A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DIRETORIA DE APOIO PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS DESAFIOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DIRETORIA DE APOIO PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS DESAFIOS."— Transcrição da apresentação:

1 SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DIRETORIA DE APOIO PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS DESAFIOS NA IMPLANTAÇÃO DA ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL REDE ESTADUAL DE ENSINO

2 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO É um Programa instituído pelo Governo Federal visando ampliar o atendimento escolar nos períodos em que as crianças e jovens estão na sala de aula, contribuindo para a diminuição das desigualdades educacionais.

3 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Princípios traduzidos pela compreensão do direito de aprender como inerente o direito à vida, à saúde, à liberdade, ao respeito, à dignidade e à convivência familiar e comunitária; e como condição para o próprio desenvolvimento de uma sociedade democrática.

4 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Instituído pela Portaria Interministerial nº 17/2007 e pelo Decreto de 27/01/2010; Integra as ações do Plano de Desenvolvimento da Educação ( PDE) ; Operacionalizado pela Secretaria de Educação Básica, por meio do Programa Dinheiro Direto na Escola ( PDDE,), do Fundo Nacional de Educação( FNDE);

5 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Objetivos: Criar hábitos de estudos Aprofundar os conteúdos vivenciados no turno regular Vincular as atividades pedagógicas, às rotinas diárias de alimentação, higiene, recreação e estudos complementares.

6 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Finalidade: Contribuição para a redução da evasão, da reprovação,da distorção idade/ano. Melhoria de condições para o rendimento e aproveitamento escolar. Prevenção e combate no trabalho infantil.

7 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Critérios para seleção das escolas: Escolas com baixo IDEB; Escolas das cidades com mais de 90 mil habitantes; Escolas com estudantes oriundos de famílias de vulnerabilidade social.

8 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Público alvo: Estudantes em distorção idade ano; Estudantes dos anos finais da 1ª fase do Ensino Fundamental (4° e 5° anos); Estudantes dos anos finais da 2° fase do Ensino Fundamental (8º e 9° anos); Estudantes em turmas onde são detectados índices de evasão e repetência.

9 PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO Critérios para a escolha das atividades: As atividades devem estar de acordo com PPP da escola; Deve ser considerada a real necessidade do aluno no ensino aprendizagem; A aceitabilidade das crianças e adolescentes nas oficinas de esporte e lazer.

10 ESCOLA DE TEMPO INTEGRAL

11 PROMOVE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAIS DE OUTRAS ÁREAS FAMÍLIAS COMUNIDADES E DIVERSOS ATORES SOCIAIS COMPARTILHAMENTO DA TAREFA DE EDUCAR TEMPOS ESCOLARES ESPAÇOS EDUCACIONAIS AMPLIAÇÃO EDUCATIVAS CULTURAIS ESPORTIVAS EXERCÍCIO DA CIDADANIA OPORTUNIDADES

12 IMPLANTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO NA REDE ESTADUAL DE ENSINO

13 ANÁLISE SITUACIONAL REDE ESTADUAL DE ENSINO

14 INDICADORES EDUCACIONAIS IDEB 2011 ENSINO FUNDAMENTALIDEB EF – ANOS INICIAS(5º ano) 3,4 (META 3,7) EF – ANOS FINAIS(9º ano) 2,1 (META 2,9)

15 INDICADORES EDUCACIONAIS ENSINO MÉDIO IDEB IDEB OBSERVADO 2,82,62,82,6 METAS PROJETADAS ---2,82,93,1

16 FATORES RELEVANTES PARA IMPLANTAÇÃO NAS ESCOLAS DA REDE ESTADUAL DE ENSINO IDEB BAIXO IDEB(ENSINO FUNDAMENTAL) IDEB IGUAL OU INFERIOR A 3,0(ENSINO MÉDIO) LOCAL VULNERABILIDADE SOCIAL NO ENTORNO DA ESCOLA ESTRUTURA POSSIBILIDADES DE AMPLIAÇÃO NA INFRA- ESTRUTURA ESCOLAR

17 IMPLANTAÇÃO NA REDE ESTADUAL DE ENSINO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO/TEMPO INTEGRAL

18 Programa Mais Educação Público alvo: Estudantes do Ensino Fundamental com dificuldades de aprendizagem. 5º, 6º, 7º, 8º e 9º anos. Os estudantes participam no contraturno de atividades dos macrocampos de Acompanhamento Pedagógico, Esporte e Lazer, Cultura e Artes, dentre outros. Os conteúdos trabalhados nas oficinas estão de acordo com o PPP da escola. Os estudantes permanecem na escola numa jornada escolar de no mínimo 7 horas diárias. São ofertadas 03 refeições diárias /lanches e almoço

19 CRE Município EscolasNº de Alunos 1ªMaceió 12 escolas1.480 alunos 2ªCampo Alegre 01 escola100 alunos 3ªPalmeira dos Índios 12 escolas alunos 4ªViçosa /Chã Preta 06 escolas 663 alunos 5ªArapiraca 07 escolas 886 alunos 6ªSantana do Ipanema 06 escolas 645 alunos 7ªUnião dos Palmares 06 escolas 665 alunos 8ª Pão de Açúcar 03 escolas 332 alunos Programa Mais Educação

20 CRE Município EscolasNº de Alunos 9ªPenedo 01 escola 100 alunos 10ªMatriz de Camaragibe 02 escolas 240 alunos 11ªDelmiro / Piranhas 07 escolas 878 alunos 12ªRio Largo 05 escolas 609 alunos 13ª /14ªMaceió 41 escolas alunos 15 ªMaceió 06 escolas 690 alunos 115 escolas Programa Mais Educação

21 IMPLEMENTAÇÃO NA REDE ESTADUAL DE ENSINO ESCOLA DE ENSINO MÉDIO DE TEMPO INTEGRAL

22 DESAFIOS Construção de uma sociedade que orienta suas ações para inclusão social e o bem-estar de seus integrantes; Ampliação do tempo de permanência dos estudantes na escola na perspectiva de torná-los protagonistas de suas próprias histórias e projetos de vida; Transformação na qualidade dos processos de ensino e de aprendizagem por meio de práticas pedagógicas que tratem do conhecimento como elemento que, imbuídos de experiência, se transforme na práxis que dará aos jovens a competência e as referências para atuar no mundo.

23 PRESSUPOSTOS Pedagogia dinâmica, centrada na experiência criativa; Atividade discente em permanente exercício de apropriação e construção do conhecimento mediado pelo professor; Discente imbuído em uma atitude colaborativa e coresponsável que deverá, inclusive, criar estímulos para a busca ao autodesenvolvimento pelos estudantes; Envolvimento dos diversos atores da escola e comunidade dispostos a tornar-se parte de um processo inovador, complexo e muito mais amplo que a formação acadêmica; Redimensionamento e enriquecimento da estrutura da escola, com espaços de aprendizagem que não apenas a sala de aula; Oferta do maior tempo de permanência dos estudantes e discentes no espaço educativo.

24 PRESSUPOSTOS Currículo significativo mantendo desenvolvimento do currículo básico do Ensino Médio, introduzindo procedimentos teórico-metodológicos inovadores; Currículo não segmentado no turno da manhã para aulas regulares e turno da tarde para atividades complementares, como horário de estudo e recreação e sim com a presença integral dos estudantes, professores equipe gestora, e todo o currículo e vivido na sua integralidade em todos os espaços e tempos da escola.

25 PROPOSTA DE IMPLANTAÇÃO 2013 ESCOLAS DE ENSINO MÉDIO DE TEMPO INTEGRAL EQUIPAMENTOS PC,EQUIPAMENTOS E INSTRUMENTAIS PARA OS LABORATÓRIOS,ETC INFRAESTRUTURA LABORATÓRIOS E BIBLIOTECASREFEITÓRIO E QUADRAS LOCALIZAÇÃO 15 COORDENADORIAS REGIONAIS DE ENSINO 15 ESCOLAS EM TODO ESTADO

26 ESCOLA DE ENSINO MÉDIO DE TEMPO INTEGRAL NA REDE ESTADUAL DE ENSINO OBJETIVO GERAL Atender a comunidade em situação de vulnerabilidade social ampliando a jornada escolar com a tarefa de educar, qualificar, proporcionando um trabalho educativo de escola educadora, fomentando a ação conjunta entre escolas e demais espaços e organizações socioculturais e esportivas, numa visão da educação interdimensional como espaço privilegiado do exercício da cidadania e empenhando-se no sentido de fazer do protagonismo juvenil um traço importante de sua estratégia educativa.

27 OBJETIVOS ESPECÍFICOS Aumentar a jornada escolar do estudante para um tempo de sete horas dia; Favorecer experiências de vida no cotidiano em diversas áreas do conhecimento; Minimizar a evasão escolar e a distorção idade série; Minimizar os índices de violência no entorno da escola; Potencializar as capacidades dos alunos nos aspectos cognitivo, afetivo, social, emocional e artístico; Fortalecer a integração com a comunidade escolar; Oferecer ao estudante formação específica no sentido de torná- lo autônomo, solidário e produtivo; Oferecer ao jovem uma oportunidade para qualificação e ingresso no mercado de trabalho.

28 PROPOSTA PEDAGÓGICA As escolas oferecerão aos jovens a base que lhes permitirá transformar cada instante da sua vida escolar em diversificadas oportunidades de aprendizado, de participação e de promoção do seu autodesenvolvimento. Nas Escolas de Ensino Médio de Tempo Integral serão oferecidas atividades pedagógicas curriculares e outras desenvolvidas com foco em temas como empregabilidade, associativismo, empreendedorismo, etc; assim como refeições, laboratórios especializados, biblioteca e professores em tempo integral.

29 FORMAÇÃO CONTINUADA A formação continuada das equipes, gestores, professores e coordenadores, é elemento imprescindível para a consecução dos objetivos do programa. A formação inicial é oferecida nas temáticas basilares. São oferecidas formações de atualização ou inserção de novas metodologias e tecnologias. A formação continuada é executada com a participação dos professores das escolas, nos quais se identifica o perfil de formador e cuja competência técnica, aliada aos resultados dos seus estudantes, indica a transmissão correta do conhecimento pretendido e cuja necessidade fora identificada.

30 RESULTADOS Os resultados a serem alcançados, poderão ser medidos pelo sucesso dos jovens atendidos e pela sua expansão. Também são considerados no conjunto desses resultados, a diminuição dos indicadores de evasão e repetência e o aumento do nível de desempenho medido por instrumentos externos, como as aprovações nos vestibulares das Instituições de Ensino Superior, sobretudo as públicas e os instrumentos de avaliação sistêmica das redes estaduais, a exemplo do SAVEAL. Destacar-se-á também o desempenho dos jovens no ENEM, na participação em olimpíadas e eventos acadêmicos promovidos pelas organizações científicas, feiras de ciências locais e nacionais, bem como os indicadores de empregabilidade identificados entre os jovens egressos das 3ª séries.

31 Quase uma dedicatória

32 Para os que sonham, Pois sem esperança, a vida não existe...

33 Para os que olham o horizonte, Pois, sem aprendizagem não há futuro...

34 Para os que acreditam, Pois, sem fé não há construção...

35 Para os que semeiam, Pois, sem plantação nada vai brotar...

36 Para os que trabalham, Pois, só se descansa depois da criação...

37 Para os que luta por uma escola-cidadã Pois, sem educação, fica distante o amanhã...

38 Para os despossuídos e plebeus, Pois, sem eles, como entender a riqueza de Deus?

39 A todos aqueles que representam efetivamente a comunidade escolar, mas particularmente aos alunos da rede pública de ensino, razão maior para concretização de uma escola pública de qualidade, onde todos nela inseridos tenham oportunidades de uma vida melhor.

40 Obrigada!


Carregar ppt "SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO E DO ESPORTE SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DA REDE ESTADUAL DE ENSINO DIRETORIA DE APOIO PEDAGÓGICO DAS ESCOLAS DESAFIOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google