A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Autopsicografia Fernando Pessoa O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente. E os que lêem o que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Autopsicografia Fernando Pessoa O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente. E os que lêem o que."— Transcrição da apresentação:

1 Autopsicografia Fernando Pessoa O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente. E os que lêem o que escreve, Na dor lida sentem bem, Não as duas que ele teve, Mas só a que eles não têm. E assim nas calhas de roda Gira, a entreter a razão, Esse comboio de corda Que se chama coração.

2 Os trilhões de células de nosso corpo precisam de água e de variados tipos de nutrientes, além de um suprimento ininterrupto de gás oxigênio e eliminação do gás carbônico e outras excretas. Essas demandas são supridas pelo sistema cardiovascular.

3 Coração Humano Anatomia do coração

4 Coração

5

6 Coração: pericárdio, miocárdio endocárdio.

7 Movimentos do coração: Sístole e Diástole Ciclo Cardíaco Uma sequência completa de sístoles e diástoles das câmaras do coração é chamada de ciclo cardíaco e dura cerca de 0,8 segundos. O relaxamento é chamado de diástole e a câmara cardíaca enche-se de sangue. A contração é chamada sístole e ela impulsiona o sangue para fora do coração.

8 Ciclo Cardíaco O início do ciclo cardíaco é marcado pela sístole dos átrios, que bombeiam sangue para o interior dos ventrículos, que estão em diástole. Depois, os ventrículos entram em sístole e bombeiam sangue para as artérias pulmonar e aorta. As valvas atrioventriculares se fecham evitando o refluxo de sangue para os átrios, que estão em diástole e recebem o sangue do corpo e do pulmão. Ao ocorrer a sístole atrial, terá início um novo ciclo.

9 Vasos sanguíneos

10 Coração

11 Pequena Circulação Circulação Pulmonar A sístole do ventrículo direito lança o sangue venoso na artéria pulmonar. A artéria pulmonar divide-se em duas, levando o sangue para os dois pulmões. As artérias dividem-se em arteríolas e estas em capilares pulmonares. Ao nível dos capilares pulmonares o sangue venoso liberta gás carbônico e recebe gás oxigênio, transformando-se em sangue arterial. Este processo designa-se de hematose pulmonar. Os capilares juntam-se formando vênulas e estas originam quatro veias pulmonares, duas de cada pulmão. As veias pulmonares conduzem o sangue para o átrio esquerdo, concluindo-se a pequena circulação ou circulação pulmonar. O caminho do sangue entre o coração – pulmão e retorno ao coração.

12 Grande Circulação Circulação Sistêmica A sístole do ventrículo esquerdo lança o sangue arterial na artéria aorta. A artéria aorta ramifica-se, levando o sangue arterial para todos os órgãos e tecidos. As artérias dividem-se em arteríolas e estas em capilares sanguíneos. Ao nível dos capilares sanguíneos, o sangue arterial liberta gás oxigênio e recebe gás carbônico das células, transformando-se em sangue venoso. A respiração celular, é o processo que produz energia e o gás carbônico que precisa ser eliminado da célula. Os capilares juntam-se formando vênulas e estas formam as veias cava inferior e superior. As veias cavas conduzem o sangue venoso para o átrio direito, concluindo-se a grande circulação ou circulação sistêmica. O caminho do sangue entre o coração – corpo e retorno ao coração.

13 Grande Circulação - Circulação sistêmica

14 Curiosidades Se pudéssemos seguir o percurso de uma gota de sangue, vê-la-íamos passar pelo coração mais de 1000 vezes por dia; O coração bate num dia mais de 100 mil vezes; O sistema cardiovascular contém, em média, 4,5 litros de sangue; O coração de um recém-nascido bate entre 130 e 140 vezes num minuto; o de um adulto, entre 60 e 80 vezes; Um milímetro cúbico de sangue contém cerca de 5 milhões de glóbulos vermelhos.


Carregar ppt "Autopsicografia Fernando Pessoa O poeta é um fingidor. Finge tão completamente Que chega a fingir que é dor A dor que deveras sente. E os que lêem o que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google