A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Efeitos do ruído no organismo Fga. Pierangela Nota Simões Outubro de 2004.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Efeitos do ruído no organismo Fga. Pierangela Nota Simões Outubro de 2004."— Transcrição da apresentação:

1 Efeitos do ruído no organismo Fga. Pierangela Nota Simões Outubro de 2004

2 Aparelho auditivo AudiçãoEquilíbrio

3 Alerta constante Discriminação de milhares de sons Localização da direção e distância do som Manutenção do equilíbrio

4 O caminho do som

5 Presbiacusia Declínio da audição por desgaste natural Início da perda auditiva nas freqüências agudas

6 Fatores prejudiciais Infecções Intoxicação por agentes químicos Ações mecânicas Exposição a RUÍDOS

7 Sudão Africanos com 60 anos de idade, residentes em um ambiente isento de ruído, apresentaram audição tão boa quanto americanos de 25 anos

8 Reflexo acústico Sistema de proteção da orelha média Ativado por sons com intensidade considerada crítica Provoca uma resistência à passagem da onda sonora que entrou no CAE

9 Som e ruído Composto de várias freqüências que se relacionam harmonicamente Superposição de várias freqüências sem relação harmônica É um som inconstante, instável e irregular

10 Ruído Som que traz uma sensação auditiva desagradável e perturbadora InesperadoInoportunoIntenso

11 Poluição Sonora Ruído: 3ª principal causa de poluição mundial Contaminação atmosférica através da energia mecânica

12 Preocupação antiga Grécia atividades de caldeira proibidas dentro dos limites da cidade atividades de caldeira proibidas dentro dos limites da cidade Vale do Rio Nilo audição reduzida devido ao barulho provocado pelas cataratas

13 Revolução industrial Modificações na sociedade, principalmente no que se refere aos meios de produção Máquinas cada vez maiores e mais ruidosas contribuíram substancialmente para agravar o problema do ruído

14 Ruído e surdez Bernardo Ramazzini (1700) Relação entre o ruído e a perda auditiva advinda do ambiente de trabalho Relação entre o ruído e a perda auditiva advinda do ambiente de trabalho Fosbroke (1831) Surdez entre ferreiros Surdez entre ferreiros Barr (1890) Pesquisa com 100 caldereiros revelou que nenhum deles tinha audição normal Pesquisa com 100 caldereiros revelou que nenhum deles tinha audição normal

15 Som eletroacústico Multiplicação dos eventos sonoros Disseminação do som por meio da amplificação Afastamento dos sons de seus contextos originais

16 Paisagem sonora Ambiente sonoro Eventos sonoros são condicionados a determinadas épocas

17 Sino Utilizado antigamente atrair a atenção dos fiéis ou para chamar clientes Perda do simbolismo sonoro devido à competição com o ruído ambiental das cidades modernas

18 Sirene Inventada na primeira metade do século XIX Aumento médio no sinal dos veículos de emergência de 20 a 25 dB em 60 anos

19 Ruído urbano Aumento médio de ½ dB a cada ano

20 OMS: 1980 Ruído perturbar o trabalho, o descanso, o sono e a comunicação perturbar o trabalho, o descanso, o sono e a comunicação prejudicar a audição prejudicar a audição provocar reações psicológicas e fisiológicas provocar reações psicológicas e fisiológicas

21 Efeitos fisiológicos Distúrbios circulatórios Distúrbios no aparelho digestivo Distúrbios hormonais Alterações no sistema imunológico Distúrbios metabólicos Alterações no SNC

22 Efeitos psicológicos Dificuldade de concentração Comprometimento na comunicação CansaçoIsolamentoAgressividade Alterações no estado de humor Insônia

23 Sono 35 dB: limiar para condições ótimas de sono 50 dB: intervalos breves de sono profundo seguidos de sensação de fadiga ao despertar

24 1991 pesquisadores estudaram em uma população de metalúrgicos a alta prevalência de queixas como: dores de cabeça dores de cabeça alterações gastrointestinais alterações gastrointestinais insônia e tontura insônia e tontura nervosismo e irritabilidade nervosismo e irritabilidade dificuldades de comunicação e zumbido dificuldades de comunicação e zumbido

25 Efeitos do ruído na audição Trauma acústico Mudança temporária do limiar Perda auditiva induzida pelo ruído

26 Trauma acústico Perda auditiva provocada por uma única exposição a níveis sonoros muito intensos Sintomas imediatos: dor, zumbido e sensação de ouvido tampado Lesão em O.M ou O.I. Perda auditiva uni ou bilateral

27 Mudança temporária do limiar Redução do limiar auditivo após algumas horas de exposição a níveis sonoros intensos Diminuição da sensação auditiva e zumbido que persistem por um curto período de tempo depois de cessado o estímulo Perda temporária e reversível

28 PAIR Decorrente da exposição continuada a níveis sonoros muito intensos Progressiva e irreversível Bilateral Início nas freqüências altas

29 Legislação Limite máximo de exposição a 85 dB por 8 horas de trabalho Prevenção nos países industrializados a partir de 1970

30 Intensidade X tempo de exposição IntensidadeTempoExemplo 85 dB8 horas 90 dB4 horas 95 dB2 horastráfego intenso 100 dB1 hora 105 dB½ hora estádio show de rock 110 dB¼ horaturbina furadeira telefone 70 dB--- cão latindo 60 dB--- ar condicionado

31 Ruído Urbano 1991 OMS indicou São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte entre as 5 cidades mais ruidosas do mundo

32 Curitiba Pesquisa realizada com 808 usuários de 60 ônibus do tipo ligeirinho e biarticulado 60% referiram incômodo com o ruído de tráfego 60% referiram incômodo com o ruído de tráfego O nível de ruído dentro dos ônibus nas avenidas mais movimentadas chegou a 81 dB O nível de ruído dentro dos ônibus nas avenidas mais movimentadas chegou a 81 dB Índice médio de 76 dB Índice médio de 76 dB

33 Motoristas e cobradores Vulneráveis a transtornos psicológicos Aumento do índice de violência no trânsito Crescimento da violência urbana

34 Usuários Irritação Dores de cabeça Dificuldade de comunicação

35 2000 O ruído no trânsito diminuiu 9,4% entre 1992 e 2000 Com a instalação de radares e redução dos limites de velocidade nas áreas centrais e residenciais, o barulho caiu para menos de 65 dB

36 2002 Questionário sobre o ruído de rua 44% referiu que incomodava às vezes 44% referiu que incomodava às vezes 32% sentia-se regularmente incomodado 32% sentia-se regularmente incomodado 60% respondeu que o ruído de sua rua aumentou recentemente Ruído gerado no trânsito e na vizinhança

37 Fiscalização Lei de dezembro de 2002 Dispõe sobre ruídos urbanos, proteção do bem estar e do sosego público Estabelece níveis de pressão sonora máximos em função da zoneamento da cidade

38 Legislação anti-ruído Lei promulgada por Júlio César em 44 a.C. Século XIII: Inglaterra proibiu a presença de ferreiros em determinadas áreas

39 Legislação nacional Grã-BretanhaFrançaAlemanhaPolôniaSuéciaTurquiaVenezuela

40 Legislação municipal Canadá, Austrália e E.U.A Legislação delineada pelas províncias e aperfeiçoada pelos municípios

41 Particularidades Estatutos anti-ruído não são arbitrários, são criados pelas sociedades Leis que revelam diferentes atitudes culturais em relação a eventos sonoros

42 Gênova Regulamento di Polizia Comunale (1969) Art. 65: das 21 às 7 horas as venezianas devem ser abertas e fechadas o mais silenciosamente possível Art. 70: o jogo de bocha não pode ser praticado após a meia noite

43 Bonn Bater tapetes e colchas somente é tolerado nos dias da semana entre 8 horas e o meio dia, e às sextas-feiras das 15 às 21 horas

44 Legislação universal A legislação contra os alto-falantes e a música amplificada é comum em todo o mundo

45 Ruídos em casa e no lazer Bares e casas de show CinemasBrinquedosEletrodomésticos Academias de ginástica Walk-man

46 Eletrodomésticos Lei 8.078/90 Proibe o fornecimento de produtos e serviços potencialmente nocivos ou prejudiciais à saúde (art. 10) Barulho X eficiência

47 Academias Pesquisa realizada com 20 professores em academias de ginástica na cidade de Fortaleza Exame audiométrico 20% com perda sensorioneural bilateral 20% com perda sensorioneural bilateral 10% com perda sensorioneural unilateral 10% com perda sensorioneural unilateral Dificuldade na comunicação e desconforto a sons fortes

48 Walk-man Estudo realizado com 20 jovens expostos ao uso de walk-man durante 60 minutos na intensidade máxima tolerada (87 a 113 db) Exame Audiométrico: hipoacusia condutiva e zumbido

49 Os maiores ruídos do mundo são tecnológicos; assim, o colapso da tecnologia os eliminaria. Murray Shaffer, 2001

50 Educação ambiental Ações conjuntas de órgãos públicos e da população em geral para a criação de programas de educação ambiental que visem a prevenção da poluição sonora

51 Pesquisa de preferência sonora


Carregar ppt "Efeitos do ruído no organismo Fga. Pierangela Nota Simões Outubro de 2004."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google