A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Segunda Fase de Jorge Amado Ironia; Folclore e cultura afro-brasileira; Sensualidade; Redução da psicologia das personagens ao perfil de malandragem e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Segunda Fase de Jorge Amado Ironia; Folclore e cultura afro-brasileira; Sensualidade; Redução da psicologia das personagens ao perfil de malandragem e."— Transcrição da apresentação:

1 Segunda Fase de Jorge Amado Ironia; Folclore e cultura afro-brasileira; Sensualidade; Redução da psicologia das personagens ao perfil de malandragem e jogo-de- cintura do brasileiro.

2 Gabriela, cravo e canela História de amor entre Gabriela e Nacib; Cenário: traços exóticos da região de Ilhéus; Retirante – Gabriela (beleza) – conquista; Nacib (dono do bar) – contrata Gabriela como cozinheira; Nacib – Gabriela – casados; Gabriela – sensualidade/volúpia – trai seu marido com o padrinho de casamento, Tonico Bastos; Ruptura – reatamento; Disputas políticas, especialmente entre coronéis conservadores e o exportador Mundinho Falcão.

3 Dona Flor e seus Dois Maridos Vida boêmia de Salvador – painel do cotidiano e do passado da vida baiana; Vadinho (boêmio, jogador, alcoólatra), símbolo do malandro, casa-se com Flor (explorada) e morre num domingo de carnaval; Flor – assediada por vários homens e entrega- se a Teodoro (farmacêutico com idade avançada, responsável, antítese do Vadinho) e o casamento é pouco satisfatório;

4 Vadinho (Era um porreta) X Teodoro (lema: Um lugar para cada coisa e cada coisa em seu lugar); Espírito de Vadinho volta – Flor com saudade; Flor convive com dois maridos; Flor: manter fidelidade ao novo marido X ceder ao espírito do primeiro.


Carregar ppt "Segunda Fase de Jorge Amado Ironia; Folclore e cultura afro-brasileira; Sensualidade; Redução da psicologia das personagens ao perfil de malandragem e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google