DE INTERSEÇÃO entre a fase aguda e fase crônica. Deve-se observar o título de anticorpos das Ig. IgM Reagente IgG NR II. IgM NR IgG Reagente III. IgM NR IgG NR IV. IgM Reagente IgG Reagente IgM > IgG: fase aguda IgM < IgG: fase crônica RESULTADO OBTIDO EM EXAME

20 Anticorpo IgG - atravessa a barreira placentária humana - a sub-classe IgG3 fixa complemento com mais eficiência - possui 4 sub-classes: IgG1, 2, 3 e 4 que constituem 70, 20, 8 e 2%, respectivamente, do total de IgG - peso molecular 160kD - concentração plasmática = mg/dl - geralmente forma monomérica - principal imunoglobulina sérica - meia vida de 21 dias - principal Ig sintetizada na resposta secundária, neutraliza toxinas bacterianas e liga-se aos microorganismos para facilitar a fagocitose - é a responsável pela memória imunológica

21 Anticorpo IgM - encontra-se principalmente sob forma de pentâmero (cinco monômeros) - é a principal imunoglobulina da resposta primária aos antígenos; é a primeira classe ao elevar-se na fase aguda dos processos imunológicos - redução a monômero de peso molecular 180kDa - aglutinante e citolítico - fixa complemento melhor que IgG3 - maturação do ly B, atuando como receptor e interagindo com o antígeno quanto ao controle da ativação ou supressão do linfócito

22 Anticorpo IgA - peso molecular 160kDa (monômero) ou 360kDa (dímero) não atravessa a placenta - concentração plasmática = 150 a 400 mg/dl - representa importante papel impedindo a penetração, no organismo de substâncias alergênicas e de partículas microbianas IgA secretora - é a mais encontrada nas secreções exócrinas (saliva, lágrima, colostro, leite materno) = confere imunidade localbarreira contra vírus, micróbios, alérgenos

23 Anticorpo IgE - não deve ser a única Ig responsável pelas reações anafiláticas - peso molecular de 200kDa (quatro domínios de cadeia H) - concentração plasmática = 0,002 -0,05 mg/dl - seu papel defensivo não esta provado e assim a deficiência destas Ig não podem ser interpretadas - associação: aumento de IgE em infecções parasitárias, facilita a fagocitose - encontra-se ligada a mastócitos e basófilos através de sua porção Fc, participa de fenômenos alérgicos e reações anafiláticas (reação de hipersensibilidade tipo I) - encontrada também no cordão umbilical, mucosas, colostro

24 Anticorpo IgD - constituição básica de duas cadeias leves ( e ) e duas pesadas - forma monomérica - indivíduos com soro normal possuem pouca IgD - peso molecular 160kDa - não é detectada na circulação - altamente sensível a lise (lábil à degradação) - do mesmo modo que a IgM existe como receptor na superfície de todo linfócito B em determinado momento de sua ontogenia

25 Aplicação de especificidade, memória e auto-limitação

26 Figura 4: Microscopia eletrônica – configuração de um anticorpo

27 Figura 5: Representação esquemática de um anticorpo (Fc, Fab, dobradiça, sítio combinatório)

28 Soro - grande número de anticorpos capazes de se ligarem a Ag específicos = soro imune mensuráveis (diluições) Produção de Ac específico para um determinado epítopo = tecnologia dos anticorpos monoclonais Ac produzidos pelo mesmo clone de linfócito B - mesma especificidade Anticorpos Monoclonais

29 ANTICORPOS MONOCLONAL OBTENÇÃO - HIBRIDOMA

30 Inicialmente linfócitos B expressam IgM (primeiro Ac numa resposta imune) durante uma resposta imune, ocorre a liberação de citocinas por células T que induzem a troca de isotipo para IgG, IgA ou IgE; recombinação somática na célula B. Switching ou Troca de classe

31 ++-- TGF IFN produção Il IL-4 IgEIgAIgG2aIgG2bIgG1IgG3IgMcitocina Papel das citocinas na expressão de isótipos

32 Antígenos Proteínas exógenas VírusBactériasParasitasFungos Vertebrados Resposta Humoral Resposta mediada por células ou Celular antígeno Plasmócitos secretores de Ac Eliminação do Ag Secreção de citocinas Célula própria alterada Eliminação de células próprias alteradas + Citocinas do linfócito T H Linfócito B Linfócito T Linfócito T H Linfócito T C + MHC classe II ligado a Ag + MHC classe I ligado a Ag Linfócito T H ativado

33 Para estudar 1) Defina anticorpo 2) Esquematize um Ig e indique e explique todas as partes: Fab, Fc, sítio combinatório, região da dobradiça. 3) Explique as principais funções das Ig: IgM, G, A, E e D. 4) Interprete os quadros: Paciente apresenta sorologia para Toxoplasmose: (a) IgG- IgM+ (b) IgG+ IgM- (c) IgG- IgM-

34 Agradecimentos Profas Paula Knox e Adriana de Brito, pelo material gentilmente cedido

35 Obrigada, paz, amor e harmonia! Profa. Alessandra


Carregar ppt "Profa Alessandra Pardini ANTICORPOS (Ac) ou IMUNOGLOBULINAS (Ig)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google