A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revisando... Tratado de Tordesilhas: foi assinado em 1494 entre Espanha e Portugal; estabelecia limites do território do "Novo Mundo" entre os dois países.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revisando... Tratado de Tordesilhas: foi assinado em 1494 entre Espanha e Portugal; estabelecia limites do território do "Novo Mundo" entre os dois países."— Transcrição da apresentação:

1 Revisando... Tratado de Tordesilhas: foi assinado em 1494 entre Espanha e Portugal; estabelecia limites do território do "Novo Mundo" entre os dois países durante a expansão marítima. Dividia-o em duas partes: as terras ao leste pertenciam a Portugal e as terras ao oeste da linha pertenciam à Espanha. Por quê: Portugal e a Espanha acirraram uma disputa do descobrimento da América. Ambos desejavam assegurar o monopólio sobre as rotas marítimas no sul do Atlântico e a posse das terras. A Espanha pediu a intervenção do Papa, que deu seu parecer favorável. Portugal, não aceitou a decisão e ameaçou entrar em guerra contra os espanhóis. Como resultado de duras negociações, o Tratado de Tordesilhas foi assinado. Válido até 1750, quando os portugueses começaram a avançar (descumprir o Tratado) para terras a oeste. Passou a vigorar o princípio de que a terra pertencia a quem a ocupasse.

2 Contexto Histórico - Séc. XVII Na Europa continua vigente o Antigo Regime, caracterizado pelo absolutismo e mercantilismo.

3 O Brasil torna-se a colônia mais importante de Portugal, diante da perda de outras colônias, devido ao início da decadência econômica. Portugal começa a depender da Inglaterra (economia). Por conta disso, a política mercantilista é acirrada, gerando os primeiros conflitos nativistas.

4 A economia é agrícola e dependente, baseada na produção da cana-de- açúcar.

5 A Educação Brasileira do Séc. XVII O ensino nessa época não apresenta grandes diferenças em relação ao século do descobrimento. Nas Missões, continua o processo de aculturação dos índios, ao mesmo tempo que, pela violência, os colonos buscam mão-de-obra escrava. Nas escolas persiste o monopólio jesuítico alheio à revolução intelectual da Europa.

6 Ênfase do ensino médio de caráter elitista, visando a formação da classe dirigente. A única alteração responde ao atendimento do interesse educacional de um segmento novo - o da pequena burguesia urbana. As carreiras profanas das profissões liberais (direito, medicina) ainda são realizadas na metrópole.

7 As universidade portuguesas, porém, desempenham papel importante no alargamento dos horizontes da juventude brasileira e provocam o nascimento de um sentimento de nativismo.

8 Contexto Histórico - Séc. XVIII A Europa se encontra em crise... Os Ideais Liberais (burguesia) enfrentam os ideais do absolutismo e mercantilismo (Coroa e Clero).

9 Tal contraposição culmina na Revolução Burguesa. A Inglaterra se antecipa a tais mudanças e desponta como a nova grande potência econômica européia, trazendo o capitalismo industrial.

10 Portugal, que até então era potência econômica, graças às suas colônias, agora se vê em franco declínio. O Marquês de Pombal, primeiro ministro do rei português, tenta modernizar o reino a fim de manter o absolutismo real e determina a expulsão dos jesuítas. No Brasil, devido as altas exigências da Coroa, o clima é de aspiração pela emancipação.

11 É nítida as idéias burguesas e iluministas nos movimentos da Conjuração Mineira (1789) e Conjuração baiana (1798). Há um processo de urbanização na colônia, favorecendo a formação da pequena burguesia e, com ela, de demandas maiores de cultura e educação - aspirações de emancipação política. Justamente nesse período, a educação sucumbe ao seu momento mais obscuro.

12 Educação - Expulsão dos jesuítas Vimos que no início da colonização, a educação brasileira é marcada pelo ensino dos jesuítas que, depois, são expulsos das colônias. Com a expulsão saíram do Brasil 124 jesuítas da Bahia, 53 de Pernambuco, 199 do Rio de Janeiro e 133 do Pará. Podemos questionar a validade desse ensino à formação da cultura brasileira.

13 No entanto, é indiscutível que o desmantelamento da estrutura educacional dos jesuítas foi muito prejudicial ao nosso povo. Os jesuítas tiveram seus bens confiscados e muitos materiais importantes da nossa história foram destruídos. O problema foi: NADA FOI REPOSTO! Não houve a substituição por outra organização escolar...

14 O Marques de Pombal só inicia a reconstrução do ensino uma década mais tarde. Houve um retrocesso em todo o sistema cultural brasileiro!!!

15 A Reforma Pombalina Várias medidas fragmentadas foram tomadas até que as primeiras providências mais efetivas fossem levadas a cabo. Começa a implantação do ensino público oficial A Coroa se encarrega de organizar a educação, nomeando professores, estabelecendo planos de estudo e inspeção.

16 O Curso de Humanidades, típico do ensino jesuítico, é modificado para o sistema de aulas régias de disciplinas isoladas. São inúmeras as dificuldades... Os colégios estão dispersos e não há mais a formação de mestres, não havendo uniformidade de ensino. Queixas inúmeras são feitas quanto à incompetência dos mestres leigos e mal pagos.

17 Mas, tudo era centralizado no Reino, o que tornava a máquina administrativa lenta e ineficaz. Por vezes, alguns mestres, formados pela Companhia de Jesus, tentam dar continuidade ao ensino jesuítico, numa ação pedagógica semelhante, porém em nível inferior. Aparecem as escolas carmelitas, beneditinas, franciscanas...

18 Em Portugal, a Universidade de Coimbra passa, já em 1772, por uma transformação, optando pelo ensino da língua moderna (e não do latim), das matemáticas e ciências da natureza. Indiretamente, o Brasil se beneficia disso, pois muitos de seus jovens lá completavam os estudos, trazendo novos ideais à colônia.

19 O resultado da decisão de Pombal foi que, no princípio do século XIX, a educação brasileira estava reduzida a praticamente nada. O sistema jesuítico foi desmantelado e nada que pudesse chegar próximo deles foi organizado para dar continuidade a um trabalho de educação. Esta situação somente sofreu uma mudança com a chegada da família real ao Brasil em 1808.


Carregar ppt "Revisando... Tratado de Tordesilhas: foi assinado em 1494 entre Espanha e Portugal; estabelecia limites do território do "Novo Mundo" entre os dois países."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google