A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Biblioteca digital: oportunidades do acesso aberto à informação. Profa. Dra. Sueli Mara S.P. Ferreira UNIFA – Universidade da Força Aérea Seminário Reflexões.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Biblioteca digital: oportunidades do acesso aberto à informação. Profa. Dra. Sueli Mara S.P. Ferreira UNIFA – Universidade da Força Aérea Seminário Reflexões."— Transcrição da apresentação:

1 1 Biblioteca digital: oportunidades do acesso aberto à informação. Profa. Dra. Sueli Mara S.P. Ferreira UNIFA – Universidade da Força Aérea Seminário Reflexões e Estudos Estratégicos: Biblioteca Virtual – Oportunidades do Acesso Livre à Informação Rio de Janeiro, 29 de setembro de 2009

2 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – Pauta Biblioteca: digital? eletrônica? virtual? Algumas características da biblioteca digital Contribuições dos movimentos internacionais Open Access (OA) – Movimento do Acesso Aberto ao Conhecimento em Ciência, Humanidades e Tecnologia. Open Archives Initiative (OAI) - Iniciativa dos Arquivos Aberto

3 Grandes projetos – Sueli Mara S.P.Ferreira –

4 Sonho antigo Biblioteca total / universal reunir todo o conhecimento, as práticas e a literatura disponível. Distintos e memoráveis autores já sonhavam com isto Umberto Eco, Borges, Cervantes, Paul Otlet, Henri La Fontaine, Vanevar Bush, Ted – Sueli Mara S.P.Ferreira –

5 E a internet, o que difere? Não se trata apenas de ACESSO ou extensão da memória humana...mas de um conjunto de técnicas e de metodologias que viabilizem a invenção de uma metáfora de uma biblioteca em que livros, imagens, músicas, filmes e outros recursos inéditos de informação, distribuídos por todo o mundo, pareçam estar perfeitamente integrados e organizados em estantes feitas de bits. (Sayão, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

6 Conceitos contemporâneos ambiente distribuído que integra coleções, serviços e pessoas na sustentação do ciclo de vida completo de criação, disseminação, uso e preservação de dados, informação e conhecimento (DUGUID, 1997 apud Sayão, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

7 Conceitos contemporâneos Bibliotecas digitais são organizações que disponibilizam os recursos, incluindo pessoal especializado, para selecionar, estruturar, oferecer acesso intelectual, interpretar, distribuir, preservar a integridade e assegurar a persistência ao longo do tempo de coleções de trabalhos digiais, de forma que eles estejam pronta e economicamente disponíveis para uso de uma comunidade definida ou um conjunto de comunidades. (Digital Library Foundation, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

8 Conceitos contemporâneos BD devem capacitar qualquer cidadão a acessar todo o conhecimento humano a qualquer momento e em qualquer lugar, de uma forma amigável, de varias maneiras, de forma efetiva e eficiente, rompendo barreiras geográficas, culturais e de linguagem. Utiliza-se para tanto de múltiplos dispositivos conectados via internet. (Delos, Bca digital – Sueli Mara S.P.Ferreira –

9 Desafio atual Integrar a diversidade crescente de objetos digitais e fontes impressas, fornencendo ao usuário uma visão unificada dos estoques de informação disponíveis. Incorpora diversas áreas do conhecimen- to (CI, CC, GC..) e distintos nichos de mercado (academia, indústria, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

10 Distintos conceitos subjacentes Tecnologias abertas Interoperabilidade Recursos distribuidos Recuperação da informação Preservação digital Tecnologias semânticas Design centrado no usuário e – Sueli Mara S.P.Ferreira –

11 Arquitetura para BD Infra-estrutura comum, customizavel, configurável e adaptável – distintas aplicações, setores, público. Aderência à complexidade crescente das necessidades dos usuários. Um desenvolvimento ainda em seus primórdios é derivado do movimento OAI – Open Archives – Sueli Mara S.P.Ferreira –

12 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – OAI – Open Archives Initiative

13 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – OAI.. soluções técnicas efetivas, ágeis, econômicas e viáveis para que comunidades científicas reconstruam práticas e processos de comunicação científica, sistemas de gestão cooperativos, mecanismos de controle bibliográfico, preservação da memória, promovendo assim a consolidação de seu corpus de conhecimento (Ferreira, 2007)

14 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – OAI Trata-se de uma iniciativa para desenvolver e promover padrões e normas de interoperabilidade para facilitar a eficiente disseminação de conteúdos na Internet. Archives => arquivos no sentido mais amplo – repositórios para armazenar informações digitais.Não está relacionado com o conceito tradicional de arquivo com conotação de preservação e conservação. Open => se refere a arquitetura do sistema. Se trata de definir interfaces que facilitem a disponibilidade de conteúdos procedentes de uma variedade de provedores. Na maioria dos casos trata-se também de software de código fonte aberto - opensource.

15 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – OAI - Interoperabilidade Protocolo OAI/PMH – Protocol for Metadata Harvesting - protocolo de comunicação para permitir a coleta de metadados entre dois serviços, portanto o compartilhamento entre serviços de informação. Protocolo = conjunto de regras de comunicação entre sistemas. Exemplos: FTP, HTTP, Z39.50 etc. Metadados = padrão Dublin Core – dados que descrevem os documentos Harvesting = Colheita/Coleta – procedimento de extração de metadados de um conjunto de repositórios distribuídos remotamente e respectivo armazenamento em banco de dados

16 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – OAI - Interoperabilidade Modelo funcional – Protocolo OAI/PMH Provedor de Dados (data provider) – provedor que mantém um ou mais repositórios, que suportam o protocolo OAI/PMH, para expor os seus metadados. Provedor de Serviços (service provider) – provedor que faz a coleta de metadados para compor um serviço de informação com valor agregado. Portanto, o provedor de serviço faz o harvesting dos metadados expostos pelos provedores de dados

17 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – OAI - Interoperabilidade Provedores de Dados (Data Providers) N... Provedores de Serviço (Service Providers) (ASSIS, 2009)

18 Interoperabilidade Complexidade crescente – distintos formatos, suportes e diversidade de conteúdo. Oferta de uma visão unificada das informação solicitadas em situação de busca. Interoperabilidade técnica, semântica, política, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

19 Portal – Sueli Mara S.P.Ferreira –

20 Novos conteúdos e serviços (1) Formação, tratamento, armazenamento, do conteúdo digital / impresso Barreiras tecnológicas – acesso e uso do material exclusivamente impresso e/ou digital Políticas e estratégia de gestão, seleção e aquisição (consórcios, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

21 Novos conteúdos e serviços (2) Sustentabilidade das coleções digitais Coerência digital – objetos distintos formatos tratados essencialmente da mesma forma Metadados – distintos níveis de granularidade, formas de descrição e tipologia de usuário. Documentos digitais – várias formas, versões e instâncias. Preservação – Sueli Mara S.P.Ferreira –

22 Gestão de Direitos Autorais (1) Movimento do Acesso Aberto suporte teórico e respaldo político que possibilitem e sustentem a discussão sobre a disseminação ampla e irrestrita do conhecimento; a legitimação e institucionalização de novos sistemas de publicação científica, a revisão das práticas associadas à concessão de direitos de autor; a transparência necessária no processo de peer-review e o compartilhamento público sem custos, entre outros possíveis exemplos. (Ferreira, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

23 Gestão de Direitos Autorais (2) Comunicação científica Direito moral versus direito patrimonial Experiência com o Portal de Revistas em Ciências da Comunicação – UNIVERCIENCIA.ORG antes - custodiantes da informação e não detém direitos autorais sobre o material hoje – mecanismos para gerenciar esses direitos, disponibilizar sem violar propriedade intelectual, apoio aos usuários institucionais (Rota Verde e Dourada das Revistas, por – Sueli Mara S.P.Ferreira –

24 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – Movimento do Acesso Aberto

25 Novos conteúdos e serviços (4) Bibliotecas digitais de teses Repositórios digitais (institucionais e temáticos) Conferência e anais eletrônicos Revistas eletrônicas TEDE, Dspace, Fedora, Eprints, OJS/SEER, – Sueli Mara S.P.Ferreira –

26 Foco no usuário Interface ainda a ser explorada – design centrado no usuário - distintos contextos e audiências. Estudos de usuários – visão holística, perspectiva cognitiva, construtivista Usabilidade, acessibilidade, interação – Sueli Mara S.P.Ferreira –

27 @2009 – Sueli Mara S.P.Ferreira – Concluindo Biblioteca digital Conceito ainda em construção Oportuniza a produção de metainformação. Imensas e distintas possibilidades Serviços em larga escala onde coleções de informações são: armazenadas em formatos digitais, distribuídas em escala mundial e recuperadas por meio de redes de computadores e por usuários em seus notebooks/palm- tops/celulares... estando eles em suas casas ou escritórios.

28 28 obrigada Sueli Mara Ferreira


Carregar ppt "1 Biblioteca digital: oportunidades do acesso aberto à informação. Profa. Dra. Sueli Mara S.P. Ferreira UNIFA – Universidade da Força Aérea Seminário Reflexões."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google