A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TERCEIRIZAÇÃO: Solução ou problema ? Focvs Consultoria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TERCEIRIZAÇÃO: Solução ou problema ? Focvs Consultoria."— Transcrição da apresentação:

1 TERCEIRIZAÇÃO: Solução ou problema ? Focvs Consultoria

2 SUB-CONTRATAÇÃO SUMULA 331 DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. LEGALIDADE - Res. 174/2011, DEJT divulgado em 27, 30 e CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS. LEGALIDADE - Res. 174/2011, DEJT divulgado em 27, 30 e I - A contratação de trabalhadores por empresa interposta é ilegal, formando-se o vínculo diretamente com o tomador dos serviços, salvo no caso de trabalho temporário (Lei nº 6.019, de ). I - A contratação de trabalhadores por empresa interposta é ilegal, formando-se o vínculo diretamente com o tomador dos serviços, salvo no caso de trabalho temporário (Lei nº 6.019, de ). II - A contratação irregular de trabalhador, mediante empresa interposta, não gera vínculo de emprego com os órgãos da Administração Pública direta, indireta ou fundacional (art. 37, II, da CF/1988). II - A contratação irregular de trabalhador, mediante empresa interposta, não gera vínculo de emprego com os órgãos da Administração Pública direta, indireta ou fundacional (art. 37, II, da CF/1988).

3 SUB-CONTRATAÇÃO III - Não forma vínculo de emprego com o tomador a contratação de serviços de vigilância (Lei nº 7.102, de ) e de conservação e limpeza, bem como a de serviços especializados ligados à atividade-meio do tomador, desde que inexistente a pessoalidade e a subordinação direta. III - Não forma vínculo de emprego com o tomador a contratação de serviços de vigilância (Lei nº 7.102, de ) e de conservação e limpeza, bem como a de serviços especializados ligados à atividade-meio do tomador, desde que inexistente a pessoalidade e a subordinação direta. IV - O inadimplemento das obrigações trabalhistas, por parte do empregador, implica a responsabilidade subsidiária do tomador dos serviços quanto àquelas obrigações, desde que haja participado da relação processual e conste também do título executivo judicial. IV - O inadimplemento das obrigações trabalhistas, por parte do empregador, implica a responsabilidade subsidiária do tomador dos serviços quanto àquelas obrigações, desde que haja participado da relação processual e conste também do título executivo judicial.

4 SUB-CONTRATAÇÃO V - Os entes integrantes da Administração Pública direta e indireta respondem subsidiariamente, nas mesmas condições do item IV, caso evidenciada a sua conduta culposa no cumprimento das obrigações da Lei n.º 8.666, de , especialmente na fiscalização do cumprimento das obrigações contratuais e legais da prestadora de serviço como empregadora. A aludida responsabilidade não decorre de mero inadimplemento das obrigações trabalhistas assumidas pela empresa regularmente contratada. V - Os entes integrantes da Administração Pública direta e indireta respondem subsidiariamente, nas mesmas condições do item IV, caso evidenciada a sua conduta culposa no cumprimento das obrigações da Lei n.º 8.666, de , especialmente na fiscalização do cumprimento das obrigações contratuais e legais da prestadora de serviço como empregadora. A aludida responsabilidade não decorre de mero inadimplemento das obrigações trabalhistas assumidas pela empresa regularmente contratada. VI – A responsabilidade subsidiária do tomador de serviços abrange todas as verbas decorrentes da condenação referentes ao período da prestação laboral. VI – A responsabilidade subsidiária do tomador de serviços abrange todas as verbas decorrentes da condenação referentes ao período da prestação laboral.

5 SUB-CONTRATAÇÃO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS Deve conter: Deve conter: O serviço a ser feito, nunca a quantidade de pessoas; O serviço a ser feito, nunca a quantidade de pessoas; A forma de pagamento: por metro, tonelada ou pela obra ou serviço, jamais por salário de pessoas; A forma de pagamento: por metro, tonelada ou pela obra ou serviço, jamais por salário de pessoas; O prazo de execução e as datas de quitação. O prazo de execução e as datas de quitação.

6 SUB-CONTRATAÇÃO Antes de efetuar o pagamento, a contratante deve-se certificar se a contratada recolhe o FGTS, a Previdência e efetua o pagamento de salários a seus empregados; Antes de efetuar o pagamento, a contratante deve-se certificar se a contratada recolhe o FGTS, a Previdência e efetua o pagamento de salários a seus empregados; Deve-se exigir o PPRA, o PCMSO, participação na CIPA e o fornecimento de EPI´s. Deve-se exigir o PPRA, o PCMSO, participação na CIPA e o fornecimento de EPI´s. Ao final, o recibo deverá dar quitação total do serviço efetuado. Ao final, o recibo deverá dar quitação total do serviço efetuado. O contrato não poderá ultrapassar 05 (cinco) anos. O contrato não poderá ultrapassar 05 (cinco) anos.


Carregar ppt "TERCEIRIZAÇÃO: Solução ou problema ? Focvs Consultoria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google