A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

S.O.S.: O AMOR EM TERAPIA IARA L. CAMARATTA ANTON Psicóloga – CRP 07/0370 Psicoterapeuta individual, de casais e de famílias Escritora E.mail:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "S.O.S.: O AMOR EM TERAPIA IARA L. CAMARATTA ANTON Psicóloga – CRP 07/0370 Psicoterapeuta individual, de casais e de famílias Escritora E.mail:"— Transcrição da apresentação:

1 S.O.S.: O AMOR EM TERAPIA IARA L. CAMARATTA ANTON Psicóloga – CRP 07/0370 Psicoterapeuta individual, de casais e de famílias Escritora E.mail: Site: Facebook: Iara Camaratta Anton Colunista do Tempo de Mulher

2 DANS Ouça a música, aprecie a dança. Reflita: o que esta música, este casal e esta dança têm a ver com amar e ser amado e com a construção do vínculo do amor?

3 A MELODIA TERAPÊUTICA uma questão que envolve: Motivações e objetivos compartilhados Ambientação Disposição para o envolvimento, parceria Escuta, olhar, ritmo Tolerância a frustrações, paciência Respeito em relação à alteridade Capacidade de aprendizagem Alegria de viver

4 AMORES ROMÂNTICOS x AMORES POSSÍVEIS AFINAL, POR QUE CASAMOS? OU PARA QUE? O AMOR CONTINUA A SER A MOLA-MESTRA DOS CASAMENTOS? COMO VOCÊ DEFINIRIA O AMOR ROMÂNTICO? O AMOR ROMÂNTICO É, NECESSARIAMENTE, UM AMOR IMPOSSÍVEL?

5 O QUE FACILITA E O QUE DIFICULTA A VIDA A DOIS AS MOTIVAÇÕES E OS OBJETIVOS INCONSCIENTES PARA A ESCOLHA DO CÔNJUGE O CONTRATO SECRETO DO CASAMENTO AJUSTES E PACTOS FACILITADORES

6 QUANDO O AMOR ADOECE 1. COMO CONCEITUAR E COMPREENDER ATRAÇÃO, PAIXÃO E AMOR? 2. O QUE PODEMOS ENTENDER COMO UM AMOR DOENTIO? O DESAPARECIMENTO DO AMOR MERECE SER TOMADO COMO UM PROCESSO DOENTIO? 3. O QUE SIGNIFICA CONFLITO? CONFLITOS ENTRE O CASAL OCORREM APENAS QUANDO ADOECE O AMOR?

7 PEQUENOS GRUPOS EM SUA EXPERIÊNCIA, O QUE MAIS ESTIMULA À BUSCA DE TERAPIA DE CASAIS? GERALMENTE, DE QUEM É A INICIATIVA? E COMO SE MANIFESTA? O QUE PRETENDE UM CASAL EM TERAPIA?

8 ALEX E MARIANA O casal diante do espelho BUSCA DE TERAPIA – p. 114 O ESTABELECIMENTO DO TRIÂNGULO TERAPÊUTICO - p. 116 QUEBRA DE PARADIGMAS DEPOIMENTO DE AMBOS PARA O CASAL DIANTE DO ESPELHO – P. 253

9 VÍNCULOS VÍNCULOS SÃO ELOS, NÓS, LIAMES, QUE NOS UNEM UNS AOS OUTROS. VÍNCULOS PODEM SER SAUDÁVEIS, DINÂMICOS, OU DISFUNCIONAIS E, ATÉ, DOENTIOS. VÍNCULOS SÓ PODEM SE CONSTITUIR SE HOUVER CORRESPONDÊNCIA ENTRE MOTIVOS E OBJETIVOS CONSCIENTES E INCONSCIENTES POR PARTE DE AMBOS OS PARCEIROS. VÍNCULOS, BONS OU RUINS, SÓ PODEM SER CONSTRUÍDOS EM PARCERIA.

10 FUNÇÃO ESPECULAR EM TERAPIA DE CASAIS – cap. VII...recorrem ao terapeuta quando percebem que seus recursos diante dos sofrimentos vividos mostram-se insuficientes e/ou inoperantes, abalando sua estrutura emocional e vincular (p. 137). Um casal em terapia, por mais que almeje superar os conflitos conjugais, naturalmente desejaria passar por um processo tão rápido e indolor quanto possível.

11 PARA AMAR E SER AMADO AUTOESTIMA OU NARCISISMO SADIO, DERIVADOS DO AMOR PARENTAL E DAS CONQUISTAS PESSOAIS. TOLERÂNCIA A FRUSTRAÇÕES E CAPACIDADE DE POSTERGAR, MERECER E VALORIZAR AS CONQUISTAS ALMEJADAS. RECONHECIMENTO E RESPEITO PELA ALTERIDADE. CAPACIDADE DE ADMINISTRAR OS CONFLITOS PESSOAIS E INTER-PESSOAIS. CAPACIDADE DE OPÇÃO, O QUE IMPLICA EM RENÚNCIAS, COMPROMETIMENTOS E VALORIZAÇÃO DO QUE É SEU E DO QUE É DO OUTRO.

12 INICIANDO A TERAPIA TEATRINHO IMPROVISADO 1. Imaginemos um casal bem conhecido, de um dos filmes, seriados ou telenovelas atuais. Vamos escolher 4 personagens: o casal em conflito; quem sugere a terapia; terapeuta de casais. 2. Cena n° 1: o casal em situação de briga ou de aborrecimento. 3. Cena n° 2: alguém sugerindo terapia, como o faz e quais as reações do casal. 4. Cena n° 3: quem liga para marcar horário e como isto acontece. 5. Cena n° 4: como se dá o início da terapia.

13 O AMOR EM TERAPIA EM SÍNTESE, O QUE SIGNIFICA, PARA VOCÊ, UM PROCESSO TERAPÊUTICO VOLTADO PARA A CONSTRUÇÃO DE VÍNCULOS DE AMOR? QUE ASPECTOS CONSIDERA ESSENCIAIS PARA QUE ESTA META SEJA VIÁVEL?

14 MUITO OBRIGADA PELA SUA ATENÇÃO! IARA L. CAMARATTA ANTON PSICÓLOGA – CRP 07/0370 PSICOTERAPEUTA INDIVIDUAL E DE CASAIS ESCRITORA, AUTORA DE VÁRIOS LIVROS E.MAIL: SITE: FACE: Iara Camaratta Anton COLUNISTA DE TEMPO DE MULHER/MSN: PARA AMAR E SER AMADO

15 BIBLIOGRAFIA ANTON, I. A escolha do cônjuge – um entendimento sistêmico e psicodinâmico (ARTMED). ____. Homem e mulher – seus vínculos secretos (ARTMED). ____. O casal diante do espelho. Psicoterapia de casal – teoria e técnica (Casa do Psicólogo). GRANDESSO, M. A reconstrução do significado (Casa do Psicólogo). IZQUIERDO, I. Questões sobre a memória (Unisinos). ____. A arte de esquecer (Vieira & Lent). ZIMERMAN, D. Os quatro vínculos (ARTMED).


Carregar ppt "S.O.S.: O AMOR EM TERAPIA IARA L. CAMARATTA ANTON Psicóloga – CRP 07/0370 Psicoterapeuta individual, de casais e de famílias Escritora E.mail:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google