A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CPC 03: DELIBERAÇÃO CVM N o 539.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CPC 03: DELIBERAÇÃO CVM N o 539."— Transcrição da apresentação:

1 DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CPC 03: DELIBERAÇÃO CVM N o 539

2 Art. 176. Ao fim de cada exercício social, a diretoria fará elaborar, com base na escrituração mercantil da companhia, as seguintes demonstrações financeiras, que deverão exprimir com clareza a situação do patrimônio da companhia e as mutações ocorridas no exercício:

3 I - balanço patrimonial; II - demonstração dos lucros ou prejuízos acumulados; III - demonstração do resultado do exercício; e

4 V - demonstração das origens e aplicações de recursos. IV – demonstração dos fluxos de caixa; e (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007) (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007)

5 V – se companhia aberta, demonstração do valor adicionado. (Introduzida pela Lei nº 11.638/07).

6 DEMONSTRAÇÕES OBRIGATÓRIAS Tornaram-se obrigatórias: DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA – DFC; DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO – DVA [para as companhias abertas].

7 A DOAR deixou de ser OBRIGATÓRIA.

8

9 CPC 03 Deliberação CVM nº 641/2010

10 OBJETIVO Evidenciar as alterações na situação Financeira da Entidade.

11 DRE Situação Financeira da Entidade Situação Econômica da Entidade DFC

12 DRE Evidenciação dos fluxos de Recebimentos e Pagamentos Evidenciação das Receitas e Despesas em função de seus Fatos Geradores Evidenciação das Receitas e Despesas em função de seus Fatos Geradores DFC

13 Na DFC, o termo CAIXA tem o sentido de DISPONIBILIDADES. 1) Caixa; 2) Bancos conta Movimento e; 3) Equivalentes Caixa [Aplicações de Liquidez Imediata].

14 Art. 188. As demonstrações referidas nos incisos IV e V do caput do art. 176 desta Lei indicarão, no mínimo: (Redação dada pela Lei nº 11.638,de 2007)

15 Fluxos Financeiros: a) das operações; b) dos financiamentos; c) dos investimentos.

16 1º) Método Direto 2º) Método Indireto

17 1º) Método Direto Receitas Recebidas (-) Despesas Pagas = Lucro Financeiro

18 A Cia. Alfa apresentou as seguintes informações referentes ao período X1 [valores em milhares de reais]: 1) Receitas Ganhas e Recebidas em X1 = 300 ; 2) Receitas Ganhas em X0 e Recebidas em X1=100;

19 3) Receitas Ganhas em X1 a serem recebidas em X2 = 200; 4) Receitas Antecipadas de Aluguéis recebidas em X1 = 80; 5) Despesas Incorridas e Pagas em X1 = 60; 6) Despesas Incorridas em X1 a serem Pagas em X2 = 30.

20 1) Receitas Ganhas e Recebidas em X1 = 300 D: Disponibilidades C: Receita de Vendas 300 Receita Recebida em X1 = R$ 300

21 2) Receitas Ganhas em X0 e Recebidas em X1=100; Em X0 D: Duplicatas a Receber C: Receita de Vendas 100

22 2) Receitas Ganhas em X0 e Recebidas em X1=100; Em X1 D: Disponibilidades C: Duplicatas a Receber 100 Receita Recebida em X1 = R$ 100

23 3) Receitas Ganhas em X1 a serem recebidas em X2 = 200; Em X1 D: Duplicatas a Receber C: Receita de Vendas 200 Receitas não recebidas em X1

24 4) Receitas Antecipadas de Aluguéis recebidas em X1 = 80; D: Disponibilidades C: Receitas Antecipadas 80 Receitas Recebidas em X1 = R$ 80

25 5) Despesas Incorridas e Pagas em X1 = 60; D: Despesas C: Disponibilidades 60 Despesas pagas em X1 = R$ 60

26 6) Despesas Incorridas em X1 a serem Recebidas em X2 = 30. D: Despesas C: Contas a Pagar 30 Despesas não pagas em X1

27 1) Receitas Ganhas e Recebidas 300 2) Receitas Recebidas 100 4) Receitas Antecipadas recebidas 80 5) (-) Despesas Incorridas e Pagas (60) Lucro Financeiro 420

28 2º) Método Indireto: Por este método, ajusta-se o Lucro Econômico para apuração do Lucro Financeiro.

29 Por este Método é necessário verificar o que acontece com as CONTRAPARTIDAS DAS CONTAS DE RESULTADO.

30 LLE Econômico Lucro Financeiro Ajustes

31 DRE Receitas que alteram as Disponibilidades +Receitas que não alteram as Disponibilidades (-) Despesas que alteram as Disponibilidades (-) Despesas que não alteram as Disponibilidades Lucro Líquido do Exercício

32 Obs: As Receitas e Despesas que não alteram as Disponibilidades devem ser eliminadas para a apuração do Lucro Financeiro.

33 1) Separar e Ajustar o LLE, eliminando o efeito das Receitas e Despesas que não alteram as CONTAS PATRIMONIAIS NÃO CIRCULANTES;

34 2) Verificar as Receitas e Despesas que alteram as OUTRAS CONTAS CIRCULANTES [que não sejam DISPONIBILIDADES] e eliminar os respectivos efeitos do LLE por meio da VARIAÇÃO destas OUTRAS CONTAS CIRCULANTES.

35 Disponibilidades Receitas Outras Contas Circulantes Receitas Contas Não Circulantes

36 Disponibilidades Despesas Outras Contas Circulantes [+/-] Despesas Contas Não Circulantes [+/-]

37 1) Receita de R$ 300 para recebimento a LP Clientes ANC: ARLP Receita 300 Resultado 300

38 2) Resultados Positivos de Equivalência Patrimonial de R$400. Investim/ ANC GEP 400 Resultado 400

39 3) Variações Cambiais Ativas de Direitos de LP de R$100. Clientes ANC: ARLP VCA 100 Resultado 100 R$

40 1) Variações Cambiais Passivas de Obrigações de LP com Fornecedores de R$ 80. Fornecedores PNC VCP 80 Resultado 80 R$

41 2) Depreciação de Bens do Imobilizado de R$ 60. Deprec. Acumul ANC: Imobilizado Encargos de Depreciação 60 Resultado 60 R$

42 3) Baixa de Bem do Imobilizado de R$ 200. Imobilizado ANC Outras Despesas 200 Resultado 200

43 1) Receita de R$ 500 para recebimento no período seguinte. Clientes AC Receita 500 Resultado 500

44 1) Despesas para pagamento no período seguinte de R$ 90. Ctas. a Pagar PC Despesas 90 Resultado 90

45 2) CMV relativo a Estoques adquiridos e pagos no período anterior. 2.1) Em X0 aquisição de R$ 100. Estoques AC Disponibilidades 100 AC 100 R$

46 2.2) Em X1, baixa dos Estoques. Estoques AC CMV 100 Resultado 100

47 3) CMV relativo a Estoques adquiridos e baixados em X1 a serem pagos no período seguinte X2. 3.1) Em X1 aquisição de R$ 200. Estoques AC Fornecedores 200 PC 200

48 3.2) Em X1, baixa dos Estoques. Estoques AC CMV 200 Resultado 200

49 LLE (-) Receitas com contrapartida em contas não circulantes c/ Variação a Débito + Despesas com contrapartida em contas não circulantes c/ Variação a Crédito + Outras Contas Circulantes c/ Variação a Crédito (-) Outras Contas Circulantes c/ Variação a Débito Lucro Líquido Financeiro

50 1) As Receitas e Despesas com contrapartida em contas não circulantes são eliminadas diretamente do LLE Contábil. 2) As Receitas e Despesas com contrapartida em Outras Contas Circulantes são eliminadas indiretamente por meio das variações nestas Outras Contas Circulantes.

51 A Cia Alfa, prestadora de serviços, iniciou suas atividades no período X1, apresentando as seguintes informações em 31.12.X1 [valores em milhares de reais].

52 Contas31.12.X031.12.X1 Clientes0,00600 Contas a Pagar0,00200 Despesas Antecipadas0,00100 Receitas de Serviços1.000 Despesas350

53 Apurar os seguintes valores: 1) Resultado do Exercício; 2) Receitas Recebidas; 3) Despesas Pagas e; 2) Resultado Financeiro.

54 Receitas ------------ 1.000 Despesas ------------ (350) LLE ----------------- 650

55 Receitas ----------------- 1.000 (-) Aumento de Clientes ---- (600) [Variação a Débito] Receitas Recebidas -------- 400

56 Caixa Receitas 1000600 Clientes 400

57 X1 X2 Receitas Realizadas 1000 Receitas Recebidas 400 Clientes 600

58 Caixa Despesas 350200 Contas a Pagar 400 Despesas Antecipadas 100 150 100

59 X1 X2 Despesas Incorridas 350 Despesas Incorridas 350 + Despesas Antecipadas 100 Contas a Pagar 200 Despesas Pagas 250 (200)

60 Despesas ----------------- 350 (-) Aumento de Contas a Pagar (200) + Despesas Antecipadas ------100 = Despesas Pagas ----------- 250

61 LLE ------------------- 650 (-) Aumento de Clientes--- (600) Var. Déb. + Aumento de Ctas. A Pag. 200 Var. Créd. (-) Aumento de Desp. Antecip. (100) Var. Déb Lucro Financeiro ----------- 150

62 Em 31.12.X2, a Cia. Alfa do exemplo 1, apresentou as seguintes informações:

63 Contas31.12.X131.12.X2 Clientes600900 Contas a Pagar200600 Despesas Antecipadas100300 Receitas de Serviços2.000 Despesas700

64 Apurar os seguintes valores: 1) Resultado do Exercício; 2) Receitas Recebidas; 3) Despesas Pagas e; 2) Resultado Financeiro.

65 Receitas ------------ 2.000 Despesas ------------ (700) LLE ----------------- 1.300

66 Receitas ---------------- 2.000 (-) Aumento de Clientes ---- (300) Débito [900 – 600] = Receitas Recebidas ------- 1.700

67 Caixa Receitas 2000600 Clientes 600 900 1.100

68 X0 X2 Clientes 600 (600) Receitas Recebidas em X1 600 X1 Receitas Realizadas 2000 (900) Receitas Realizadas 2000 (900) Clientes 900

69 Dados: Receita à Vista = R$ 100.000; Receita a Prazo = R$ 150.000; Compra de Mercadorias a Prazo = R$ 90.000; EI = 0,00 e EF = R$ 10.000; Despesas pagas = R$ 15.000; Despesas a prazo = R$ 20.000; Depreciação do Imobilizado = R$ 12.000; Fornecedores: SI = 0,00; SF = R$ 90.000.

70 Receita à Vista 100.000 Receita a Prazo 150.000 (-) CMV (80.000) EI + Compras – EF [Ø + 90.000 – 10.000] (-) Despesas pagas (15.000) (-) Despesas a prazo (20.000) (-) Encargos de Depreciação (12.000) LLE 123.000

71 1) Vendas a Prazo D: Clientes 150.000 C: RV 150.000 Variação A Débito Variação na conta Cliente 0,00 - 150.000 O Valor será diminuído do LLE

72 2) Compra de Mercadorias a Prazo D: Estoques 90.000 C: Fornecedores 90.000 Crédito 2.1) Baixa dos Estoques vendidos D: CMV 80.000 C: Estoques 80.000

73 3) Despesas a Prazo D: Despesas 20.000 C: Contas a Pagar 20.000 Crédito

74 4) Despesa de Depreciação D: Encargos de Depreciação C: Depreciação Acumul. 12.000 Crédito

75 Receita à Vista 100.000 Receita a Prazo 150.000 (-) CMV (80.000) EI + Compras – EF [Ø + 90.000 – 10.000] (-) Despesas pagas (15.000) (-) Despesas a prazo (20.000) (-) Encargos de Depreciação (12.000) LLE 123.000

76 LLE --------------------- 123.000 (-) Aumento de Clientes [Débito] (150.000) Neste Lançamento está sendo eliminada a Receita a Prazo.

77 + Aumento de Fornecedores[Crédito] 90.000 (-) Aumento de Estoques [Débito] (10.000) Nestes Lançamentos está sendo eliminado o CMV que não representa Despesa Paga [o CMV foi de R$ 80.000 [90.000 – 10.000].

78 + Aumento de Cts. a Pagar [Crédito] 20.000 Neste Lançamento está sendo eliminada Despesa Não Paga.

79 + Aumento da Depr. Acumulada 12.000 [Crédito] Neste Lançamento está sendo eliminada Despesa de Depreciação [Não Paga]. = LUCRO LÍQUIDO FINANCEIRO 85.000

80 1) Dos Sócios/Acionistas Fluxo de Entrada Sociedade Acionistas Integralização de Capital Social

81 1) Dos Sócios/Acionistas Fluxo de Saída Sociedade Acionistas Reembolso de Ações

82 2) De Terceiros Fluxo de Entradas Sociedade Terceiros Empréstimos e Financiamentos

83 2) De Terceiros Fluxo de Saída Sociedade Terceiros Pagamento do Principal

84 ATENÇÃO: 1) Pagamento dos Juros: Preferencialmente: Atividades Operacionais Secundariamente: Atividades de Financiam/

85 1) Aquisição de Imobilizado Fluxo de Saída Sociedade Terceiros

86 1) Venda de Imobilizado Fluxo de Entrada Sociedade Terceiros

87 2) Aquisição de Participações Societárias Fluxo de Saída Sociedade Coligadas/ Controladas Part. Societária

88 2) Alienação de Participações Societárias Fluxo de Entrada Sociedade Coligadas/ Controladas

89 ATENÇÃO: Preferencialmente deve ser classificada como Atividade Operacional

90 Contas31.12.X131.12.X2 Caixa0,00? Clientes1000900 PDD7063 Receita de Vendas10001500 Despesa c/ PDD7063

91 Contas31.12.X131.12.X2 Reversão de PDD0,0030 Perdas c/ Clientes0,00

92 Com base nos dados apontados, identificar o valor das vendas recebidas em X2.

93 Clientes 1000 % Estimativa de Perdas 7 % PDD 70 %

94 Despesa c/ PDD PDD 70

95 Rever. PDD PDD 70 1000 Clientes 40 960 Caixa 960 30

96 Caixa RV 1500 900 Clientes 600 960

97 Realizadas em X1 960 Realizadas em X2 600 TOTAL 1.560

98 Receitas de Vendas 1500 (-) Baixa da PDD [Var. a Débito] (40) + Redução de Clientes [Var. a Crédito] 100 Receitas Recebidas 1560

99 Despesa c/ PDD PDD 63

100 Contas31.12.X131.12.X2 Caixa0,00? Clientes1.0001.200 PDD7084 Receita de Vendas1.0001500 Despesa c/ PDD7084

101 Contas31.12.X131.12.X2 Reversão de PDD0,00 Perdas c/ Clientes0,0020

102 Com base nos dados apontados, identificar o valor das vendas recebidas em X2.

103 Clientes 1000 % Estimativa de Perdas 7 % PDD 70 %

104 Despesa c/ PDD PDD 70

105 Perdas Client. PDD 70 1000 Clientes 70 910 Caixa 910 20

106 Caixa RV 1500 1200 Clientes 300 910

107 Realizadas em X1 910 Realizadas em X2 300 TOTAL 1.210

108 Receitas de Vendas 1.500 (-) Baixa da PDD [Var. a Déb.] (70) (-) Perdas com Clientes (20) + Aumento de Clientes [Var. a Déb.] (200) Receitas Recebidas 1.210

109 Contas31.12.X131.12.X2 Caixa600? Clientes0,00 Estoques2000,00 Fornecedores0,00400 Receita de Vendas6001000

110 Contas31.12.X131.12.X2 CMV200600 Despesas100 Contas a Pagar0,00

111 Com base nos dados apontados, identificar o valor do Lucro Financeiro em X2.

112 Receita de Vendas 1000 (-) CMV (600) (-) Despesas (100) LLE 300

113 LLE [Econômico] 300 + Redução de Estoques [Var. Créd.] 200 + Aumento de Fornecedores [Var. Créd] 400 Lucro Financeiro 900

114 CMV Forneced. 400200 Estoques 200 400

115 Contas31.12.X131.12.X2 Caixa0,00? Compras400500 Fornecedores200300

116 Determinar o valor das Compras pagas no período X2.

117 Compras 500 (-) Variação de Fornecedores (100) Compras Pagas 400

118 Caixa Fornecedores 200 500 Compras 200 R$ 300 200


Carregar ppt "DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA CPC 03: DELIBERAÇÃO CVM N o 539."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google