A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LIVRO – TRADICIONAL X ELETRÔNICO José Antonio Machado do Nascimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LIVRO – TRADICIONAL X ELETRÔNICO José Antonio Machado do Nascimento."— Transcrição da apresentação:

1 LIVRO – TRADICIONAL X ELETRÔNICO José Antonio Machado do Nascimento

2 C ONFERENCISTAS José Antonio Machado do Nascimento Gestor do Centro de Informação em Transporte Aquaviário – ANTAQ Professor da Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília Doutorando em Ciência da Informação – PPG-Cinf Especialista em Engenharia de Software – Universidade Gama Filho Trabalhos mais relevantes: Avaliação de Usabilidade na Internet, Linhas Editoriais e Produção para Novos Fomatos Gestão de Conteúdo

3 R OTEIRO Livro tradicional x livro eletrônico interações e problemáticas Redes sociais e a divulgação de obras literárias curtir, compartilhar e comentar Criação literária e os elementos de interatividade com o leitor autor/programador, leitor/jogador

4 R OTEIRO Interatividade x leitor O poder do livro eletrônico para os novos autores o digital tornou mais fácil a publicação de um livro?

5 R OTEIRO Bibliotecas x estratégias de marketing x autores Bibliotecas e livros eletrônicos Autores x marketing literário Considerações finais Discussões

6 L IVROS TRADICIONAIS E ELETRÔNICOS – INTERAÇÕES E PROBLEMÁTICAS Da antiguidade ao advento da imprensa – do livro como objeto de arte a veículo de acesso democrático a informação Livro como elemento transformador da sociedade – oralidade x preservação para posterioridade Fim do livro tradicional – necessidade de reflexões constantes Hipertexto e novas formas de organização de informações – transformações no processo de leitura, não linearidade das informações e dimensão estética das obras

7 L IVROS TRADICIONAIS E ELETRÔNICOS – INTERAÇÕES E PROBLEMÁTICAS Elementos sensoriais no livro tradicional e no livro eletrônico. Livro eletrônico – apreensão do conhecimento baseada em pressupostos cognitivos Livro eletrônico – mudanças no processo de leitura Livro eletrônico x impresso – geram modelos mentais e conceituais do conhecimento diferentes. Livro eletrônico – leitor mais ativo perante as informações recebidas?

8 L IVROS TRADICIONAIS E ELETRÔNICOS – INTERAÇÕES E PROBLEMÁTICAS Livro impresso – leitura mais rápida que o livro eletrônico. Maior apreensão do conhecimento? Fim do livro impresso ou fim do pensamento linear? Mcluhan e A Galáxia de Guttemberg Chegada de novas tecnologias e a coexistência de formatos (cinema x televisão) Print on demand x livros eletrônicos

9 R EDES SOCIAIS E OBRAS LITERÁRIAS CURTIR, COMPARTILHAR E COMENTAR Ferramentas interativas na disseminação de textos literários Visibilidade para obras literárias Estilos literários e sua adaptação para as redes sociais Repercussão instantânea Gestão de conteúdo na web x estilos literários

10 R EDES SOCIAIS E A DIVULGAÇÃO DE OBRAS LITERÁRIAS CURTIR, COMPARTILHAR E COMENTAR Escritores e apropriação de novos usos e costumes Os blogs como ferramentas para novos escritores Goodreads e Skoob´- experiência entre leitores

11 C RIAÇÃO LITERÁRIA E OS ELEMENTOS DE INTERATIVIDADE COM O LEITOR Recursos hipertextuais e multisemióticos – renovação da criação literária Interfaces e objetos de interação Sobreposição de mídias Ficções interativas – construção do texto com o autor e opções de caminhos sugeridos pelo autor) Literatura eletrônica

12 C RIAÇÃO LITERÁRIA E OS ELEMENTOS DE INTERATIVIDADE COM O LEITOR Autor/programador - composição de novas formas literárias através de software Autor/programador – criam textos que independem do formato impresso Autor/programador – agregam gêneros literários e sobreposições – novas formas de conteúdo

13 C RIAÇÃO LITERÁRIA E OS ELEMENTOS DE INTERATIVIDADE COM O LEITOR Leitor/jogador – estética da recepção – recriação do papel do leitor na literatura Diálogo entre mídias virtuais Leitor/jogador – escreve a história Literatura eletrônica x jogos Criação literária – autores (produção – intermediação); programa (leituras possíveis)

14 L IVROS ELETRÔNICOS E NOVOS AUTORES Acessibilidade do mercado editorial de livros eletrônicos para novos autores A publicação em poucos cliques E-books e self publishing Self publishing no Brasil

15 B IBLIOTECAS X ESTRATÉGIAS DE MARKETING X AUTORES Bibliotecas x livros eletrônicos Aumento do acesso de livros eletrônicos ´- EUA – fatores Livros eletrônicos – novas formas de formação e desenvolvimento de acervos Livros eletrônicos em Bibliotecas Publicas Brasileiras – o que falta?

16 M ARKETING L ITERÁRIO Divulgação – parceria entre editor e escritor Interação Percepção de valor

17 CONCLUSÃO Diante das transformações (ou seriam inovações?) é importante que sejam discutidos os fenômenos que envolvem produção, técnicas de criação, autoria de textos na rede e uma série de outros conceitos e aspectos, não apenas no meio literário, mas também sobre as artes de modo geral, a fim de que possamos compreender, paulatinamente, os passos dados pela literatura em meio às práticas culturais eletrônicas A literatura em meio digital e a crítica literária Everton Vinicius de Santa, 2011


Carregar ppt "LIVRO – TRADICIONAL X ELETRÔNICO José Antonio Machado do Nascimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google