A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O CPAS E OS SEUS MALACOLOGISTAS 1953-2003 50 ANOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O CPAS E OS SEUS MALACOLOGISTAS 1953-2003 50 ANOS."— Transcrição da apresentação:

1 O CPAS E OS SEUS MALACOLOGISTAS ANOS

2 Centro Português de Actividades Subaquáticas MISSÕES CPAS Décadas de 60 a 2000

3 Centro Português de Actividades Subaquáticas Angola Anos 60

4 Centro Português de Actividades Subaquáticas Herculano Trovão - Angola

5 Centro Português de Actividades Subaquáticas Cabo Verde Anos 70

6 Centro Português de Actividades Subaquáticas Cabo Verde Anos 70

7 Centro Português de Actividades Subaquáticas Moçambique Anos 80

8 Centro Português de Actividades Subaquáticas Moçambique Anos 80

9 Centro Português de Actividades Subaquáticas Cabo Verde Anos 90

10 Centro Português de Actividades Subaquáticas Jorge Albuquerque e o Phylum Mollusca

11 Centro Português de Actividades Subaquáticas Colecção de Volutas

12 Centro Português de Actividades Subaquáticas As Conchas e os Jovens

13 Centro Português de Actividades Subaquáticas Missões – Espécies vivas em aquário

14 Centro Português de Actividades Subaquáticas Colecções Húmidas - Estudo

15 Centro Português de Actividades Subaquáticas Colecções Museológicas

16 Centro Português de Actividades Subaquáticas Luiz Saldanha

17 Centro Português de Actividades Subaquáticas Herculano Trovão

18 Centro Português de Actividades Subaquáticas Maria Cândida Consolado Macedo

19 Centro Português de Actividades Subaquáticas H. Trovão - Estudo dos Conus

20 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus – Sistema Radular e Sequência de Ataque

21 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus da Costa Ocidental de África Do material malacológico proveniente do sul de Angola e colectado durante as missões em 1969, 70, 71, 72 e 73 há exemplares da FAMÍLIA CONIDAE, GÉNERO CONUS LINNAEUS, 1758, de espécies não descritas. Conus cepasi (Trovão, 1975) Conus naranjus (Trovão, 1975) Conus nobrei (Trovão, 1975) Conus amethystinus (Trovão, 1975) Conus musivus (Trovão, 1975) Conus albuquerquei (Trovão, 1978) Conus bocagei (Trovão, 1978) Conus soaresi (Trovão, 1978) Conus tevesi (Trovão, 1978) Conus borgesi (Trovão, 1979) Conus damottai (Trovão, 1979) Conus verdensis (Trovão, 1979) Conus diminutus (Trovão e Roland, 1980) Conus luquei (Roland y Trovão, 1980) Conus mayoensis (Trovão, Roland e Felix Alves, 1980) Conus rigonae (Roland y Trovão, 1979) Conus mordeirae (Roland y Trovão, 1980) Conus fontonae (Roland y Trovão, 1980) Todos os Holotipos e Paratipos são parte integrante do Museu.

22 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus cepasi TROVÃO, 1975

23 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus naranjus sp.n. TROVÃO, 1975

24 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus amethystinus sp.n. TROVÃO, 1975

25 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus musivus sp.n. TROVÃO, 1975

26 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus albuquerquei sp.n. TROVÃO, 1978

27 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus bocagei sp.n. TROVÃO, 1978

28 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus verdensis TROVÃO, 1979

29 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conus da Costa Ocidental de África

30 Centro Português de Actividades Subaquáticas TROVÃO Reconhecido internacionalmente, é com frequência referenciado em livros e revistas da especialidade, aparecendo no HAWAIN SHELL NEWS entre autores consagrados como LINNÉ, LAMARCK, SMITH, entre outros.

31 Centro Português de Actividades Subaquáticas Maria Cândida Consolado Macedo Colaboradora do Aquário Vasco da Gama Directora do Departamento de Malacologia do CPAS Condecorada com a Medalha Naval de Vasco da Gama

32 Centro Português de Actividades Subaquáticas (…) Este estudo actualizado será a melhor homenagem que os malacólogos modernos poderão prestar a D. Carlos, o homem que abriu as portas à oceanografia portuguesa D Carlos I e a sua contribuição para a malacologia da Costa Portuguesa – Saldanha, L. D. Carlos I e a Malacologia

33 Centro Português de Actividades Subaquáticas Campanhas Oceanográficas – Estudo Malacológico Publicação do livro Rei Dom Carlos de Bragança – Campanhas Oceanográficas – Estudo Malacológico por Maria Cândida Macedo, Responsável pelo Departamento de Malacologia de

34 Centro Português de Actividades Subaquáticas As Conchas e o Homem Ainda em 96 foi assinado um protocolo de colaboração com a SHELL para a realização da exposição As Conchas e o Homem na EXPO 98

35 Centro Português de Actividades Subaquáticas Conchas Marinhas de Portugal Em contrapartida a SHELL subsidiou o CPAS na aquisição de equipamento laboratorial e a edição do livro Conchas Marinhas de Portugal.

36 Centro Português de Actividades Subaquáticas Colaboração de M. Cândida Macedo Como responsável do departamento de malacologia do CPAS, colaborou activamente em inúmeras actividades.

37 Centro Português de Actividades Subaquáticas Estudos Lab. Malacologia - CPAS

38 Centro Português de Actividades Subaquáticas Artigos diversos Cymbium olla

39 Centro Português de Actividades Subaquáticas Malacologia e a Numismática– CPAS Palestras

40 Centro Português de Actividades Subaquáticas Visitas Colecções CPAS

41 Centro Português de Actividades Subaquáticas Departamento de Malacologia Visitas Guiadas

42 Centro Português de Actividades Subaquáticas Concheiro de Muge Visitas de Campo

43 Centro Português de Actividades Subaquáticas CML/Paços do Município Exposições

44 Centro Português de Actividades Subaquáticas Divulgação da Malacologia Apresentou artigos diversos para jornais e revistas, nomeadamente para o Jornal do Gil (EXPO 98). Em colaboração com a INTERMEZZO e outros sócios do CPAS foi ainda elaborado um CD-ROM sobre PECTENS da Europa para a SHELL.

45 Centro Português de Actividades Subaquáticas


Carregar ppt "O CPAS E OS SEUS MALACOLOGISTAS 1953-2003 50 ANOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google