A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EDIFÍCIOS EM PAREDES DE CONCRETO ESTUDO DA NORMALIZAÇÃO Conceituação e Dimensionamento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EDIFÍCIOS EM PAREDES DE CONCRETO ESTUDO DA NORMALIZAÇÃO Conceituação e Dimensionamento."— Transcrição da apresentação:

1 EDIFÍCIOS EM PAREDES DE CONCRETO ESTUDO DA NORMALIZAÇÃO Conceituação e Dimensionamento

2 TEMAS A SEREM ABORDADOS Base normativa brasileira de apoio Expressões de dimensionamento – solicitações normais Solicitações tangenciais 02/02/20112Francisco Paulo Graziano

3 Base normativa brasileira de apoio Todas as hipóteses e adoções estão calcadas no texto ou no espírito técnico que norteou a NBR-6118 em sua última e importante revisão de Para assim proceder o seguinte raciocínio lógico foi adotado, ou seja, subdividir a estrutura em duas regiões segundo a intensidade das solicitações das paredes tomadas como chapas: – Regiões tipo A – Regiões tipo B 02/02/2011Francisco Paulo Graziano3

4 Regiões tipo A Baixo nível de tensões normais solicitantes de tração. 1.tensões normais solicitantes de tração em valor de cálculo nas combinações de ELU com intensidade igual ou inferior a 0,85.f ctd conforme capítulo 24- NBR tensões normais solicitantes de tração em valor de cálculo nas combinações de ELS com intensidade igual ou inferior a f ctm. 02/02/2011Francisco Paulo Graziano4

5 Regiões tipo A 02/02/2011Francisco Paulo Graziano5

6 Regiões tipo B 02/02/2011Francisco Paulo Graziano6 Sempre que as condições de adoção de região tipo A não puderem ser admitidas. Nestes casos, a postura é a de dimensionamento de peças estruturais usuais de concreto armado (regiões tipo B)

7 02/02/2011Francisco Paulo Graziano7 Regiões A Regiões B Elevação esquemática de um edifício Aberturas nas paredes Ilustração de alguns exemplos das Regiões A e B

8 Lista de algumas regiões tipo B Lajes, vigas e vergas Encontros verticais entre paredes Bordas livres de paredes Aberturas em paredes Paredes próximas às transições de cargas ou forma. Blocos e vigas de transição ou de fundações 02/02/2011Francisco Paulo Graziano8

9 Solicitação normal 02/02/2011Francisco Paulo Graziano9

10 Expressões de dimensionamento – solicitações normais PRÁTICA RECOMENDADA PARA PROJETO DE PAREDES DE CONCRETO ATÉ 5 PAVIMENTOS 02/02/2011Francisco Paulo Graziano10 Situação restrita a 5 pavimentos e geometria bem comportada.

11 Expressão proposta 02/02/2011Francisco Paulo Graziano11 a taxa de armadura longitudinal (vertical) da parede <= 1% para 35 < < 86 para 86 < <120 = ES. 0,002 c = 1,4. 1,2 = 1,68 fck<=40MPa Armadura no plano central da parede Condições impostas limitadoras: M 1k =max(0,1*le²/8; e amin.N k ) e amin = 0,015+0,03h (metros)

12 Para generalizar é possível utilizar-se o método do pilar padrão acoplado a diagramas momento x curvatura 02/02/2011 Francisco Paulo Graziano 12 Md 1/R Le²/10.(1/R) Diagrama MomentoxCurvatura M1d Md,lim (1/R)lim 1,1.fcd

13 Método do Pilar padrão simplificado (mais prático e menos econômico) 02/02/2011Francisco Paulo Graziano13 Md2=Le²/10.(0,005/max( +0,5;1)h))

14 Condições de contôrno 02/02/2011Francisco Paulo Graziano14

15 Condições de contorno 02/02/2011Francisco Paulo Graziano15

16 Condições de contorno 02/02/2011Francisco Paulo Graziano16 Le,

17 Condições de contorno 02/02/2011Francisco Paulo Graziano17 n d,res n d,sol

18 Sensibilidade da geometria 02/02/2011Francisco Paulo Graziano ,5 4,5 58,57 48, Queda de 17,3%

19 Cortante 02/02/2011Francisco Paulo Graziano19

20 Acréscimo de cortante por efeito torção 02/02/2011Francisco Paulo Graziano20 Vd e a a Vd.e = 2aV* V*

21 Esforços nos encontros das paredes 02/02/2011Francisco Paulo Graziano21 compressão tração

22 Critério de verificação ao cortante 02/02/2011Francisco Paulo Graziano22 Ma Mb L V V (Ma+Mb) L Vk = V d,res =0,3.f ctd.A c. (1+3* cmd /f ck ) 1+3* cmd /f ck ) <=2 Armadura mínima

23 Critério expedito para dimensionamento das armaduras de costura 02/02/2011Francisco Paulo Graziano23 Vd Nd A sx =V d /(b.f yd ) A sy =(V d -N d /2)/(b.f yd ) Se a condição anterior não for cumprida V dres = 0,10 v f cd A c >= As,min

24 02/02/2011Francisco Paulo Graziano24 Obrigado!


Carregar ppt "EDIFÍCIOS EM PAREDES DE CONCRETO ESTUDO DA NORMALIZAÇÃO Conceituação e Dimensionamento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google