A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

São recursos expressivos ou estilísticos utilizados nos níveis das palavras, das estruturas sintáticas e dos pensamentos (emoção, sentimento) para comunicar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "São recursos expressivos ou estilísticos utilizados nos níveis das palavras, das estruturas sintáticas e dos pensamentos (emoção, sentimento) para comunicar."— Transcrição da apresentação:

1

2 São recursos expressivos ou estilísticos utilizados nos níveis das palavras, das estruturas sintáticas e dos pensamentos (emoção, sentimento) para comunicar com maior intensidade, brilho, força e beleza. Podemos classificá-las em três tipos: figuras de palavras (tropos); figuras de construção; figuras de pensamento.

3

4

5

6

7

8

9 Figuras de construção – consiste em construção que apresenta uma estrutura sintática diferente da regular. É frequente ocorrer inversões, omissões, repetições para fornecer mais expressividade.

10

11 Anáfora – consiste na repetição de um vocábulo (ou expressão) no início de uma seqüência de orações ou de versos. Ex: Vi os homens passeando ali Vi as mulheres ajeitando as refeições Vi as crianças jogando bola Ilha cheia de graça Ilha cheia de pássaros Ilha cheia de luz Alguém esteve aqui, alguém pegou minha carteira, alguém me roubou.

12 Polissíndeto – consiste na repetição constante da conjunção coordenativa (na maioria das vezes, as conjunções e ou nem) entre as orações ou termos de uma oração. Ex: Não havia pássaros nem flores Nem guerras, nem aulas, nem missas, nem viagens. Penso com os olhos e com os ouvidos E com as mãos e com os pés Gesticula, e fala, e canta, e ri.

13 Silepse (concordância ideológica) – consiste em estabelecer a concordância entre palavras levando em conta as idéias que elas exprimem, e não sua forma gramatical. Na silepse, portanto, deixa-se de lado a concordância gramatical e utiliza-se uma concordância mental. Como essa concordância pode envolver o gênero, o número ou a pessoa gramatical das palavras, podem ocorrer três tipos de silepse.

14 Silepse de gênero – caracteriza-se por um desacordo gramatical envolvendo os dois gêneros (masculino e feminino). Ex: Vossa Excelência, senhor prefeito, está enganado. Quando a pessoa é novo, não pensa no dia de amanhã. Às vezes, a gente fica chateado com a situação do país.

15 Silepse de número - caracteriza-se por um desacordo gramatical envolvendo os dois números (singular e plural). Ex: A platéia aplaudiu a apresentação e, no final do concerto, aplaudiram o maestro e os músicos. O bando assaltou o restaurante e, depois de muitas confusões, sumiram no centro da cidade.

16 Silepse de pessoa – ocorre uma desuniformidade das pessoas gramaticais (primeira, segunda e terceira). Ex: Milhões de brasileiros vivemos em situação de insegurança. Os jovens precisamos participar da vida política do país.

17 Elipse – consiste na omissão de um termo que o contexto permite identificar com facilidade. Ex: Se chegar depois das sete, a sala fechada. O professor na sala. ( Se você chegar depois das sete horas, a sala estará fechada. O professor estará na sala.) Na terra, tantas guerras, tanto engano, tanta violência. (há)

18 Ando devagar porque já tive pressa Levo este sorriso porque já chorei demais. (eu) *** A zeugma é um tipo especial de elipse que consiste na omissão de um termo já expresso anteriormente na frase. Ex: Algumas árvores abriam a flor em março, já os ipês em junho. (abriam a flor) Ele estava cansado e ela, triste. (estava)

19 Figuras de pensamento – consiste em apresentar idéias diferentes daquelas que a palavra ou a expressão naturalmente exprime. Antítese – consiste no emprego de palavra de sentidos opostos. Ex: Vida – MortePreto – Branco Frio – Calor

20 Eufemismo – é a suavização de palavras ou expressões forte e chocantes. Ex: Fulano partiu dessa para uma melhor. (morreu) Você não se saiu muito bem no exame. (reprovado) Hipérbole – consiste em expressar uma idéia com exagero. É uma exagero de idéias. Ex: André está morrendo de sede. Chorou rios de lágrimas.

21 Ironia – afirma-se o contrário daquilo que realmente se quer dizer. Ex: O seu aproveitamento não poderia ter sido melhor: você ficou reprovada em seis matérias. Você é uma mulher muita linda. (FEIA).

22 Paradoxo ou Oxímoro – consiste em uma quebra da lógica, ou seja, um contraste de idéias, Ex: Calor que provoca arrepio. Andar na chuva e não se molhar. É uma ferida que dói e não se sente. Ele finge sinceramente.

23 Prosopopéia ou Personificação – consiste em atribuir ações, qualidades e sentimentos humanos a seres inanimados ou irracionais. Ex: A cadeira saiu andando pelos corredores da casa. A Lua ficou emocionada e chorou quando se encontrou com o Sol.

24 Gradação – consiste em uma seqüência de palavras ou de expressões dispostas em sentindo ascendente ou descendente (intensificando ou diminuindo). Ex: Um segundo, um minuto, uma hora me satisfaz/satisfazem. Uma palavra, um sorriso, um gesto, um olhar bastava para despertar seu interesse. Aquilo parecia mais um luta, uma batalha, uma guerra. Ele era um tímido, um frouxo, um covarde.


Carregar ppt "São recursos expressivos ou estilísticos utilizados nos níveis das palavras, das estruturas sintáticas e dos pensamentos (emoção, sentimento) para comunicar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google