A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TELHAS 1. HISTÓRICO Inicialmente as telhas eram conformadas manualmente com mão-de-obra escrava, onde estes as moldavam nas suas pernas. Tal registro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TELHAS 1. HISTÓRICO Inicialmente as telhas eram conformadas manualmente com mão-de-obra escrava, onde estes as moldavam nas suas pernas. Tal registro."— Transcrição da apresentação:

1 TELHAS 1

2 HISTÓRICO Inicialmente as telhas eram conformadas manualmente com mão-de-obra escrava, onde estes as moldavam nas suas pernas. Tal registro pode ser constatado através de antigas peças que apresentam a forma da estrutura óssea humana (ANICER, 2000). 2

3 HISTÓRICO A telha cerâmica surgiu independentemente em duas partes do mundo: China, por volta de AC; Oriente Médio, pouco tempo depois. Em 280 anos antes de Cristo, os romanos se utilizavam de barro cozido para a construção das telhas, sendo assim, a atividade aprimorando-se até que por volta do século I antes de Cristo, iniciou-se a evolução na qualidade proveniente da tecnologia produtiva empregada resultando em peças de maior valor estético e monetário. Em 430 anos antes de Cristo, foram encontradas telhas na Grécia e alguns indícios desse produto na China e no Japão. 3

4 HISTÓRICO TELHAS NO BRASIL No Brasil cerca de 2000 anos antes da Descoberta do Brasil, já existia no país a fabricação de cerâmica vermelha, que era representada por: potes, baixelas e outros artefatos cerâmicos. Sendo em 5000 anos atrás, a cerâmica mas trabalhada, com detalhes, fabricada pela cultura indígena na Ilha no Marajó e a mas simples na região Amazônica. 4

5 5 São constituídas por argilas ricas em ilita e monomorilonitas. A matéria-prima, é mais selecionada e a massa cerâmica melhor preparada para conseguir as características compatíveis com a geometria e a utilização do produto. Características: Boa resistência da massa seca; Elevada resistência a flexão e baixa porosidade, etc. TELHAS CERÂMICAS

6 6 1.FRANCESA: telha plana de encaixe em suas bordas com saliências e reentrâncias. Ressalto na face inferior para apoio na ripa e outro (orelha de aramar) usada para eventual fixação à ripa em regiões com muito vento ou nas inclinações acentuadas. MODELOS de TELHAS

7 7 2.ROMANA: telha plana com uma leve ondulação longitudinal, usada para o encaixe da capa com o canal, formado pela mesma telha invertida, cada uma ocupando aproximadamente a metade da telha. MODELOS de TELHAS

8 8 3.COLONIAL: com forma capa e canal iguais, com reentrâncias no lado convexo e um reentrância no lado côncavo. MODELOS de TELHAS

9 9 4.PAULISTA: capa e canal em forma de meia-cana. Os canais que se apóiam acima das ripas com um ressalto na face inferior que têm uma largura maior; e as capas se apóiam sobre os canais, com largura menor; possuem uma reentrância para permitir o perfeito acoplamento com os canais e uma saliência inferior para o deslizamento da telha. MODELOS de TELHAS

10 10 5.PLAN: telhas capa e canal, com formas acentuadamente retas, mas em princípio as mesmas características da telha colonial. MODELOS de TELHAS

11 11 6.TERMOPLAN: um tipo de capa e canal com bordas para encaixe lateral, possuindo uma camada interna da ar para proteção térmica da telha. MODELOS de TELHAS

12 12 POTUGUESA AMERICANA MODELOS de TELHAS DUPLAS Dados Técnicos Dimensões: 22×40 cm Peso Unitário: 2,4 kg (aprox.) Telhas/m2: 17 Peso/m2: 40,8 kg Absorção: máx. 14%

13 13 CUMEEIRA ou SELOTE Telha inclinada domus fêmea MODELOS de TELHAS

14 14 Telha Cónica Passadeira EUROTOP Telha Luso Passadeira MODELOS de TELHAS

15 INFORMAÇÕES

16 ATITUDES ECOLÓGICAS Use produtos ecológicos de qualidade, não basta ser ecológico, tem que ser certificados por órgãos responsáveis pelo produto, senão vamos ter outros problemas... Cuidar do meio ambiente é fundamental, só assim é possível garantir o futuro das próximas gerações e também das empresas. A observação dos maus hábitos do cidadão brasileiro causa impacto em tudo. Quem mais tem sofrido é a Natureza; O meio ambiente não consegue atenuar as conseqüências de cultura tão retrógrada e arcaica como a nossa, em relação a péssima gestão dos recursos naturais; Para tal, basta observar a falta de planejamento de loteamentos, construções, estradas, barragens, drenagens pluviais, saneamento básico, sem a contratação engenheiros, enfim, quem sabe, quando estivermos morrendo de sede, talvez venham ações tardias. 16

17 TELHAS ECOLÓGICAS: Cores diferentes de telhas de plástico reciclado. 17

18 TELHA FEITA DE GARRAFA PET 18

19 TELHA FEITA DE TUBO DE PASTA DE DENTE 19

20 TIJOLOS ECOLÓGICOS 20

21 Um ambiente equilibrado e uma correção da mentalidade reinante no planeta podem fazer das casas sustentáveis uma verdadeira Arca de Noé que nos levará para um futuro de grandes perspectivas. Aqui tem um arquivo da casa de pet. CASAS SUSTENTÁVEIS

22 CONCLUSÃO POR UM MUNDO MELHOR... 22

23 CONCLUSÃO: As indústrias de cimento, cal, cerâmica vermelha, aço e brita/areia são agressoras do meio ambiente e, apesar do entendimento de muitos setores da sociedade sobre os malefícios que esses setores provocam a vida do planeta, pouco se faz ou se discute sobre o assunto. Em muitos casos torna-se necessário a substituição de materiais tradicionais por materiais locais proporcionando ganhos ecológicos e, na maioria dos casos, ganhos econômicos. Para que isso se torne uma realidade é necessário romper com velhos paradigmas, não é mais admissível se conviver com um grande problema sabendo soluções para sua minimização ou extinção. Os problemas que envolvem a indústria da construção civil no Brasil não são simples, essa indústria tem ramificações em muitos outros setores e envolve muitos interesses, contudo, nosso maior patrimônio deve ser a conservação da vida em nosso planeta e isso não deve ser deixado em segundo plano em prol do lucro ou da dominação aparente e momentânea. 23

24 BIBLIOGRAFIA Disponínel em: Acessado em 10/06/ Acessado em 10/06/ Acessado em 10/06/ Acessado em 10/06/ Acessado em 10/06/ Acessado em 10/06/ SANTOS, P.S.. Ciência e Tecnologia de Argilas, 2 ed. São Paulo, Edgard Blucher, c v.II. A ed. Anterior tem o título Tecnologia das Argilas, Aplicadas as Argilas Brasileiras. INSTITUTO DE EPSQUISAS TECNOLOGICAS DO ESTADO DE SÃO PAULO S.A - IPT/ SINDICATO DA CONSTRUÇÃO CIVIL DE GRANDES ESTRUTURAS NO ESTADO DE SÃO PAULO - SINDUSCON/SP. Paredes de vedação em blocos cerâmicos. (Manual de execução). Guia Geral de Cerâmica & Assentamento 98/99 - Cerâmica Estrutural. Show Room Menasce. Ano V. Numero: 30-A. P.60-64, Mai SANTOS, I. S. S; SILVA, N. I W. Manual de Cerâmica Vermelha. Porto Alegre, UNISINOS/CIENTEC/SEBRAE-RS/SIOCERGS, BASTOS, Frederico Assis. AVALIAÇÃO DO PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE TELHAS E BLOCOS CERÂMICOS VISANDO A CERTIFICAÇÃO DO PRODUTO, UFSC – PPGEC Acesso: 09/06/2010 Acesso: 08/06/2010 Acesso: 08/06/2010 Acesso: 22/06/

25 Reduzir, Reciclar e Reaproveitar são mais que atos de conscientização, são atos de cidadania. (José Clodoaldo Silva Cassa, ) OBRIGADO!!! 25


Carregar ppt "TELHAS 1. HISTÓRICO Inicialmente as telhas eram conformadas manualmente com mão-de-obra escrava, onde estes as moldavam nas suas pernas. Tal registro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google