A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANTIDEPRESSIVOS. Depressão A depressão é mais freqüente em mulheres A prevalência de depressão é duas a três vezes mais freqüente em mulheres do que em.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANTIDEPRESSIVOS. Depressão A depressão é mais freqüente em mulheres A prevalência de depressão é duas a três vezes mais freqüente em mulheres do que em."— Transcrição da apresentação:

1 ANTIDEPRESSIVOS

2 Depressão A depressão é mais freqüente em mulheres A prevalência de depressão é duas a três vezes mais freqüente em mulheres do que em homens (estudos em diferentes países) Diretrizes para tratamento da depressão: Rev. Bras. Psiquiatria, v.31, Supl. I, S-7-17, 2009

3 Depressão A depressão é um transtorno crônico e recorrente. Cerca 80% dos indivíduos que receberam tratamento para um episódio depressivo terão um segundo episódio ao longo de suas vidas. A duração média de um episódio é entre 4 a 5 meses Diretrizes para tratamento da depressão: Rev. Bras. Psiquiatria, v.31, Supl. I, S-7-17, 2009

4 Depressão A depressão é um transtorno incapacitante A depressão foi estimada como a quarta causa específica nos anos 90 de incapacitação. Comparada com as principais condições médicas crônicas: só tem equivalência em incapacitação às doenças isquêmicas cardíacas graves, causando mais prejuízo no status de saúde do que angina, artrite, asma e diabetes. Diretrizes para tratamento da depressão: Rev. Bras. Psiquiatria, v.31, Supl. I, S-7-17, 2009

5 Depressão A depressão é pouco diagnosticada pelo médico não-psiquiatra. Em serviços de cuidados primários e outros serviços médicos gerais, 30 a 50% dos casos de depressão não são diagnosticados. Diretrizes para tratamento da depressão: Rev. Bras. Psiquiatria, v.31, Supl. I, S-7-17, 2009

6 Depressão Existem perguntas simples que ajudam a melhorar a detecção de depressão pelo médico. Nutricionistas não fazem diagnóstico de depressão, mas podem ajudar no encaminhamento do paciente para um médico psiquiatra. Diretrizes para tratamento da depressão: Rev. Bras. Psiquiatria, v.31, Supl. I, S-7-17, 2009

7

8 Depressão Além do diagnóstico de episódio depressivo, existem outras apresentações de depressão com sintomas menos intensos, porém com grau de incapacitação similar, que são muito freqüentes nos serviços de atenção primária Distimia Diretrizes para tratamento da depressão: Rev. Bras. Psiquiatria, v.31, Supl. I, S-7-17, 2009

9 Distimia A distimia é um transtorno depressivo crônico com menor intensidade de sintomas, presente por pelo menos dois anos com períodos ocasionais e curtos de bem-estar. Diretrizes para tratamento da depressão: Rev. Bras. Psiquiatria, v.31, Supl. I, S-7-17, 2009

10 Distimia - Sintomas Humor depressivo + 3 dos seguintes sintomas: redução de energia, insônia, diminuição da auto-confiança, dificuldade de concentração, choro,

11 Distimia diminuição do interesse sexual e em outras atividades prazerosas, sentimento de desesperança e desamparo, inabilidade de lidar com responsabilidades do dia-a-dia, pessimismo em relação ao futuro, retraimento social diminuição do discurso.

12 ANTIDEPRESSIVOS Antidepressivos são drogas que melhoram o humor e, conseqüentemente, melhoram a psicomotricidade de maneira global. São vários os fatores que contribuem para a etiologia da depressão e, dentre estes, destaca-se a bioquímica cerebral.

13 Farmacocinética Efeito antidepressivo: Aumento da disponibilidade de neurotransmissores no SNC: serotonina (5-HT), norepinefrina (NE), e da dopamina (DA).

14 Antidepressivos Aumento de neurotransmissores na fenda através do bloqueio da recaptação da NE e da 5HT no neurônio pré-sináptico ou ainda, através da inibição da Monoaminaoxidase (MAO) que é a enzima responsável pela inativação destes neurotransmissores.

15 Antidepressivos Os antidepressivos são classificados em 4 grupos: 1 - Antidepressivos Atípicos 2 - Inibidores da Monoaminaoxidase (IMAO) 3 - Inibidores Seletivos da Recaptação de Serotonina. 4 - Antidepressivos Tricíclicos (ADT) As principais diferenças entre um e outros antidepressivos são os possíveis efeitos colaterais

16 ANTIDEPRESSIVOS ATÍPICOS Nome inadequado Até que apareça um termo melhor, são atípicos os antidepressivos que não se caracterizam como Tricíclicos (ADT), como Inibidores Seletivos da Recaptação da Serotonina (ISRS) e nem como Inibidores da MonoAminaOxidase (IMAOs).ADTISRSIMAOs

17 ANTIDEPRESSIVOS ATÍPICOS Alguns desses Antidepressivos Atípicos: Aumentam a transmissão noradrenérgica, por antagonismo de receptores α2 (pré- sinápticos) no sistema nervoso central, Modulam a função central da serotonina por antagonismo com os receptores 5- HT2 e 5-HT3, como é o caso da Mirtazapina.

18 ANTIDEPRESSIVOS ATÍPICOS Outros atípicos: Inibidores da recaptação de 5-HT e NE e alguns que inibem, também, mas fracamente, a recaptação de dopamina (Venlafaxina). Inibidores da recaptação da NE (Reboxetina).

19 ANTIDEPRESSIVOS ATÍPICOS Alguns antidepressivos atípicos comercializados no Brasil são os seguintes: AMINEPTINA – SURVECTOR ® FLUVOXAMINA – LUVOX ® MIRTAZAPINA – REMERON ® TIANEPTINA – STABLON ® VENLAFAXINA- EFEXOR ® TRAZODONA – DONAREM ® MIANSERINA – TOLVON ®

20 Antidepressivos Inibidores da MAO (IMAOs). A monoaminoxidase (MAO): enzima envolvida no metabolismo da serotonina e dos neurotransmissores catecolaminérgicos, tais como adrenalina, noradrenalina e dopamina. Os antidepressivos IMAOs são inibidores da MAO e, havendo uma redução na atividade MAO, produz-se um aumento da concentração destes neurotransmissores nos locais de armazenamento, em todo o SNC.

21 Antidepressivos Inibidores da MAO (IMAOs). Ação antidepressiva dos IMAOs: alterações no número e na sensibilidade dos neuroreceptores. Isto explicaria o atraso de 2 a 4 semanas na resposta terapêutica. TRANILCIPROMINA:Parnate ® TRANILCIPROMINA MOCLOBEMIDA : Aurorix ® MOCLOBEMIDA SELEGILINA: Elepril ® SELEGILINA

22 Antidepressivos Inibidores Específicos da Recaptação de Serotonina (ISRS) Quando o antidepressivo aumenta os níveis de NE, pode ocorrer superestimulação do SNC, com taquicardia,hipertensão arterial, etc. Preferência de alguns autores pelos antidepressivos que aumentam, predominantemente, o nível da serotonina e não da noradrenalina.

23 Antidepressivos Inibidores Específicos da Recaptação de Serotonina (ISRS) O aumento da DA pode ser problemático, por agravar sintomas psicóticos. O contrário também é verdadeiro, ou seja, diminuindo-se os níveis da dopamina reduz-se sintomas psicóticos.

24 Antidepressivos Inibidores da Recaptação de Serotonina (ISRS) Os ISRS são aqueles antidepressivos que não interferem ou interferem pouco nos demais neurotransmissores além da serotonina (5HT). CITALOPRAM : Cipramil ® CITALOPRAM FLUOXETINA : Daforim ®, Eufor ®, Fluxene ®, Prozac ®, Verotina ® FLUOXETINA NEFAZODONA :Serzone ® NEFAZODONA PAROXETINA : Aropax ®, Pondera ®, Cebrilin ® PAROXETINA

25 Antidepressivos Tricíclicos (ADT) A ação dos ADT ocorre no SNC aumentando a NE e a 5HT na fenda sináptica. Uso prolongado dos ADT: diminuição do número de receptores pré-sinápticos do tipo Alfa-2

26 Amitriptilina

27 Antidepressivos Tricíclicos (ADT) A classe mais antiga de Antidepressivos são os Tricíclicos (ATCs). Mecanismo de ação principal: intensificação do efeitos da noradrenalina retardando a sua recaptação nas terminações nervosas e modificando a sensibilidade dos receptores.

28 Antidepressivos Tricíclicos (ADT) Antidepressivos tricíclicos mais usados: CLOMIPRAMINA: Anafranil ® CLOMIPRAMINA IMIPRAMINA Imipra, Tofranil ®IMIPRAMINA AMITRIPTILINA Amytril ®, Tryptanol ® AMITRIPTILINA MAPROTILINA Ludiomil ® MAPROTILINA NORTRIPTILINA Pamelor ® NORTRIPTILINA

29 Antidepressivos Tricíclicos (ADT) Os ADTs são, com freqüência, substituídos por outros antidepressivos devido a seus efeitos colaterais: bloqueiam receptores colinérgicos muscarínicos e receptores de histamina H1. ADT: risco de suicídio, pois a quantidade suficiente para duas semanas de tratamento pode ser fatal se tomada de uma vez só.

30 Considerações Novos antidepressivos são mais caros que as drogas mais antigas, mas é controverso se o custo geral do tratamento seria maior. Não há dados brasileiros sobre custos. A prescrição de antidepressivos está associada com diminuição do risco de suicídio.

31 Considerações A suspensão abrupta de medicações antidepressivas está associada ao aparecimento de sintomas de descontinuação. Os antidepressivos tem pouco potencial de abuso.

32 Recomendações Gerais Não usar antidepressivo sem o conhecimento médico; Não interromper o uso do medicamento sem consultar o médico; Antidepressivos+ Psicoterapia: melhor resultado; Não recear procurar um psiquiatra.


Carregar ppt "ANTIDEPRESSIVOS. Depressão A depressão é mais freqüente em mulheres A prevalência de depressão é duas a três vezes mais freqüente em mulheres do que em."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google