A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor: Jorge Muniz Autor: Paulo César Chagas Rodrigues (FEB/UNESP)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor: Jorge Muniz Autor: Paulo César Chagas Rodrigues (FEB/UNESP)"— Transcrição da apresentação:

1 Professor: Jorge Muniz Autor: Paulo César Chagas Rodrigues (FEB/UNESP)

2 Objetivo: Verificar os principais aspectos positivos e as deficiências do sistema de gestão de processos de uma pequena empresa O artigo trata-se de uma pesquisa qualitativa com base na metodologia de estudo-de-caso A coleta de dados foi por meio da realização de entrevistas, análise de documentos e visitas in loco. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz2

3 Gestão da Produção, segundo a APICS é um campo de estudo que busca: – Planejamento; – Programação; – Uso e o controle efetivo da organização da manufatura ; – Estudo de conceitos como: Engenharia de projeto; Engenharia industrial; Sistemas de informações gerenciais; Gestão da qualidade e estoques; Contabilidade ; E outras funções que afetam o processo de transformação. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz3

4 Warnecke (1993) enumera alguns dos fatores externos e internos que influenciam a dinâmica do sistema: Fatores Externos: – Mercados de escoamento; – Mercados de fornecimento; – Concorrência; – Legislação. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz4

5 Fatores Internos: – Custos; – Potencial de produção; – Investigação e desenvolvimento; – Eficiência da gestão; – Potencial de compras e distribuição; – Potencial financeiro; – Logística; – Localização; – Funcionários. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz5

6 Segundo a AEP (2004), existem fatos que promovem a perda de eficiência e de produtividade, são eles: – Excesso de movimentação de pessoas e matérias-primas; – Produtos semi-acabados e produtos acabados, que causam transtornos diversos e aumentam os riscos de quebra e acidentes, além de custos e tempo de produção; – Percurso produtivo do produto muito complicado; Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz6

7 Como simplificar o trabalho? Eliminando tudo aquilo que não agrega valor ao produto, ou seja, tudo aquilo que não melhora ou não transforma o produto e que aumenta os seus custos. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz7

8 O transporte e o arranjo físico podem representar esse tipo de atividade que não acrescenta valor produto. Para Slack, Chambers e Johnston (2002), o arranjo físico de uma operação produtiva preocupa-se com a localização física dos recursos de transformação. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz Máquinas Equipamentos Pessoas Instalações 8

9 Segundo Stevenson (2005), os motivos mais comuns para a reformulação de projetos de arranjo físico são: – ineficiência das operações – acidentes; – mudança no projeto e produtos; – introdução de novos produtos ou serviços; – mudanças no volume de produção, ou no mix; – mudança nos métodos ou no equipamento; – mudança em requisitos ambientais ou outros, de ordem legal; Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz9

10 Layout posicional: é utilizado quando os materiais transformados são ou muito grandes, ou muito delicados, ou objetariam ser movidos; Layout por processo ou funcional: neste tipo de arranjo físico todos os recursos similares de operação são mantidos juntos. Este tipo de layout é normalmente usado quando a variedade de produtos é relativamente grande. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz10

11 Layout celular: neste tipo de layout os recursos necessários para uma classe particular de produtos são agrupados de alguma forma. Nesse arranjo físico as máquinas são dedicadas a um grupo exclusivo de peças; Layout por produto ou em linha: neste os recursos de transformação estão configurados na seqüência específica para melhor conveniência do produto ou do tipo de produto. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz11

12 Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz12

13 VantagensDesvantagens Posicional Flexibilidade de mix e produto muito alto; Produto ou cliente não movido ou perturbado; e Alta variedade de tarefas para a mão-de-obra. Custos unitários muito altos; Programação de espaço ou atividades pode ser complexa; e Pode significar muita movimentação de equipamentos e mão-de-obra. Processo Alta flexibilidade de mix e produto; Relativamente robusto em caso de interrupção de etapas; e Supervisão de equipamento e instalações relativamente fácil. Baixa utilização de recursos; Pode ter alto estoque em processo ou filas de clientes; e Fluxo complexo pode ser difícil de controlar Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz13

14 VantagensDesvantagens Celular Pode dar um bom compromisso entre custo e flexibilidade para operações com variedade relativamente alta; Atravessamento rápido; e Trabalho em grupo pode resultar em melhor motivação Pode ser caro reconfigurar o arranjo físico atual; Pode requerer capacidade adicional; e Pode reduzir níveis de utilização de recursos. Produto Baixos custos unitários para altos volumes; Oferece oportunidade para especialização de equipamento; e Movimentação de clientes e materiais conveniente. Pode ter baixa flexibilidade de mix; Não muito robusto contra interrupções; e Trabalho pode ser repetitivo. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz14

15 Logística é o processo da cadeia de suprimentos que planeja, implementa e controla o fluxo e o estoque de bens e serviços e as informações relativas, do ponto de origem ao ponto de consumo, de maneira eficiente e eficaz, buscando a satisfação das necessidades dos clientes. Council of Logistcs Management, (1998) Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz15

16 Gestão de Estoques é realizada devido à necessidade de controlar os níveis de estoques, de forma economicamente viável (MAYER, 1984). Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz Características PositivasCaracterísticas Negativas Regular e decompor processos Aumento da rigidez e prazo médio de produção Dar mais opções aos clientesImobilização de meios financeiros Descontos e proteção contra aumento de preço Ocupação de espaços 16

17 Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz Matéria-prima Produtos Acabados Em processo (WIP) MRO Manutenção/Reparação/Operação 17

18 KANBAN: materiais e componentes agregados ao produto chegam no momento exato de sua produção Redução de força de trabalho e inventários Aumento da produvitidade e redução de custos CONWIP : mantém constante WIP para a linha liberando um novo trabalho só quando uma das linhas de processos de saída for concluída Mecanismo de controle de regulamento de carga de trabalho: mantém uma carga de trabalho constante antes dos gargalos. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz18

19 Estudo de gestão de estoques em uma pequena empresa prestadora de serviços técnicos em informática; O principal objetivo desta pesquisa é descrever e analisar, apontando os aspectos positivos e as deficiências, quanto ao layout da operação na empresa. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz19

20 Empresa não possui software ERP para integrar todas as áreas; Troca de informações por mensagens na rede; Sem mensuração dos valores de estoques; Foi notado o atraso no atendimento, por falta no estoque de itens de alta rotatividade; Problema de layout: congestionamento de pessoal e mau aproveitamento da mão de obra especializada; O estoque de peças e equipamentos em local inapropriado. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz20

21 A logística no atendimento dos chamados é feita sem nenhuma regra e que vem acarretando uma sobre carga no número de chamados atendidos e no tempo de deslocamento por alguns técnicos. A empresa tem perdido clientes importantes devido ao alto custo por atendimento, má distribuição de chamado e falta de acompanhamento de chamado. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz21

22 Criação de diretrizes para a gestão de estoques e operações com níveis de prioridade, de forma que os funcionarios possam ler e compreender como os processos funcionam; Alteração no layout da planta; Criação de escaninhos para cada técnico; Devem ser estipuladas prioridades no atendimento: ordem de chegada, nível do cliente, grau de emergência, etc. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz22

23 Deverá ser criada a figura do supervisor; Sugestão de um sistema para controle de chamado, que tenha integrado controle de estoque, cadastro de clientes, técnicos e fornecedores, entre outras ferramentas; O sistema também deverá contemplar cálculos de depreciação dos estoques de peças e equipamentos existentes na empresa; Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz23

24 Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz24

25 Falta de reestruturação pode gerar sérios problemas financeiros; Foi observado no estudo-de-caso que a falta de um sistema e o layout da planta da empresa eram um dos pontos críticos e os quais se decidiu trabalhar imediatamente; Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz25

26 Foi iniciado a criação do inventário de estoque de peças, e equipamentos de backup; Conclui-se assim que uma das maiores preocupações deve ser com o processo de gestão para que a empresa possa reduzir as perdas por retrabalho, falta de peças, dentro outras. Estudo do Trabalho - Profº Jorge Muniz26


Carregar ppt "Professor: Jorge Muniz Autor: Paulo César Chagas Rodrigues (FEB/UNESP)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google