A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Elaboração e Análise de Projetos Prof. André Medeiros Campus Paulista 2011/2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Elaboração e Análise de Projetos Prof. André Medeiros Campus Paulista 2011/2."— Transcrição da apresentação:

1 Elaboração e Análise de Projetos Prof. André Medeiros Campus Paulista 2011/2

2 EMENTA Conceitos e importância de gerenciamento de projetos. O ciclo de vida de um projeto. O modelo de gerenciamento de projetos com base no PMBOK. Sistemas de informação como ferramenta de planejamento e controle de projetos.

3 OBJETIVOS ESPECÍFICOS Compreender o que significa e porque é importante gerenciar projetos nas organizações. Saber definir o sucesso de um projeto bem como entender quais são os fatores críticos de sucesso do gerenciamento de projetos. Entender e saber aplicar a metodologia e as ferramentas de planejamento e controle de projetos tendo em vista pré- requisitos como tempo, custo e qualidade. Compreender o papel e as inter-relações do gerente de projetos bem como saber preparar a organização para o ambiente de projetos.

4 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1- Introdução Conceito e características de um projeto A necessidade e os benefícios de projetos nas organizações Sucesso de um projeto: conceito e fatores críticos O ciclo de vida de um projeto Estruturas organizacionais para projetos

5 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 2- Processos e áreas do gerenciamento de projetos Processos do gerenciamento de projetos Fase de iniciação Fase de planejamento Fase de execução e controle Fase de encerramento Principais áreas do gerenciamento de projetos Gerenciamento da integração Gerenciamento do escopo Gerenciamento do tempo Gerenciamento de custos Gerenciamento da qualidade Gerenciamento dos recursos humanos Gerenciamento da comunicação Gerenciamento dos riscos Gerenciamento das aquisições

6 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 3- Análise de viabilidade de projetos Elaboração e análise de alternativas de projetos: fatores a serem considerados Escolha da alternativa de projeto 4- O papel do gerente de projetos As interfaces do gerente de projetos Ética e responsabilidade profissional 5- A Tecnologia da Informação como ferramenta de apoio à gestão de projetos MS Project (conceitos básicos)

7 AVALIAÇÃO NP1 Prova presencial – (8,0) Trabalho – (2,0) NP2 Trabalho – (10,0)

8 BIBLIOGRAFIA CARVALHO, Marly Monteiro de. Gerenciamento de projetos na prática: casos brasileiros. São Paulo: Atlas, MAXIMIANO, Antônio Cesar Amaru. Administração de projetos: Como transformar idéias em resultados.. São Paulo: Atlas, RABEQUINI, Roque Jr. e CARVALHO, Marly Monteiro de. Construindo competências para gerenciar projetos: teoria e casos. São Paulo: Atlas, GIDO e CLEMENTS. Gestão de Projetos. São Paulo: Thomson, 2007.

9 O que é um Projeto? Segundo o PMBOK (2004), um projeto é um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado exclusivo. Maximiano (2002) complementa dizendo que um projeto é uma sequência de atividades com começo, meio e fim programados, que tem por objetivo fornecer um produto singular, dentro de restrições orçamentárias. Neste contexto, projetos são sistemas ou sequências de atividades finitas, com atividades bem definidas e programadas.

10 O que é um Projeto? Vargas (1999, pág. 7) classifica um projeto como sendo:... um empreendimento não repetitivo, caracterizado por uma sequência clara e lógica de eventos, com inicio, meio e fim, que se destina a atingir um objetivo claro e definido, sendo conduzido por pessoas dentro de parâmetros predefinidos de tempo, custo, recursos envolvidos e qualidade.

11 O que é um Projeto? Sabbag (1999) ressalta que todo e qualquer projeto pode ser representado pelo cubo da incerteza, cubo este que é composto pelas seguintes variáveis: complexidade; singularidade; precisão dos objetivos.

12 Cubo da incerteza de Sabbag Complexidade Singularidade Precisão dos objetivos

13 Exemplos de Projetos Desenvolvimento de um novo produto ou serviço Efetuar uma mudança de estrutura, de pessoal ou de estilo de uma organização Projeto de um novo veículo Desenvolvimento ou aquisição de um sistema de informações novo ou modificado Construção de um prédio ou instalação Realizar uma campanha por um cargo político Implementação de um novo procedimento ou processo de negócios Atender a uma cláusula contratual.

14 Projetos, Subprojetos e Programas Na maioria das vezes um projeto precisa ser subdividido em partes menores, de gerenciamento e controle simplificados, que são chamados de subprojetos. Estes são responsáveis por uma pequena parte do projeto total ou por etapas extremamente específicas do projeto, que podem ser terceirizadas e desenvolvidas por grupos isolados. Um subprojeto não tem sentido se tratado isoladamente. Já o termo programa é utilizado apenas quando vários projetos estão reunidos em um conjunto de benefícios ou estratégias comuns, podendo ter vida própria isoladamente. O único objetivo do programa é integrar projetos que têm missões e objetivos comuns.

15 Projetos, Subprojetos e Programas

16 O que é gerenciamento de projetos? A gestão de projetos surge como disciplina no início da década de Segundo Barcaui (2002), um dos grandes catalisadores deste acontecimento foi o Departamento de Defesa Americano, que, no recrudescimento da guerra fria, desenvolvia projetos com elevado grau de complexidade e dispêndio de recursos que não podiam ser executados com as técnicas de gestão existentes. Depois do setor militar, outros segmentos como o da construção, o automotivo, o cinematográfico e o aeroespacial também foram grandes patrocinadores e dinamizadores da disciplina.

17 O que é gerenciamento de projetos? O gerenciamento de projetos é a aplicação de conhecimento, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de atender aos seus requisitos. O gerenciamento de projetos é realizado através da aplicação e da integração dos seguintes processos de gerenciamento de projetos: iniciação, planejamento, execução, monitoramento e controle, e encerramento. O gerente de projetos é a pessoa responsável pela realização dos objetivos do projeto (PMBOK, 2004).

18 O que é gerenciamento de projetos? Gerenciar um projeto inclui: Identificação das necessidades; Estabelecimento de objetivos claros e alcançáveis; Balanceamento das demandas conflitantes de qualidade, escopo, tempo e custo; Adaptação das especificações, dos planos e da abordagem às diferentes; Preocupações e expectativas das diversas partes interessadas.

19 O que é gerenciamento de projetos? Os projetos, na maioria das vezes, ocorrem em conjunto com as atividades rotineiras. Vieira (2002) cita como exemplo uma editora que publica semanalmente uma revista: apesar de existirem muitas rotinas ligadas à publicação propriamente dita, cada edição da revista é um projeto em si, pois produz um resultado único e com um prazo a ser concluído. Há ainda organizações que realizam seus projetos em áreas específicas, conhecidas como escritório de projetos, e outras, como empresas de desenvolvimento de software e do ramo da construção civil, cuja sobrevivência depende predominantemente dos projetos que executam.

20 Benefícios que a metodologia de Gestão de Projetos proporciona maior satisfação do cliente em relação aos requisitos estabelecidos (prazo, entrega e custos); redução de incertezas, pela antecipação de situações desfavoráveis (gestão de riscos); conclusão com mínimas alterações em relação ao objetivo (gestão de escopo); realização de atividades em menor tempo e com menor custo (gestão de tempo e recursos); maior controle gerencial; melhoria do relacionamento entre os setores da organização pela adoção de trabalho em equipe (estrutura matricial); desenvolvimento, com eficiência, de novos produtos e serviços sem prejuízo das atividades operacionais ou rotineiras; armazenamento de aprendizado para projetos futuros (lições apreendidas);

21 O Projeto Empreendimento planejado que consiste em um conjunto de ações inter-relacionadas e coordenadas, para alcance de objetivos e resultados, dentro dos limites de um orçamento e de um período de tempo dado. Situação AtualSituação Desejada Projeto

22 Requisitos de um projeto Objetivos claros Resultados exequíveis Definição dos beneficiários diretos Localização espacial Tempo de duração Definição de recursos

23 Estruturas Organizacionais Uma outra variável que influencia na correta gestão de projetos diz respeito à estrutura da organização; Estrutura Organizacional Funcional Estrutura Organizacional Matricial Estrutura Organizacional orientada por Projetos

24 Estrutura Organizacional Funcional Pessoal é agrupado por especialidade, como produção, marketing, engenharia, contabilidade. Os departamentos trabalham independentes „ os departamentos trabalham independentes

25 Estrutura Organizacional Matricial Representa uma associação entre o uso eficiente de recursos da estrutura funcional com a melhor coordenação e adaptação ao ambiente da estrutura divisional; apresenta a vantagem de agilizar a organização, com maior velocidade de processamento das informações e de trabalhar com recursos compartilhados, atendendo às necessidades e despeito dos obstáculos que podem surgir.

26 Estrutura Organizacional Matricial Organização Matricial mista: funcional e projeto Três tipos: matriz fraca: o papel do gerente é mais de coordenador ou facilitador do que de um gerente de projetos matriz balanceada o gerente não possui autoridade total sobre o projeto e seus recursos financeiros matriz forte gerente e equipe de projetos alocados em tempo integral

27 Estrutura Organizacional orientada por Projetos Os membros da equipe geralmente são colocados juntos; O gerente tem grande independência e autoridade ; Possuem unidades denominadas departamentos que oferecem serviços de suporte e respondem diretamente ao gerente.

28 Estrutura Organizacional

29 Processos de Gerenciamento de Projetos INÍCIO PLANEJAMENTO EXECUÇÃO ENCERRAMENTO CONTROLE AVALIAÇÃO São procedimentos que organizam e dão complementaridade às fases ou processos.

30 Fases de um Projeto 30

31 Fases de um Projeto Fase de iniciação: Esta fase dá início ao projeto É resposta a uma percepção de demanda ou necessidade externa ou É resposta a uma oportunidade detectada pela organização ou o grupo do projeto Identifica melhor a necessidade / oportunidade e o como supri-la É fase de uma primeira avaliação de recursos e custos Precisa do comprometimento da organização para passar para as próximas fases I niciação

32 Fases de um Projeto Fase de planejamento: Usa as informações levantadas na fase de iniciação Estabelece progressivamente o escopo do projeto Planejamento preliminar (compreensão) Definição do produto (até o 2 o ou 3 o nível de sub-produto) Forma de alcançá-lo levantamento menos grosseiro de riscos, custos e recursos Planejamento detalhado (definição) Detalha o produto Estabelece todas as atividades e pacotes de trabalho Define requisitos, entradas e saídas intermediárias Define interfaces e procedimentos técnicos a utilizar Define o esquema de controle Planejamento

33 Fases de um Projeto Fase de execução: Põe em execução todas as tarefas planejadas Caracteriza-se por um alto trabalho da equipe Coordenação geral do gerente de projetos Ações gerenciais descentralizadas Visa cumprir os objetivos de: Prazos Custos Qualidade... Interação contínua com a fase de controle Execução

34 Fases de um Projeto Fase de controle: A fase de controle do projeto segue passo a passo a e execução. Dá origem a retoques e ajustes no planejamento original Procura manter o escopo do projeto É diluída nas diversas gerências específicas mas é coordenada pelo controle de mudanças, processo importante da gestão da integração. Verifica o cumprimento dos objetivos de: Prazos Custos Qualidade... Controle

35 Fases de um Projeto Fase de encerramento: Objetivos atingidos, entrega do produto feita, produto aceito... Disposições adicionais de Devolução de excedentes Avaliação geral dos resultados Registro das lições aprendidas Dissolução da equipe. Encerramento

36 O PMBOK O PMBOK é uma sigla que significa Project Management Body of Knowledge. Consiste em um conjunto de práticas em gerência de projetos levantado pelo Project Management Institute (PMI), que se tornaram nos pilares da metodologia de gerência de projetos do PMI. Tais práticas foram agrupadas de forma a priveligiar as ativividades fundamentais para o correto gerenciamento de um projeto. Esse agrupamento deu origem a um guia chamado de Guia do Conjunto de Conhecimentos em Gerenciamento de Projetos, ou Guia PMBOK (PMI, 2004).

37 O PMBOK O PMBOK é um guia que sistematizou os principais conhecimentos e habilidades necessárias para o bom gerenciamento de um projeto. O grande ganho da publicação do PMBOK está no fato de ter catalogado diferentes conhecimentos necessários ao gerenciamento de projetos e que podem ser aplicados na maior parte dos projetos. O uso da ferramentas, habilidades e técnicas presentes no PMBOK possibilitam à organização um aumento nas chances de sucesso do projeto.

38 Estrutura do PMBOK Seção I: A estrutura do gerenciamento de projetos Seção II: A norma de gerenciamento de projetos de um projeto Seção III: As áreas de conhecimento em gerenciamento de projetos


Carregar ppt "Elaboração e Análise de Projetos Prof. André Medeiros Campus Paulista 2011/2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google