A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Business Intelligence

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Business Intelligence"— Transcrição da apresentação:

1 Business Intelligence
Ceça Moraes

2 Conteúdo Cenários Modelo pirâmide Requisitos de ferramentas de BI
Valor da informação BI Motivação, o que é, conceitos, componentes, ferramentas e técnicas,... 27/10/2010

3 Cenário... A indústria de BI está prosperando
Estudos confirmam: CIOs colocam BI no topo do planejamento O tema "análise"  tem sido destaque em publicações de negócios principais, tais como Harvard Business Review  As organizações estão empregando esforços para serem "mais inteligentes" Necessidade de ferramentas de BI 27/10/2010

4 Cenário... Embora o objetivo de BI é apresentar a informação certa às pessoas certas na hora certa  favorecer melhores decisões  Entretanto, isto não vem sendo bem assim... 27/10/2010

5 Cenário Tomada de decisão é um processo  mais complicado do que simplesmente analisar informações Nas organizações, este tema tem sido estudado há décadas... BI opera sem modelo formal de uso, levando a práticas e design de produto ineficazes 27/10/2010

6 Existe uma teoria de BI? BI funciona sem qualquer fundamentação conceitual Base acadêmica madura: Engenharia de software, projeto de banco de dados e interfaces de usuário O design, suporte e manuteção de ambientes de BI ainda são áreas pouco exploradas 27/10/2010

7 Existe uma teoria de BI? Ironicamente, o campo da tomada de decisão nas organizações é rico em material... Entretanto, a conexão deste corpo de conhecimento especificamente para BI ainda apresenta falhas 27/10/2010

8 Existe uma Teoria de BI? Segundo Simon (Simon, 1986), o as etapas de resolução de um problema e, em seguida da tomada de decisão são partes distintas de um mesmo processo Em BI, existe o pressuposto de que os dados  levarão o analista a uma decisão, pulando a etapa de resolução de problemas 27/10/2010

9 Existe uma Teoria de BI? A maioria das ferramentas de BI e as metodologias são projetados com este modelo No fluxo de trabalho real do analytics, BI geralmente é usado para informar parte do processo, não orquestrá-lo 27/10/2010

10 O Processo de Resolução de Problemas
Atividades: Escolher questões que requerem atenção Estabelecer metas Encontrar e projetar ações apropriadas Avaliar e escolher entre ações alternativas  As três primeiras atividades são associadas à resolução do problema  A última é a tomada de decisão propriamente dita A maioria das ferramentas de BI não são projetadas para os três primeiros passos 27/10/2010

11 Problemas É comum, usuários de BI estarem colocados em uma pirâmide, onde usuários com mais "poder de informação" ficam no topo e os que têm pouco acesso, na base. Em muitas implementações de BI, cada usuário do sistema é restrito Este tipo de abordagem restritiva ofusca a necessidade de informação, e muitas vezes acarreta problemas 27/10/2010

12 Modelo Pirâmide super usuários intermediários pouco acesso 27/10/2010

13 Problemas Exemplos: O gerente de vendas da filial leste é incapaz de ver como o gerente da região sul está fazendo com relação a um certo tipo de venda  Alguns super usuários quando trabalhando com análise complexa, fornecem o resultado de suas análises para usuários de níveis mais baixos como itens "soltos", não inseridos em nenhum contexto Os decisores muitas vezes reagem negativamente a novas informações quando estas não são apresentadas em contexto adequado 27/10/2010

14 Modelo Pirâmide O modelo da pirâmide de BI é inadequado para a atualidade: negócio exteriorizado força de trabalho experiente em TICs Conceitos de tomada de decisão hierárquica e solitária não são aplicáveis na maioria dos casos Resolução de problemas e tomada de decisão acontecem em todos os níveis das organizações atuais e distribuídas  27/10/2010

15 Inteligência A palavra importante em BI é a inteligência
O que significa fornecer inteligência a pessoas e operações?  Como os sistemas se tornam inteligentes?  O inimigo de sistemas inteligentes na organização é a estagnação  Tornar-se inteligente envolve: colaboração, o compartilhamento e a capacidade de publicar e modificar aplicações analíticas 27/10/2010

16 Inteligência Todos os quatro passos do processo de decisão elaborado por Simon podem ser realizados com software de análise que permite que pessoas em qualquer nível de habilidade possa realizar as operações necessárias 27/10/2010

17 Inteligência Hoje, a maioria dos esforços de BI são motivados por dados, e não por modelos Interfaces de usuário, melhores práticas e treinamentos alinhados com esta abordagem Derrubar a pirâmide significa romper com o modelo restritivo de apresentação de informações e encontrar maneiras de distribuir os modelos e aplicações para que sejam usados ​​e compartilhados por todos. 27/10/2010

18 Requisitos de Ferramenta
Qualidades de uma boa ferramenta de BI, segundo Simon: Nenhum código: qualquer ferramenta que requer programação ou a construção de qualquer código, como SQL, nunca será aprovada pela comunidade em geral Nenhum script: script mesmo sendo simples, geram problemas de manutenção incontroláveis 27/10/2010

19 Requisitos da Ferramenta
Sem termos de difícil entendimento: termos aparentemente inócuos para profissionais de TI podem não ser entendidos por usuários não técnicos. Por exemplo: cache, join, etc Capacidade de modificar os modelos existentes, mantendo a dependência entre eles: dependências entre modelos devem ser consideradas para modificações 27/10/2010

20 Requisitos da Ferramenta
Capacidade de colaboração: Em estilo wiki, os modelos devem ser alterados de forma colaborativa Capacidade de visões: o autor deve ser capaz de determinar quais os aspectos de um modelo pode ser manipulado por outros usuários 27/10/2010

21 Requisitos da Ferramenta
A administração de modelos deve ser feita pelos stakeholders, não pelo pessoal de TI Uso de tecnologia analítica é uma questão de gestão, e não um problema de TI. 27/10/2010

22 Requisitos da Ferramenta
O acesso aos dados, sob demanda, sem demora: atividades de análise requerem acesso aos dados de transações, de data warehouse, internos e externos.  A plataforma de análise deve ter um processo simples de preparação de dados para uso 27/10/2010

23 Requisitos da Ferramenta
O acesso aos dados, sob demanda, sem demora: atividades de análise requerem acesso aos dados de transações, de data warehouse, internos e externos.  A plataforma de análise deve ter um processo simples de preparação de dados para uso 27/10/2010

24 De onde viemos e para onde vamos...
27/10/2010

25 Empresários Pessoas responsáveis pela oferta de um bem ou serviço
Se considerados em conjunto, são as pessoas que estão à frente da produção de um país Suas decisões são baseadas em fatores racionais e emocionais cuja intensidade e direção dependem do fator informação 27/10/2010

26 Organização Industrial
Forma como se organizam as empresas de uma indústria Monopólios, duopólios, oligopólios Influenciada por fatores externos (Ex.: governo, outras instituições) Determina relações entre empresas e entre empresa e consumidor 27/10/2010

27 Consumidores Conjunto de pessoas que compram produtos e serviços das indústrias Empresários também podem ter o papel de consumidores Suas decisões são baseadas em fatores racionais e emocionais e são função das informações que possuem 27/10/2010

28 Informação Muda de valor com o tempo e espaço
Elemento determinante das relações entre os agentes econômicos Pode ser consumida Muda de valor com o tempo e espaço Se assumimos que a informação é completa e perfeita, pode-se assumir racionalidade total Se assumimos que a informação é incompleta e imperfeita, as decisões serão função de racionalidade limitada 27/10/2010

29 Exemplo João foi ao hospital (e) João contraiu uma infecção grave (e)
Ele é médico? Visitar alguém? Está doente? João contraiu uma infecção grave (e) Que tipo de infecção? Ficou internado? João morreu Tendência a assumir que ele morreu em decorrência da infecção 27/10/2010

30 Exemplo João contraiu uma infecção grave (e) João foi ao hospital (e)
Qual bactéria? Como contraiu? João foi ao hospital (e) Tendência a assumir que ele foi ao hospital por causa da infecção João morreu Tendência a assumir que ele morreu em decorrência da infecção que não pode ser debelada no tratamento que teve no hospital 27/10/2010

31 Exemplo João morreu João foi ao hospital (e)
Como? João foi ao hospital (e) João é um fantasma? Inversão de tempo para fazer sentido: ele foi ao hospital antes de morrer? João contraiu uma infecção grave (e) Fantasmas ficam doentes? Inversão de tempo para fazer sentido: foi por causa da infecção que ele morreu, certo? 27/10/2010

32 Uma história plausível...
João foi um africano sobrevivente do Ebola na África que se mudou para o Brasil João é encanador e foi ao hospital verificar um vazamento Depois, saiu de férias, foi à China e visitou um hospital Lá contraiu SARS, mas conseguiu se curar Na volta, seu avião foi derrubado em um ataque terrorista da Al Qaeda Mas ele foi encontrado vivo e levado a um hospital Um mês depois, já curado, João teve a Febre do Frango Curou-se sozinho e foi para o Rio de Janeiro onde foi baleado e teve morte cerebral (ele havia doado o corpo à ciência) Seu corpo foi levado a um hospital universitário para ser reinfectado com a Febre do Frango, Ebola e SARS para se conhecer e isolar o agente principal de suas defesas a fim de se produzir uma vacina

33 Business Intelligence
Conjunto de ações com o objetivo de valorizar a informação Valorizar a informação = disponibilizar a informação certa, na hora certa, no lugar (pessoa) certo Estas ações compreendem: Pesquisa, tratamento, verificação e distribuição de informações 27/10/2010

34 Business Intelligence
Conjunto de ferramentas e técnicas que objetivam dar suporte à tomada de decisão Dados: 27/10/2010

35 Motivação A necessidade de cruzar informações para realizar uma gestão empresarial eficiente é hoje uma realidade tão verdadeira quanto no passado o foi descobrir se a alta da maré iria propiciar uma pescaria mais abundante O interesse pelo BI vem crescendo na medida em que seu uso possibilita às corporações realizarem uma análises e projeções, de forma a agilizar os processos relacionados às tomadas de decisão. 27/10/2010

36 E o que é BI? Conjunto de soluções tecnológicas que envolve um processo de coleta, transformação, análise e distribuição de dados para a tomada de decisões Define a habilidade das empresas em acessar dados e colher informações contidas, por exemplo, em um sistema de Data Warehouse (DW), analisando estas informações para dar suporte às tomadas de decisões nos negócios. 27/10/2010

37 Operacional x BI Aplicativos Operacionais Business Intelligence
Visão do atual e do real Visão histórica e de tendência Solução para requisitos conhecidos Permitir a identificação de fatos desconhecidos Abrangência restrita Abrangência ampla Informação produzida por profissionais de informática Informação produzida pelo próprio usuário Custo e tempo para obtenção da informação altos Informação obtida com baixo custo e em tempo real Informação disponível a poucos usuários Informação democratizada

38 O que BI envolve? Tomada de decisão de negócios baseada em TI em cima de processos de análises dos mais simples aos mais complexos Envolve: Desenvolvimento e administração de BD Data mining Consultas e geração de relatórios Análises de dados e simulações Dashboards Sistemas de apoio à decisão 27/10/2010

39 5 Previsões da Gartner para BI (2009 em diante)
Até 2012, mais de 35% das companhias globais top irão falhar na tomada de decisões criteriosa sobre mudaças significaticas em seus negócios e mercados Em 2012, unidades de negócios irão averbar pelo menos 40% de seus orçamentos para BI Em 2010, 20% das organizações terão uma aplicação de análise específica entregue via software como serviço (SaaS) como um componente padrão de seu portfolio de BI Em 2009, a tomada de decisão colaborativa vai emergir como uma nova categoria de produto que combina o software social com os recursos da plataforma de BI Gartner Research, Jan 2009, 27/10/2010

40 Fontes de Dados 27/10/2010

41 Ferramentas e Técnicas
27/10/2010

42 Sistemas Front-End As ferramentas de front-end voltadas para os usuários finais de diferentes áreas da empresa vêem se tornando amigáveis e fáceis de usar. Exemplos: On-Line Analytical Processing–OLAP Data Mining A funcionalidade de uma ferramenta OLAP é caracterizada pela análise multidimensional dinâmica dos dados

43 Back-End Systems São sistemas que auxiliam na preparação dos dados para as ferramentas de análise ou front-end Exemplos: Extração,Transformação e Limpeza-ETL DataWarehouse DataMart 27/10/2010

44 Data Warehouse Baseados em estruturas multidimensionais (cubos) nas quais a informação é armazenada, calculando previamente todas as combinações de todos os níveis de todas as aberturas de análise 27/10/2010

45 Data Mart Subconjunto de um data warehouse no sentido de que é construído com um escopo menor de informações Segmentado para uma determinada área ou assunto Desempenha o papel de um data warehouse departamental, regional ou funcional È criado para um grupo de usuários específico

46 Data Mart

47 Operações OLAP Drill-down e Roll-up:
exploração em diferentes níveis de detalhe das informações o usuário pode “subir ou descer” dentro do detalhamento do dado, como por exemplo, analisar uma informação diariamente e/ou anualmente, partindo da mesma base de dados. 27/10/2010

48 Drill-down e Roll-up 27/10/2010

49 Operações OLAP Slice e Dice:
análise das informações sob diferentes prismas. Envolve a alteração da perspectiva de visão. Serve para modificar a posição de uma informação, trocar linhas por colunas de maneira facilitar a compreensão dos usuários e girar o cubo sempre que houver necessidade

50 Slice e Dice 27/10/2010

51 Slice e Dice 27/10/2010

52 Data Minig 27/10/2010

53 ETL Extraction,Transformation and Load (ETL)
Preparação do dados que serão armazenados no DW Mesmo com as ferramentas existentes, este ainda é um processo trabalhoso, detalhado e complexo, Requer conhecimento do negócio para ser executado de forma adequada e correta 27/10/2010

54 27/10/2010

55 Benefícios de BI Alinhar projetos de tecnologia com as metas estabelecidas pelas empresas na busca do máximo retorno do investimento Ampliar a compreensão das tendências dos negócios, propiciando melhor consistência no momento de decisão de estratégias e ações 27/10/2010

56 Benefícios de BI Facilitar a identificação de riscos e gerar segurança para migração de estratégias, criando maior efetividade nas implementações dos projetos Permitir um planejamento corporativo mais amplo, substituindo soluções de menor alcance por resultados integrados pela informação consistente 27/10/2010

57 Benefícios de BI Gerar, facilitar o acesso e distribuir informação de modo mais abrangente para obter envolvimento de todos os níveis da empresa e todos aqueles que podem valor usando-a Ligar e consolidar dados de diferentes sistemas de modo a oferecer um visão comum do desempenho da empresa 27/10/2010

58 Benefícios de BI Automatizar tarefas eliminando os erros ao colocar as pessoas no fim dos processos Oferecer dados estratégicos para análise com um mínimo de atraso em relação a uma transação ou evento dentro da empresa 27/10/2010

59 Referências Herbert A. Simon & Associates. Research Briefings 1986: Report of the Research Briefing Panel on Decision Making and Problem Solving.Washington, DC: National Academy Press, 1986. Slides da aula de BI do Professor Paulo Coelho, Cin-UFPE. GRAY, P.; WATSON, H. J. The new DSS: data warehouses, OLAP, MDD and KDD Disponível em: <http://hsb.baylor.edu/ramsover/ais.ac.96/papers/graywats.htm>.


Carregar ppt "Business Intelligence"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google