A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Georges-Pierre Seurat nasceu em Paris em 1859, filho de uma família de burgueses com condições de sustentar seus estudos sem necessidade de trabalhar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Georges-Pierre Seurat nasceu em Paris em 1859, filho de uma família de burgueses com condições de sustentar seus estudos sem necessidade de trabalhar."— Transcrição da apresentação:

1 Georges-Pierre Seurat nasceu em Paris em 1859, filho de uma família de burgueses com condições de sustentar seus estudos sem necessidade de trabalhar. Seurat não desperdiçou o dinheiro investido em sua carreira. Foi o pioneiro do movimento pontilhista, inventor do que chamamos hoje de PIXEL. A Torre Eifell de Seurat

2 O Circo 185 × 152 cm. Cada pontinho de tinta na tela era executado de forma precisa pelas pontas de um pincel. Um jogo de paciência que obrigava o artista a fazer uma quantidade enorme de idas e vindas da tela para a visualização à distância.

3 Seurat estudou arte na rigidez acadêmica da Escola Superior de Belas Artes de Paris, mas depois de uma interrupção de seus estudos por causa do serviço militar ficou apaixonado pela obra de Michel Chevreul sobre o círculo cromático e a teoria das cores. Inspirado nesta teoria, torna-se mestre nas leis dos contrastes das cores em Mais que uma obra de arte, seu trabalho foi um campo de pesquisa árduo sobre o comportamento das cores vistas como um fenômeno óptico. Círculo cromático de Chevreul

4 Banhistas em Asnières,

5 Esta obra ficou conhecida pelo público jovem no finalzinho dos anos 80 por ter aparecido na película Ferris Bueller's Day Off (Curtindo a Vida Adoidado), quando o personagem Cameron a contempla no Instituto de Chicago. Tarde de Domingo na Ilha de La Grande Jatte, de Pontos de cores distintos somam-se numa outra cor visível pelo fenômeno óptico. Esta técnica possibilitou a invenção dos pontos de impressão, semelhantes aos que temos hoje em nossas impressoras em jato de tinta. Sua obra mais famosa é uma grande tela de 207,5 por 308 cm, óleo sobre tela, que está no Instituto de Arte de Chicago.

6

7

8 As Modelos Óleo sobre tela. Detalhe do quadro Tarde de Domingo na Ilha de La Grande Jatte, no atelier do artista. Com apenas 4 cores, magenta, ciano, amarelo e preto, a impressora faz uma infinidade de outras cores apenas por aproximação destes pontos que visto à distância possibilitam vermos cores diferentes. Seurat faleceu em 1891 sem que tivesse qualquer noção das conseqüências de seus estudos na arte gráfica do século XX, na invenção da televisão e da imagem digital. CMYK Padrão das cores primárias na impressão.

9 ENTENDENDO O FENÔMENO ÓTICO DO PONTILHISMO DE SEURAT E OS PIXELS DA CÂMERA DIGITAL Uma obra de arte contemporânea, bem curiosa, ajuda a entender o pontilhismo de Seurat e como funciona os pixels numa câmera digital Uma Mona Lisa feita com copos de café com leite. Imagine que cada copo de café com leite é um ponto de impressão ou um pixel. Cada copo de café com leite tem quantidades diferentes de café ou de leite para criar tons e semi-tons.

10 Os artistas então utilizaram copos de café com leite para criar tons e semi-tons como no pontilhismo e nos pixels. Um trabalho em grupo de artistas de Sidnei, Australia. Foram utilizados copos de café com leite. Texto: Francisco Folco


Carregar ppt "Georges-Pierre Seurat nasceu em Paris em 1859, filho de uma família de burgueses com condições de sustentar seus estudos sem necessidade de trabalhar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google