A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Grupo de Pesquisas e Estudos em Educação Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ Centro de Ciências Biológicas Núcleo Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Grupo de Pesquisas e Estudos em Educação Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ Centro de Ciências Biológicas Núcleo Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento."— Transcrição da apresentação:

1 Grupo de Pesquisas e Estudos em Educação Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ Centro de Ciências Biológicas Núcleo Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento Científico - NPADC Educação Ambiental

2 INTERPRETAÇÃO AMBIENTAL Captar e traduzir as INFORMAÇÕES do Meio Ambiente Seres vivos X Ambiente físico Ambiente físico Problemática Ambiental ECOLOGIA

3 Integração SOCIO-AMBIENTAL º Conhecimento º Conscientização: parte integrante º Mudança de comportamento º Agente multiplicador º Qualidade de vida EDUCAÇÃO AMBIENTAL

4 Grande diversidade de eixos temáticos e abordagens ecopedagógicas Escolarização formal EF, EM, ES Não formal: Conhecimento/Esclarecimento Comunidade Crianças, adultos, melhor idade

5 Como fazer Educação Ambiental? Conferência de Tbilisi - Educação Ambiental (UNESCO): Considerar meio ambiente em sua totalidade: em seus aspectos natural, tecnológico, social, econômico, político, histórico, cultural, técnico, moral, ético e estético;

6 processo permanente e contínuo educação infantil Construir um processo permanente e contínuo, durante todas as fases do ensino formal, desde o início da educação infantil; enfoque interdisciplinar perspectiva global da questão ambiental; Aplicar um enfoque interdisciplinar, aproveitando o conteúdo específico de cada área, de modo a que se consiga uma perspectiva global da questão ambiental; questões ambientaislocal, regional, nacional e internacional; Examinar as principais questões ambientais do ponto de vista local, regional, nacional e internacional;

7 questões ambientais atuais e naquelasque podem surgir Concentrar-se nas questões ambientais atuais e naquelas que podem surgir, levando-se em conta a perspectiva histórica; cooperação local Insistir no valor e na necessidade da cooperação local, nacional e internacional, para prevenir os problemas ambientais; desenvolvimento e crescimento Considerar explicitamente os problemas ambientais nos planos de desenvolvimento e crescimento;

8 participação dos alunos na organização de todas as suas experiências de aprendizagem. Promover a participação dos alunos na organização de todas as suas experiências de aprendizagem. alunos de todas as idades sensibilização ao meio ambiente, a aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes sensibilizar os mais jovens para os problemas ambientais existentes na sua própria comunidade; Estabelecer para os alunos de todas as idades uma relação entre a sensibilização ao meio ambiente, a aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes, para resolver problemas e clarificação de valores, procurando, principalmente, sensibilizar os mais jovens para os problemas ambientais existentes na sua própria comunidade;

9 os sintomas e as causas dos problemas ambientais; Ajudar os alunos a descobrirem os sintomas e as causas dos problemas ambientais; a complexidade dos problemas ambientais atitudes necessárias para resolvê-los; Ressaltar a complexidade dos problemas ambientais e, em conseqüência, a necessidade de se desenvolver o sentido crítico e as atitudes necessárias para resolvê-los; diversos ambientesfinalidade educativa ampla gama de métodos ressaltando principalmente as atividades práticas e as experiências pessoais. Utilizar diversos ambientes com a finalidade educativa e uma ampla gama de métodos para transmitir e adquirir conhecimento sobre o meio ambiente, ressaltando principalmente as atividades práticas e as experiências pessoais.

10 É o mesmo que ensinar/aprender a ler e a escrever. É dar/receber outros instrumentos e modelos de ação. É criar um outro cidadão, que pensa e age de outra maneira. A problemática ambiental tem, realmente, esta componente especial. É que não basta que as pessoas saibam o que fazer. É necessário que façam. Não é, portanto, um problema de saber, é um problema de ação. E, para fazer essa ação, claro que precisam de saber. (Educação Ambiental Como fazer? Paula Silveira - Dez 2001)

11 As vertentes da Educação Ambiental Hildegard Magdalena Klever Krause Ecológico-Preservacionista Separação entre o mundo construído e o mundo natural, sem considerar as relações entre ambos. Separação entre o mundo construído e o mundo natural, sem considerar as relações entre ambos. A natureza é compreendida como o que está fora das realizações humanas, esquecendo- se que o homem é também uma espécie biológica de caráter especial, cujo processo adaptativo requer transformações dos ecossistemas. A natureza é compreendida como o que está fora das realizações humanas, esquecendo- se que o homem é também uma espécie biológica de caráter especial, cujo processo adaptativo requer transformações dos ecossistemas. O homem e a natureza são vistos como entidades abstratas e separadas, onde o primeiro é culpado pela destruição da segunda (Minini 1993). O homem e a natureza são vistos como entidades abstratas e separadas, onde o primeiro é culpado pela destruição da segunda (Minini 1993). América latina

12 Prega a paralisação do desenvolvimento, única forma de evitar o futuro catastrófico do planeta. Prega a paralisação do desenvolvimento, única forma de evitar o futuro catastrófico do planeta. A solução segundo esta visão, está nas sociedades naturais e primitivas. A solução segundo esta visão, está nas sociedades naturais e primitivas. Outra característica marcante desta tendência é a exaltação do verde pelo verde e ao Sentimento de amor pela natureza. Outra característica marcante desta tendência é a exaltação do verde pelo verde e ao Sentimento de amor pela natureza. A natureza é compreendida como sagrada, não devendo ser tocada, violada pelo homem, ocultando os conflitos derivados da desigualdade de acesso aos recursos naturais, uma visão que não analisa historicamente as relações do homem com a natureza e com os outros homens. A natureza é compreendida como sagrada, não devendo ser tocada, violada pelo homem, ocultando os conflitos derivados da desigualdade de acesso aos recursos naturais, uma visão que não analisa historicamente as relações do homem com a natureza e com os outros homens.

13 Educar é educar para a preservação e conservação da natureza, numa perspectiva de desenvolver a nível individual novos valores e novas atitudes éticas sem que isto implique numa análise econômica e social dos problemas ambientais. Pontos positivos: As mudanças individuais trarão como conseqüência a mudança das relações homem-natureza O conhecimento originado da experiência concreta é bastante valorizado Os processos de educação não-formal são privilegiados, ao tempo em que se faz uma crítica a Educação Tradicional, fechada e distanciada da realidade concreta natural e social, fragmentada, transmissora dos valores e da ideologia vigentes, sendo incapaz de formar o cidadão criativo e participante diante da complexidade da sociedade contemporânea.

14 Sócio-Ambiental Entende meio ambiente como um processo histórico de inter-relações entre as sociedades humanas e os ecossistemas naturais e postula uma compreensão dessas inter-relações mediada pela análise dos estilos de desenvolvimento adaptados e suas conseqüências sociais e biológicas (Minini, 1993). Entende meio ambiente como um processo histórico de inter-relações entre as sociedades humanas e os ecossistemas naturais e postula uma compreensão dessas inter-relações mediada pela análise dos estilos de desenvolvimento adaptados e suas conseqüências sociais e biológicas (Minini, 1993). Desta forma os problemas ambientais não são catástrofes inevitáveis e sim resultados históricos de uma determinada forma de relação sociedade- natureza, cuja solução evidencia-se como desafio à construção de novos conhecimentos, novas formas de relação, novas concepções e novos valores. Dentro desta perspectiva, a escola é uma instância social, que pode reproduzir o modelo social em que se encontra, ou pode, a partir dos conflitos e contradições que abriga em seu interior, transformar-se num espaço de luta contra a manutenção das relações sociais que geram um ambiente desequilibrado.

15 Pode também transformar-se num espaço de geração de novos conhecimentos, criação de novas concepções, que serão criados a partir do domínio do conhecimento historicamente construído, da análise crítica da realidade social e seu estilo de desenvolvimento; do desvelamento dos conflitos e contradições presentes na sociedade. Pode também transformar-se num espaço de geração de novos conhecimentos, criação de novas concepções, que serão criados a partir do domínio do conhecimento historicamente construído, da análise crítica da realidade social e seu estilo de desenvolvimento; do desvelamento dos conflitos e contradições presentes na sociedade. Bem como da criação de atividades que propiciem a participação do aluno, como forma de desenvolver a cidadania consciente, comprometida e responsável pelo rumos de seu meio ambiente (sua realidade natural e social). Bem como da criação de atividades que propiciem a participação do aluno, como forma de desenvolver a cidadania consciente, comprometida e responsável pelo rumos de seu meio ambiente (sua realidade natural e social). A escola não poderá estar alheia à comunidade em que se encontra, antes deverá prestar-lhe serviço no que se refere a sua problemática específica. A escola não poderá estar alheia à comunidade em que se encontra, antes deverá prestar-lhe serviço no que se refere a sua problemática específica.

16 Correntes Conservacionista Educação Ao Ar Livre Gestão Ambiental Economia Ecológica Vinculada a Biologia: países desenvolvidos; causas e conseqüências da degradação ambiental. Aspecto mais cultural, envolve desde os antigos naturalistas até os adeptos do movimento escoteiro e dos grupos de espeleologia, montanhismo e outras modalidades de lazer e ecoturismo. Mais próxima da política, envolve os movimentos sociais (especialmente latino- americanos) movimentos por liberdades democráticas luta contra a poluição gerada por um sistema predador do ambiente e do ser humano. Pensamento econômico, ecodesenvolvimento. Influência no sistema monetário nacional e internacional

17 Declaração de Brasília para a Educação Ambiental Região Norte No momento em que a Região Norte desperta para valorizar seus recursos, devemos rever os problemas ambientais inerentes a região. Esse procedimento é necessário pois, com a proximidade do terceiro milênio o desenvolvimento sustentável vem ao encontro das carências e das realizações de uma região rica que, até alguns anos atrás, desconhecia suas potencialidades. Hoje, os estados que a compõem estão buscando efetivamente uma participação no processo de condução do desenvolvimento da região. Integrar os diferentes povos, reunindo conhecimentos tradicionais sobre a natureza, com a contribuição da biotecnologia, é um desafio que poucas regiões do mundo podem experimentar.

18 É nesse contexto que a educação ambiental assume o papel de um grande instrumento de integração e valorização que nos levará a atingir um grau maior de responsabilidade, fazendo- nos co-participantes desse processo de transformação. O momento é oportuno para que analisemos nossos problemas, sugerindo soluções práticas e razoáveis, compatíveis com a realidade e comprometidas com a conservação do meio ambiente. Uma política para a educação ambiental deverá ser pensada, considerando as políticas públicas, a gestão ambiental, os fatores fundamentais de mudança de atitudes e transformação da sociedade. Não podemos esquecer que o conhecimento dos povos tradicionais e indígenas deverá ser contemplado nas definições de ações e metodologias aplicadas à Região Norte.

19 DESENVOLVER no alunado, na comunidade um CONHECIMENTO sobre formas de preservação e conservação do meio ambiente. APRENDER a REGULAR o próprio COMPORTAMENTO em função da PROTEÇÃO DA NATUREZA. Conhecimento X Questionamento Relação HOMEM X NATUREZA Promover mudança de comportamento Agentes multiplicadores do processo

20 Alunado/Comunidade Proteção e sustentabilidade dos recursos naturais Ex: economia de energia, lixo doméstico (redução e formas de tratamento), coleta seletiva, etc. Sensibilização e Conscientização: responsabilidades e ação imediata na problemática ambiental Conceitos e ações Aspectos no dia-a-dia

21 OBRIGADUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!! E tchau!!!!!! Socorroooo!

22


Carregar ppt "Grupo de Pesquisas e Estudos em Educação Ambiental UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ Centro de Ciências Biológicas Núcleo Pedagógico de Apoio ao Desenvolvimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google