A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

HISTÓRIA DA ARTE historiativanet.wordpress.com Arte Românica Arte Gótica Arte Renascentista historiativanet.wordpress.com 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "HISTÓRIA DA ARTE historiativanet.wordpress.com Arte Românica Arte Gótica Arte Renascentista historiativanet.wordpress.com 1."— Transcrição da apresentação:

1 HISTÓRIA DA ARTE historiativanet.wordpress.com Arte Românica Arte Gótica Arte Renascentista historiativanet.wordpress.com 1

2 Características gerais Características das igrejas românicas Arte Românica 2 historiativanet.wordpress.com

3 A arte Românica A arte românica surge a partir dos trabalhos nas oficinas da corte de Carlos Magno Leva esse nome pela semelhança com as construções romanas. Engloba as edificações construídas na Europa nos séculos XI e XII. As igrejas eram construções fortes, de grossas paredes, e eram chamadas de Fortaleza de Deus. Fig.1: Obra: Igreja da Sé do Porto (séc. XII / XIII) Local: Cidade do Porto, Portugal historiativanet.wordpress.com 3

4 As igrejas românicas Fig.2: Sé de Coimbra (séc. XII) Local: Coimbra, Portugal Era comum a prática da peregrinação nos séculos XI e XII pela Europa. Estes desejavam alcançar em sua viagem lugares santos, tais como Jerusalém, Santiago de Compostela. Nos vilarejos ou cidades que se encontravam na rota desses viajantes, as igrejas serviam de abrigo para os peregrinos. Observas-se a construção das igrejas em forma de cruz com uma torre formada no entroncamento. Ao lado do corredor agregou-se corredores que conteriam as relíquias e obras de arte da igreja, afim de que quem queira apreciá-los não atrapalhe os que estão nos bancos. Era comum a prática da peregrinação nos séculos XI e XII pela Europa. Estes desejavam alcançar em sua viagem lugares santos, tais como Jerusalém, Santiago de Compostela. Nos vilarejos ou cidades que se encontravam na rota desses viajantes, as igrejas serviam de abrigo para os peregrinos. Observas-se a construção das igrejas em forma de cruz com uma torre formada no entroncamento. Ao lado do corredor agregou-se corredores que conteriam as relíquias e obras de arte da igreja, afim de que quem queira apreciá-los não atrapalhe os que estão nos bancos. historiativanet.wordpress.com 4

5 As igrejas românicas Numa época em que o analfabetismo muitíssimo comum, as igrejas recorriam a pinturas e esculturas com temas bíblicos como adorno e objeto de instrução de fiéis. Não é gratuita a forma da nave da igreja, com o púlpito à frente dos fiéis sentados, muito parecida com uma sala de aula que conhecemos hoje, não? Fig.3:Planta de catedral Românica historiativanet.wordpress.com 5

6 Características gerais Arquitetura Gótica A catedral de Notre Dame Os vitrais góticos Os manuscritos A pintura gótica Giotto e Jan Van Eyck Arte Gótica 6 historiativanet.wordpress.com

7 Arquitetura Gótica A arquitetura gótica desenvolveu-se a partir do séc. XII, início da Baixa Idade Média. O comércio crescia assim como a vida urbana. A arquitetura gótica acabou por representar esse novo momento. A nova arquitetura que surgia recebeu esse nome por sua aparência bárbara. Estudiosos acreditavam na época que poderia ser fruto dos godos, povo que invadiu o Império Romano e destruiu muitas obras romanas. Fig.4:Basílica de São Denis (1140) Local: Paris historiativanet.wordpress.com 7

8 Características da Arquitetura Gótica A presença de mais de um portal de acesso à igreja na fachada é o grande diferencial da arquitetura gótica em relação à arquitetura românica. Os arcos ogivais, que permitiram a construção de abóbodas com arestas expostas é a principal marca da arquitetura gótica A presença de rosáceas na fachada das igrejas também é uma notável característica gótica Fig.5: A imagem acima mostra de forma nítida as arestas expostas. Basílica de Saint-Danis (1140) 8 historiativanet.wordpress.com

9 A Catedral de Notre Dame A construção da Catedral de Notre Dame, em Paris, iniciou- se em A igreja se destaca por sua grandiosidade (comprimento:150,20 metros /Altura: 32,50 metros) A grande inovação técnica dessa construção é a introdução de arcobotante, que proporcionaram paredes laterais mais altas 9 historiativanet.wordpress.com Fig.6:O arcobotante são grandes aberturas laterais que transferem a pressão da abóboda superior de uma parede para os contrafortes.

10 O esplendor dos vitrais góticos Uma marca registrada das Igrejas Góticas são os exuberantes vitrais, colocados na abertura das paredes. Um complexo trabalho artesanal que permitiu a elaboração de belas obras. A luz do sol atravessa os pequenos pedaços de vidro, criando um ambiente sereno e multicolorido. 10 historiativanet.wordpress.com Fig.6: Vitral: Árvore de Jessé (séc. XII) Local: Igreja de Chartres

11 Os manuscritos ilustrados Os manuscritos eram feitos de velino, que era pele de cordeiro ou vitela curtida. O trabalho decorativo que acompanha os textos ficou conhecido como iluminuras. Destaca-se a produção de um tipo de bíblia que através de imagens retratava passagens bíblicas, pouco utilizando a escrita. 11 historiativanet.wordpress.com Fig.7: Iluminura Gótica

12 A Pintura Gótica Sua principal particularidade foi a busca pela representação realista os seres presentes nas representações Giotto foi um expoente gótico do século XIV. Sua obra foi marcada pela representação dos santos com aparência de homens comuns. A pintura de Giotto acabou por refletir a dinâmica vida urbana que crescia em importância. A visão humanista do mundo é o anuncio de uma nova concepção de mundo 12 historiativanet.wordpress.com

13 Algumas obras de Giotto 13 historiativanet.wordpress.com Fig.8 Obra: Reino de São Joaquim entre os pastores Local: Afresco da Capela dos Scrovegni, Padua Fig.9 Obra:A Lamentação Local: Capella degli Strovegni.

14 A obra do pintor Jan Van Eyck O Casal Arnolfini (fig.) retrata com realismo e uma extrema riqueza de detalhes as vestes de um rico comerciante do século XV. A obra de Van Eyck valoriza o ambiente urbano, sinalizando em termos técnicos e simbólicos transformações que ocorriam na sociedade 14 historiativanet.wordpress.com Fig. 10 Obra: Casal Arnolfini Local: National Gallery, Londres.

15 Contexto Histórico Os mecenas Artistas renascentistas Arte Renascentista 15 historiativanet.wordpress.com

16 O contexto histórico O Renascimento Cultural representou o marco da transição da cultura medieval para a cultura moderna. Configurou-se como um movimento intelectual, artístico, filosófico, científico e literário. Desenvolveu-se a partir do final do século XIV, na Península Itálica, mas teve seu auge durante o século XVI Os renascentistas valorizavam a cultura greco-romana, retomando ideais antigos. O homem passou a ser valorizado, gerando príncipios como o antropocêntrismo, o individualismo, humanismo e hedonismo 16 historiativanet.wordpress.com

17 Os mecenas O mecenato consistiu no financiamento de artistas, o que acabou incentivando o movimento e reconfigurando a figura do artista, que passa a ser mais valorizado na sociedade. Nobres, burgueses, reis e papas buscavam a afirmação de seu poder na contratação dos artistas mais renomados. 17 historiativanet.wordpress.com Fig.11:O teto da Capela Sistina foi uma encomenda do Papa Júlio II à Michelângelo. Obra: Capela Sistina Local: Vaticano

18 Os artistas renascentistas Anteriormente a formação da Europa moderna, os artistas medievais ficavam completamente esquecidos. As obras eram feitas em nome da Igreja ou do Rei, em nome de Deus, e não havia necessidade de uma assinatura do artista. Não que não houvesse reconhecimento, mas os registros para posteridade não existiam. As obras de arte eram religiosas ou submetidas ao poder Real e não diziam respeito à pessoa do artista. Porém, o Renascimento vem se mostrar uma época de liberdade e, consequentemente de individualismo. Surge nesse bojo o artista que conhecemos hoje: um homem responsável por execução de obras com seus sentimentos e expressões. 18 historiativanet.wordpress.com Fig:12 Obra: Michelângelo (autoretrato) Fig:14 Obra: Rafael Sanzio (autoretrato) Fig:13 Obra: Sandro Boticelli (autoretrato) Fig:15 Obra: Leonardo da Vinci (autoretrato)

19 Rafael Sanzio ( ) Destacou-se pela representação dos ideais clássicos de beleza, ou seja, a harmonia e s regularidade de formas e cores Suas obras estão dispostas em um espaço amplos, claros, com simetria equilibrada. Evitou o excesso de detalhe e o decorativismo. 19 historiativanet.wordpress.com Fig.16 Obra: A Transfiguração Autor: Sandro Boticcelli Local: Museus Vaticano

20 Rafael Sanzio ( ) A Escola de Atenas é uma importante obra de Rafael. O classicismo é a característica latente. No centro da imagem estão Platão e Aristóteles. Ao redor agrupam-se outros sábios e estudiosos. 20 historiativanet.wordpress.com Fig.:17 Obra: A Escola de Atenas Autor: Rafael Sanzio Local: Vaticano

21 Sandro Boticelli ( ) A expressão do ideal da beleza foi um das características mais relevantes desse artista. Boticelli acreditava que a beleza estava associada ao ideal cristão da graça divina. A Primavera (fig.) representa o mundo pagão envolto por deuses como Vênus, Flora e Zéfiro. 21 historiativanet.wordpress.com Fig.:18 Obra: A primavera Autor: Sandro Boticelli Local: Galeria Uffizi, Florença

22 Leonardo da Vinci ( ) Realizou trabalhos artísticos e científicos em áreas diversas. O Sfumato foi uma técnica desenvolvida por Leonardo Da Vinci que elimina os traços que limitam as imagens. Uma espécie de dégradé de cores que a imagem com limites mais tênues, mais reais. 22 historiativanet.wordpress.com Fig.:19 Obra: Monalisa Autor: Leonardo da Vinci Local: Museu do Louvre, Paris

23 Arquitetura Renascentista A arquitetura renascentista não vai ter suas paredes reforçadas ou torres que tocavam o céu. Mas procurava-se uma obra perfeita, no interior da qual de todos os pontos se tinha a mesma compreensão visual do local. A construção baseava-se em cálculos matemáticos, de modo a deixar explícitos a ordem e disciplina que havia naquele lugar a qualquer um dos visitantes, de qualquer ponto em que este esteja. historiativanet.wordpress.com 23

24 Escultura Renascentista O mais importante escultor do Renascimento foi Michelangelo. As características renascentistas advém da sua concepção do ser humano. Uma confiança na beleza e na capacidade da raça, que se transfigura nas esculturas como uma espécie de virtude interior, sentimento verdadeiro e consciência por parte das figuras humanas retratadas. historiativanet.wordpress.com 24

25 Davi, de Michelangelo. Os ideais de beleza greco-romanos explícitos dialogam com a força da expressão heróica de Davi. Algumas desproporções (tamanho da mão, por exemplo) passam a idéia de um jovem adulto, pronto para enfrentar qualquer desafio. historiativanet.wordpress.com 25


Carregar ppt "HISTÓRIA DA ARTE historiativanet.wordpress.com Arte Românica Arte Gótica Arte Renascentista historiativanet.wordpress.com 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google