A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Evangelismo – II Visão do Evangelismo Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Obras Consultadas: Evangelismo – Amor em Ação,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Evangelismo – II Visão do Evangelismo Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Obras Consultadas: Evangelismo – Amor em Ação,"— Transcrição da apresentação:

1 Evangelismo – II Visão do Evangelismo Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Obras Consultadas: Evangelismo – Amor em Ação, de Garner Allen Dutton; Artesãos de Uma Nova História, de Ricardo Gondim.

2 Visão do Evangelismo O que a Igreja de hoje necessita é de uma visão de evangelismo. Uma visão que leve a uma ação imediata. Cada um de nós, que somos salvos por Cristo, conhecendo o grande amor de Deus, deve afirmar: É necessário que façamos as obras daquele que Me enviou, enquanto é dia (João 9:4). Devemos ter a atitude de Pedro quando exclamou: Por esta razão, sempre estarei pronto (II Pedro 1:12). Precisamos dizer, também, como Paulo: Pois não me envergonho do Evangelho (Romanos 1:16). [Garner Allen Dutton]

3 Visão do Evangelismo Se você não consegue enxergar almas perdidas ao seu redor ou na sua própria cidade, então está cego à visão que Deus deseja que tenha. Se você não consegue ver que a salvação dos outros depende do uso da sua língua, deve então reestudar a sua Bíblia para receber uma visão melhor. Esquecendo o Que Somos: É preciso que nos lembremos, hoje, de que não somos apenas mais um grupo de pessoas habitando a Terra. Somos o povo de Deus, escolhido por Ele, abençoado por Ele, para anunciar as boas novas sobre Seu Filho, Jesus Cristo. [Garner Allen Dutton]

4 Visão do Evangelismo Conta-se que quando o Presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy, morreu na cidade de Dallas, o mundo ficou sabendo do fato em apenas 14 minutos e meio. Jesus Cristo morreu pelos pecados do mundo inteiro há mais de anos atrás, e o mundo ainda não sabe desse fato. Por quê? Porque os [intitulados] discípulos de Jesus não cumprem o mandamento dado por Ele de levar este fato ao conhecimento do mundo. Milhares de pessoas estão no mundo sem conhecerem o Filho de Deus. Milhares de indivíduos não sabem que Jesus tem poder para mudar suas vidas. [Garner Allen Dutton]

5 Visão do Evangelismo Muitos seguidores de Cristo são como as pessoas de Hebreus 5:12-14 que não tinham uma convicção total, exigindo alguém para ensiná-las, de novo, por terem esquecido as coisas primárias do Evangelho. Eram crianças na fé. Não houve crescimento. Temos, hoje, crianças demais na igreja que necessitam eternamente de leite. O Evangelho não pode ser proclamado por crianças na fé, mas somente por adultos que têm a convicção real da sua mensagem cristã. [Garner Allen Dutton]

6 Para evangelizar, necessitamos estar convictos de que o único caminho para Deus é através de Cristo. Precisamos acreditar que há um Céu e há, também, um inferno e que os que não obedecem ao Evangelho de Jesus Cristo vão para o castigo eterno. É necessária uma firme convicção sobre a importância da Igreja, sobre a restauração da Igreja bíblica, sobre a união cristã e de que existe somente uma Igreja – que é o corpo de Cristo. [Garner Allen Dutton] Visão do Evangelismo

7 Não é possível converter outros enquanto não sentirmos pena ou preocupação pelos não-cristãos. Não podemos converter como devemos se formos motivados apenas por alguém ter falado que eu devo evangelizar ou porque todos estão trabalhando ativamente, e eu não quero ficar para trás. A evangelização tem resultado [apenas] quando nosso motivo é uma compaixão real, verdadeira, para com as pessoas que estão fora do corpo de Cristo. [Garner Allen Dutton]

8 Mas, Afinal, O Que é Evangelismo? Veja o que diz um escritor a esse respeito: Evangelismo é o soluço de Deus. Evangelismo é o angustioso clamor de Jesus, quando Ele chora sobre uma cidade condenada. Evangelismo é o clamor de Paulo que, se preciso, aceitava ser separado de Cristo, por amor de seus irmãos – que eram seus parentes, segundo a carne. Evangelismo é o ardente rogo de Moisés: Ora, este povo pecou... Agora, pois, perdoa o seu pecado; senão risca-me, peço-Te, do Teu livro, que Tens escrito.

9 Evangelismo é o clamor aflito de John Knox: Dá-me a Escócia, senão eu morro! Evangelismo é a oração de Billy Sunday: Faze de mim um gigante para Deus. Evangelismo é o soluço de um pai, nas caladas da noite, clamando por um filho pródigo. Evangelismo é o segredo de uma igreja, o segredo de um grande pregador, o segredo de um grande cristão. – W. H. Hall.

10 Compaixão & Compulsão O termo compaixão significa sentir pena, sentimento de preocupação em relação a outros. A compaixão tem como exemplo [máximo] o próprio Deus que amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna (João 3:16). [Garner Allen Dutton]

11 Compaixão & Compulsão A compaixão é uma qualidade nossa quando aprendemos a amar como Deus amou. Ela é nossa quando amamos porque fomos amados por Deus. A verdadeira compaixão abre os corações para que possamos enxergar as almas perdidas e sermos motivados a agir no sentido de ajudá-las. Se não tiver compaixão, o homem não pode evangelizar como Deus deseja. [Garner Allen Dutton]

12 Compaixão & Compulsão A palavra compulsão significa constranger, obrigar. Quando tivermos a convicção certa, formos convertidos totalmente e sentirmos compaixão pelo mundo perdido, nos veremos então compelidos a levar a mensagem salvadora a este mundo perdido. O apóstolo Paulo sentiu esta compulsão quando escreveu: Se anuncio o Evangelho, não tenho de que me gloriar, pois sobre mim pesa essa obrigação; porque ai de mim se não pregar o Evangelho (I Coríntios 9:16). [Garner Allen Dutton]

13 Compaixão & Compulsão Durante a Segunda Guerra Mundial, um submarino afundou com 72 pessoas a bordo. Navios e homens-rãs foram enviados para achar e salvar essas pessoas. Os homens trabalharam com rapidez, sabendo que o oxigênio no interior do submarino submerso duraria poucas horas. Finalmente, um homem-rã localizou o submarino e bateu uma mensagem em Código Morse do lado de fora, no casco da embarcação: Vocês estão aí? A resposta foi imediata e cheia de excitação: sim, estamos aqui!

14 Compaixão & Compulsão O homem-rã, então, bateu mais uma mensagem: Está chegando ajuda. As pessoas que estavam dentro do submarino no fundo do mar, sabendo que o oxigênio logo acabaria, responderam com uma pergunta cheia de angústia e expectativa: Daqui a quanto tempo? Meu irmão e irmã em Cristo, vivemos num mundo onde as pessoas estão condenadas à morte por causa do pecado que as separa de Deus. Sei que a ajuda está chegando, mas pergunto: Quanto tempo vai levar? [Garner Allen Dutton]

15 Portadores de Boas Novas Por que o Evangelho de Jesus Cristo é boa notícia? As razões principais são três: Ele é poderoso! É baseado em fatos! Traz a salvação! É poderoso: O Evangelho de Jesus é boa notícia porque representa poder. O apóstolo Paulo afirmou: Pois não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego (Romanos 1:16). O Evangelho de Jesus Cristo é tão poderoso que nos proporciona o perdão de nossos pecados e força para viver uma vida limpa e virtuosa. O Evangelho de Jesus representa, sem sombra de dúvidas, poder e, por isso, ele é uma boa notícia.

16 Portadores de Boas Novas É Baseado em Fatos: O Evangelho de Jesus é boa notícia por ser baseado em fatos. Não se trata de ficção, mas fato verdadeiro. Se o evangelho que estiver sendo pregado não for fiel aos fatos bíblicos, não se trata então de boa notícia – mas de propaganda falsa. Quais são os fatos verdadeiros sobre as boas notícias da Mensagem Cristã? O apóstolo Paulo resumiu tudo quando ensinou:... Antes de tudo vos entreguei o que também recebi, que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras (I Coríntios 15:1-4).

17 1) O primeiro fato verdadeiro sobre as boas notícias é morte. A Palavra de Deus ensina: Mas Deus prova o Seu próprio amor para conosco, pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores (Rom. 5:8). Cristo morreu na cruz para que pudéssemos viver. O Evangelho é boa notícia porque fala da morte pela qual temos vida. 2) O segundo fato verdadeiro sobre as boas notícias de Jesus é a Sua ressurreição. Se Cristo tivesse morrido e não tivesse ressuscitado, tudo teria sido em vão. Ele porém ressuscitou pelo poder de Deus, e é este o fato das boas notícias. Romanos 8:11 nos ensina que, tendo Cristo ressuscitado, nós também o seremos – para viver eternamente com Ele.

18 Portadores de Boas Novas 3) O terceiro fato verdadeiro sobre as boas notícias é vida. João afirmou: Porquanto Deus enviou o Seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele (João 3:17). Através do Evangelho de Jesus Cristo, nós podemos viver eternamente. A Bíblia diz: Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, pela graça sois salvos (Efésios 2:4-5). Não é este um fato, trazendo boa notícia?

19 Autenticidade Divina Podemos notar que Paulo confirmou suas palavras sobre estes fatos verdadeiros do Evangelho de Jesus, dizendo: Segundo as Escrituras (I Coríntios 15:3- 4). As idéias não eram dele, mas os fatos verdadeiros do Evangelho estão contidos na própria Palavra de Deus. Paulo também ensinou que estes fatos são verdadeiros porque mais de 500 pessoas foram testemunhas oculares da ressurreição de Jesus (I Coríntios 15:5-6). Não se trata de idéias de homens a respeito da morte e ressurreição de Cristo, e não se trata de ficção, mas de fatos verdadeiros comprovados por testemunhas e pela própria Palavra de Deus.

20 Portadores de Boas Novas É Salvação: A terceira razão porque o Evangelho de Jesus é boa notícia é esta: Traz salvação. O apóstolo Paulo diz que o Evangelho é poder para a salvação de todo aquele que crê (Romanos 1:16). O Evangelho é boa notícia porque não somente traz a salvação, mas esta salvação é para todos (João 3:16).

21 Validando a Experiência Religiosa Você pode ser perito em religião, conhecer a Bíblia em sua totalidade, ser diplomado em Teologia, mas se não tem o desejo de compartilhar Cristo com as pessoas ao seu redor, deve questionar a validade de sua experiência. É fácil reconhecer um crente apático diante de Deus. Ele sabe falar de futebol, de cinema, discutir política e religião, mas não sabe falar de Jesus. Ele pode discorrer sobre os mais variados assuntos, mas não sabe apresentar para alguém o plano da salvação; falta-lhe a ebulição do amor de Cristo. [Ricardo Gondim]

22 Validando a Experiência Religiosa O grande problema que a igreja enfrenta nos dias de hoje é que as pessoas são salvas, libertas da escravidão do pecado, mas vêem na salvação um fim em si mesmo. Estou salvo. Pronto. Está resolvido. Quem tem essa atitude vai acabar morrendo no deserto, porque o plano de Deus vai muito além disso. Fomos salvos não apenas para resolver nossos próprios problemas, mas para sermos sacerdócio real, nação santa, povo exclusivo de Deus, para proclamar as grandezas daquele que nos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. [Ricardo Gondim]

23 Validando a Experiência Religiosa Uma igreja que se resume a quatro paredes, ensimesmada em seus próprios projetos, preocupada apenas com seus problemas internos, com a cor do tapete novo e a reconciliação de membros que vivem se desentendendo, está destinada a ser apenas uma lembrança na próxima geração. Uma igreja só tem continuidade e razão de ser quando seus membros estão dispostos a olhar para fora, alcançar os que ainda não conhecem Jesus. [Ricardo Gondim]

24 Validando a Experiência Religiosa Se você deseja ser como Jesus, não adianta assumir uma expressão lânguida de santidade e de pieguismo, sentar no primeiro banco da igreja e cantar o mais afinado possível. Isso não vai torná-lo em nada mais semelhante a Jesus. Se você quer ser como Jesus, seja um(a) missionário(a), um evangelista, um obreiro, um instrumento nas mãos de Deus, pois foi assim que Jesus viveu [aqui nesta Terra]. [Ricardo Gondim]

25 Uma Vida Plena de Significado Se você se encontra com um sentimento de que está sempre subindo uma ladeira, levando uma vida monótona, sem graça e sem ânimo, quero propor-lhe que você precisa abraçar um ideal, e que seja o Reino de Deus. A promessa de Deus para Josué então será válida para você, também: Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida. Tu vais vencer. Eu vou te dar ânimo, alegria e poder espiritual. [Ricardo Gondim]


Carregar ppt "Evangelismo – II Visão do Evangelismo Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Obras Consultadas: Evangelismo – Amor em Ação,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google