A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Professor Eduardo Borges - - SENAC - RJ Aula - 3.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Professor Eduardo Borges - - SENAC - RJ Aula - 3."— Transcrição da apresentação:

1 Professor Eduardo Borges - - SENAC - RJ Aula - 3

2 Professor Eduardo Borges - - De quem é a responsabilidade pela avaliação do desempenho ? 1. Gerente 2. Indivíduo 3. Gerente e indivíduo conjuntamente 4. Equipe de Trabalho 5. Setor de RH ou uma comissão de Avaliação de Desempenho Nas práticas mais modernas tendem a deslocar a responsabilidade pela avaliação do desempenho para o próprio funcionário AUTOAVALIAÇÃO

3 Professor Eduardo Borges - - Cada pessoa pode e deve avaliar o seu desempenho como meio de alcançar metas e resultados fixados, e de superar expectativas. Administração é para Administrador Autoavaliação de desempenho Avaliação realizada pelo gerente Cabe ao gestor ou empresário a responsabilidade pelo desempenho dos seus subordinados e pela sua constante avaliação e comunicação dos resultados.

4 Professor Eduardo Borges - - Avaliação é conjunta. Administração é para Administrador Avaliação realizada em conjunto (o individuo e o gerente) O gerente fornece todos os recursos ao empregado: 1. Orientação; 2. Treinamento; 3. Aconselhamento; 4. Informação; 5. Equipamento; 6. Metas e objetivos a alcançar; Empregado Desempenho Resultados Empregador Recursos

5 Professor Eduardo Borges - - É a própria equipe de trabalho que avalia o desempenho de cada um de seus membros e providencia um programa com as providências necessárias para a melhoria de sua atuação. Administração é para Administrador Avaliação realizada pela equipe de trabalho Avaliação 360º É a própria equipe de trabalho que avalia o desempenho de cada um de seus membros e providencia um programa com cada ação necessária para a sua melhoria.

6 Professor Eduardo Borges - - Outro lado da moeda. Administração é para Administrador A avaliação para cima ou ascendente A comissão de Avaliação do Desempenho É atribuída a uma comissão especialmente designada para essa finalidade. É coletiva feita por um grupo de pessoas direta ou indiretamente interessado no desempenho dos empregados.

7 Professor Eduardo Borges - - É a mais conservadora. Administração é para Administrador Avaliação realizada pelo setor de Recursos Humanos Esta sendo abandonada por ter seu caráter extremamente centralizado, monopolizador e burocrático. O RH assuma totalmente a responsabilidade pela Avaliação do Desempenho.

8 Professor Eduardo Borges - - *** Critérios de Avaliação *** 1. Fatores 2. Indicadores ou Metas

9 Professor Eduardo Borges - - *** 1. Fatores *** Cada fator é definido com uma descrição sumária, simples e objetiva para um melhor resultado Quanto melhor se dá essa descrição, maiores são a precisão do fator e o entendimento por parte dos avaliadores

10 Professor Eduardo Borges - - *** Escala de variação do desempenho *** Definição dos graus de avaliação em cada fator de avaliação. São divididos de 3 a 5 graus em geral para avaliação.

11 Professor Eduardo Borges - - *** Graus de variação *** Ótimo Bom Regular Ruim Péssimo => 5 => 4 => 3 => 2 => 1 Desenvolvido Em desenvolvimento Não desenvolvido => 10 => 5 => 1

12 Professor Eduardo Borges - - *** Quais os fatores mais utilizados pelas Empresas*** Fatores Cargos de gerência/chefiaCargos administrativosCargos operacionaisCargos braçais Análise e julgamentoEmpresaQualidade no trabalhoPontualidade Responsabilidade sobre decisões Interesse/conhecimento do trabalho ProdutividadeAssiduidade ConhecimentoAparênciaConhecimento específicoCumprimento de normas internas CriatividadeAtitudes e comportamentosTrabalho em equipeProdução e rendimento LiderançaSociabilidadeNormas de segurançaDisciplina Foco no resultadoRapidez no trabalhoProdução e rendimentoRapidez no trabalho Fluência verbalDedicaçãoAtenção concentradaTrabalho em grupo PlanejamentoDisciplina Relacionamento humano--- Comunicação---

13 Professor Eduardo Borges - - *** 2. Indicadores ou Metas *** Cada meta ou indicador está relacionado a índices percentuais ou padrões de atendimento. E podem ser divididos em quatro tipos: 1. Indicadores financeiros 2. Indicadores ligados ao cliente 3. Indicadores internos 4. Indicadores de inovação

14 Professor Eduardo Borges - - *** 2. Indicadores ou Metas *** Indicadores Financeiros ou econômicos Ligados ao clientes Internos De inovação 1. Indicadores financeiros ou econômicos a. Fluxo de caixa; b. Lucratividade; c. Retorno sobre investimento; d. Relação entre custo e benefício e etc. 2. Indicadores ligados ao cliente a. Satisfação do clientes; b. Tempo de entrega; c. Preço e Qualidade; d. Fatia de mercado abrangida e etc;

15 Professor Eduardo Borges - - *** 2. Indicadores ou Metas *** Indicadores Financeiros ou econômicos Ligados ao clientes Internos De inovação 3. Indicadores internos a. Tempo com processos; b. Índices de segurança; c. Índices de retrabalho; d. Ciclo do processo e etc. 4. Indicadores de inovação a. Desenvolvimento de novos processos; b. Novos produtos; c. Projetos de melhoria; d. Melhoria contínua; e. Qualidade total; f. Pesquisa e desenvolvimento e etc.

16 Professor Eduardo Borges - - *** 2. Indicadores ou Metas *** 1. Desempenho global <= toda empresa 2. Desempenho grupal <= da equipe ou grupo3. Desempenho individual <= da pessoa Os novos métodos de Avaliação do Desempenho focam objetivos e resultados

17 Professor Eduardo Borges - - *** Etapas e Implementação *** 1. Formulação de objetivos consensuais 2. Desempenho3. Retroação intensiva e contínua avaliação conjunta

18 Professor Eduardo Borges - - *** Etapas e Implementação *** 1. Formulação de objetivos consensuais Formulação de objetivos para alcançar em certo período de tempoSão feitos em conjunto (chefe e subordinado) – por negociação intensa Proporciona a participação direta do avaliado no sistema de benefício como: prêmio ou remuneração variável

19 Professor Eduardo Borges - - *** Etapas e Implementação *** 2. Desempenho Verifica a comportamento do avaliado no sentido de efetivar o alcance dos objetivos formulados É a estratégia pessoal escolhida pelo indivíduo para alcançar os objetivos pretendidos O Gerente somente proporciona o aconselhamento e orientação em vez de comando, controle e imposição

20 Professor Eduardo Borges - - *** Etapas e Implementação *** 3. Retroação intensiva e contínua avaliação conjunta A retroação intensiva consiste no constante retorno do feedback de como está a implementação da Avaliação de Desempenho na organização Medindo a sua aplicação se está satisfatória com os objetivos da empresa Deve acontecer à medida que os resultados de implementação da Avaliação de Desempenho acontece

21 Professor Eduardo Borges - - SENAC - RJ Fim...


Carregar ppt "Professor Eduardo Borges - - SENAC - RJ Aula - 3."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google