A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Programa de Prevenção de Riscos para Prensas e equipamentos Similares.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Programa de Prevenção de Riscos para Prensas e equipamentos Similares."— Transcrição da apresentação:

1

2 Programa de Prevenção de Riscos para Prensas e equipamentos Similares

3 Introdução Para a segurança em máquinas é possível descrever risco de acidente como sendo a chance de um acidente particular ocorrer em determinado período de tempo, associado com o grau ou severidade da lesão resultante. Em nossa língua o termo acidente sugere que este evento ocorre por obra do destino, como algo imprevisível, uma fatalidade fora do controle das ações humanas. Porém sabemos que os acidentes ocorrem devido a uma interação de vários fatores que estão presentes no ambiente ou na situação de trabalho. São, portanto, eventos previsíveis. Uma vez eliminados estes fatores, podemos eliminar ou reduzir a ocorrência desses eventos. São, portanto eventos prevencíveis.

4 Descrição O objetivo é a implementação de sistemas de segurança em prensas e similares que não estão dentro de normas e apresentam riscos à integridade física e à saúde dos operadores e mantenedores e assim eliminar ou ao menos reduzir a ocorrência de acidentes.

5 Por Quê? 11 óbitos diários devido à acidentes de trabalho. Mais de 1000 acidentes laborais diários. R$ 10 Bi em despesas decorrentes de acidentes de trabalho através do INSS em R$ 8 Bi são gastos através de seguros saúde e com recursos privados. Perda efetiva de produtividade de até 2% devido à ocorrência de acidentes de trabalho.

6 Principais razões para soluções de segurança Preocupação com a saúde dos funcionários; Preocupação com a perda de produtividade; Crescimento de legislação de normas de proteção pessoal; -OSHA and European Economic Community Preocupação por indenizações por acidentes; Preocupação com as condições e ambiente de trabalho.

7 Determinação de Riscos Qual o risco? Probabilidade Frequência Neste caso o ferimento mais grave seria fatal. Neste caso, o ferimento mais grave seria sério. Com a possibilidade de escoriação, fratura, amputação de dedos ou danos na chave de injeção do mandril, etc.

8 Nível de risco Gravidade Probabilidade Frequência

9 Itens de Segurança Piso sensitivo à pressão Relé de segurança Cortinas de Luz Chaves de intertravamento Emergências por cabo Paradas de Emergência Redes de Segurança Restrição de acesso Contatores, Relés e CLPs De Segurança Enclausuramento

10 Conceitos e Aplicações Grades de Proteção É um sistema de proteção que impede o ingresso das mãos ou dos dedos dos operadores em zonas de perigo da máquina. As grades de segurança podem ser fixas no corpo da máquina ou móveis. Sendo móveis devem possuir controle de intertravamento quando aberta através de limites de segurança monitorados por relés de segurança categoria 4, que possuem a função de desligar todas as fontes de alimentação do perigo.

11 Conceitos e Aplicações Grades de Proteção

12 Conceitos e Aplicações Válvulas de Segurança As válvulas de segurança têm a função de evitar o acionamento acidental de prensas mecânicas e hidráulicas. Para o acionamento da válvula deve existir um sistema lógico com diversidade e redundância feito por hardware (contatores) ou CLP de segurança.

13 Conceitos e Aplicações Ruptura de Eixo Este sistema pode monitorar se a transmissão do eixo para o came de controle está em movimento sincronizado ou se ha problemas no freio e embreagem, como por exemplo, na subida da prensa a embreagem desacopla com o freio aberto no meio do ciclo e o martelo começa a descer, sendo isto reconhecido pelo controlador através do sincronismo dos pulsos, a máquina é desligada. Apesar de não ser uma exigência na PPRPS, conforme EN692, principalmente em prensas de grande porte este controle garante uma maior segurança para o controle de marcha sincronizada do eixo excêntrico com o acionamento da máquina, através de um controlador de movimento.

14 Conceitos e Aplicações Bi-Manual Este sistema impede o operador a ter acesso a máquina durante uma condição de perigo. Dois botões alocados a um púlpito devidamente normalizado devem ser acionados simultaneamente para o funcionamento da máquina. Isto evita que o operador tenha a possibilidade de colocar uma de suas mãos em uma área definida como área de risco.

15 Conceitos e Aplicações Piso Sensível à Pressão Estes dispositivos são usados para fornecer proteção de uma área de piso ao redor de uma máquina. A matriz dos tapetes interconectados é colocada ao redor da área classificada e qualquer pressão aplicada, como por exemplo passos do operador, causará o desligamento da fonte de alimentação do perigo, através da unidade controladora do tapete.

16 Conceitos e Aplicações Bordas Sensíveis à Pressão Estes dispositivos são tiras de borda flexível, que podem ser fixadas na borda da peça móvel, como uma mesa de máquina ou porta energizada, onde há um risco de perigo de esmagamento ou cisalhamento. Se a parte móvel atingir o operador (ou vice-versa), a borda flexível sensível será pressionada e desligará a fonte de alimentação do perigo.

17 Conceitos e Aplicações Emergência Para a parada de emergência existem dois níveis de categorias. A categoria 0 é a parada por meio da remoção imediata da alimentação dos atuadores da máquina sendo considerada uma parada não controlada pois os sistemas que necessitam de energia para interrupção do movimento não serão executadas ficando em inércia. Para a categoria 1 existe um sistema de alimentação para que os atuadores da máquina consigam parar e tenham sua alimentação removida após a parada total dos movimentos. A categoria 0 têm prioridade sobre a 1.

18 Conceitos e Aplicações Chaves de Intertravamento As chaves de intertravamento de portões são usadas para enviar os comandos de parada para as peças relacionadas à segurança do sistema de controle. As intertravas do portão podem, mas não necessariamente devem, executar a mesma função de dispositivo de parada de emergência. As paradas de categoria 0 ou 1 devem ser determinadas pela avaliação de risco. Ao fechar o portão não deve-se iniciar a máquina. Uma ação deliberada e à parte deve ser usada para reiniciar a máquina.

19 Conceitos e Aplicações Cortina de Luz A cortina de luz é um dispositivo de sensor fotoelétrico de presença que protege o acesso de pessoas as áreas de risco da máquina. Quando instalada sozinha, o par de cortinas de luz operará como uma chave de controle confiável, mas também podem interfacear com outros dispositivos de controle que forneçam lógicas necessárias, saídas, diagnósticos do sistema e funções adicionais para adequar-se às aplicações.

20 Conceitos e Aplicações Relé de Segurança São unidades eletro-mecânicas com supervisão eletrônica e acionamento positivo nos seus contatos de segurança abertos em série, cumprindo assim a exigência de redundância. Com a conexão dos dispositivos externos e a correta inclusão dos seus contatos em pontos corretos do circuito elétrico de automação da máquina, passamos a ter um equipamento seguro quanto à sua parada. A especificação do relé correto depende da categoria de risco, 2, 3, ou 4, avaliada do equipamento em questão.

21 Projetos e adaptações necessárias Os conceitos abordados anteriormente devem ser adaptados em prensas e similares de forma adequada para que todas normas e requisitos de segurança sejam atendidos. Desta forma, a Cydak do Brasil Ltda. tem a capacidade de interfacear todos os componentes necessários para cada aplicação por meio de uma análise precisa do projeto existente. Sendo assim o Departamento de Engenharia deverá desenvolver o melhor conjunto de adaptações necessárias a fim de suprir a necessidade de atender aos padrões e normas vigentes.

22 Projetos e adaptações necessárias É fundamental ressaltar que a adaptação ao Sistema de Segurança para prensa é um passo importante para a integridade da empresa e dos colaboradores. Toda adaptação que se faça necessário requer uma atenção especial para que seja adotada a melhor configuração para sua máquina afim de garantir o padrão de segurança.

23 (55 11) Rua Antônio Devisate, São Bernardo do Campo SP Brasil A Solução em Estamparia


Carregar ppt "Programa de Prevenção de Riscos para Prensas e equipamentos Similares."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google