A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LogísticaLogística Grupo 14 – J: Subgrupo Y Livro: Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada Unidade 2.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LogísticaLogística Grupo 14 – J: Subgrupo Y Livro: Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada Unidade 2."— Transcrição da apresentação:

1 LogísticaLogística Grupo 14 – J: Subgrupo Y Livro: Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada Unidade 2

2 Foco Atual da Logística Empresarial Atividades Primárias –Transportes, gestão de estoques, processamento de pedidos. Atividades Secundárias –Armazenagem, manuseio de materiais, embalagem de proteção, programação de produtos, manutenção de informação. Função: Responder por toda a movimentação de materiais dentro do ambiente interno e externo da empresa

3 Foco Atual da Logística Empresarial Procura promover um melhor nível de rentabilidade nos serviços de distribuição aos clientes e consumidores. –Através de planejamento, organização e controles efetivos para as atividades de movimentação e armazenagem que visam facilitar o fluxo de produtos. Procura-se manter o mínimo de estoque possível, diminuindo os custos, e aumentando sua competitividade diante dos concorrentes –com o menor repasse desses custos aos preços dos produtos finais, as mercadorias chegam mais baratas aos clientes.

4 Fluxos ou Processos Logísticos 1.Fluxo Descontínuo de Material 2.Fluxo Contínuo de Material 3.Fluxo Sincrônico de Material

5 Fluxo descontínuo de material Método do Sistema Clássico: empurrado material ao longo do processo até a distribuição, para suprir clientes. Crítica: inércia pela necessidade de manter estoques substanciais. Relação com fornecedores: arms length = não há relação de compromisso entre as partes. Procedimento adotado: MRP II às vezes em conjunto com DRP, esses não conseguem responder com rapidez a mudanças nas demandas e tornam-se ineficientes em ambientes em constantes alterações.

6 Fluxo Contínuo de Material Método: puxar estoque pull Previsões de venda, de médio e longo prazo, são utilizadas para planejar as necessidades de compra, e reflete a sazonalidade da demanda. Fábrica produz contra a demanda real, demanda do cliente puxa o fluxo do material. Fluxo de informação: é em série, flui mais rapidamente devido a ausência de estoques ou níveis baixos desses. Relação com os fornecedores: Parcerias

7 Fluxo Sincrônico de Material Fluxo de material: balanceado de uma só vez ao longo do processo de compras/produção/distribuição por um sistema automatizado de gestão de materiais. –atualização simultânea e instantânea dos dados a todas as partes envolvidas (fornecedores, fábricas, estoque regulador e distribuição) Fluxo da informação: paralelamente para todos os envolvidos, resposta mais rápida às mudanças no mercado. Relação entre com os fornecedores: simbiótica, gerando maior proximidade entre cliente-fornecedor.

8 Caso Dell Modelo direto de negócio: atende as necessidades específicas dos clientes e utilizando itens já existentes no mercado para a montagem de seus produtos Posicionamento logístico: produção e distribuição puxadas, produção contra-pedido, estoques centralizados, transporte expresso para o cliente final. Não mantém um estoque: redução nos custos com estocagem. Agilidade na produção: por existir uma integração dos processos entre fornecedores e prestadores de serviços em tempo real.


Carregar ppt "LogísticaLogística Grupo 14 – J: Subgrupo Y Livro: Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada Unidade 2."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google