A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Especialização e comércio Vantagem absoluta X vantagem comparativa Aplicações da vantagem comparativa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Especialização e comércio Vantagem absoluta X vantagem comparativa Aplicações da vantagem comparativa."— Transcrição da apresentação:

1 Especialização e comércio Vantagem absoluta X vantagem comparativa Aplicações da vantagem comparativa

2 Presença de produtos e serviços importados no dia-a-dia. O que as pessoas (os países) ganham quando comercializam entre si?

3 A princípio existem duas maneiras de um país satisfazer suas necessidades de consumo: Ser auto-suficiente economicamente Especializar-se na produção de alguns bens e comercializar com outros países (interdependência econômica).

4 Por que prevalece a interdependência no comércio? Porque os países se beneficiam quando se especializam na produção de alguns bens e efetuam trocas com os demais países.

5 O que determina a produção e o comércio dos bens e serviços, entre os países? O tipo de produção e comércio estará relacionado com os custos de oportunidade de cada país.

6 Hipóteses: Existência de somente dois bens: carne e batata. Há somente duas pessoas: um pecuarista e um agricultor. O que cada um deverá produzir? Haverá troca de bens entre eles?

7 Possibilidades de produção: Caso da auto-suficiência: Se um ignorar a existência do outro e supondo que cada um produza somente um dos bens, cada agente consumirá o que produzir. Sem o comércio entre os dois agentes, os ganhos econômicos não serão maximizados.

8 Agora suponha que cada agente possa produzir os dois bens: carnebatatascarnebatatas Agricultor 60min/Kg 15min /Kg 8 Kg 32 Kg Pecuarista 20min/Kg 10min /Kg 24 Kg 48 Kg Min. necessários p/ Produzir 1Kg Quantidade Produzida em 8h

9 Batatas (Kg) A 0 Carne (Kg) (a) FPP do agricultor Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning Na ausência de comércio, o agricultor escolhe uma combinação de produção e de consumo.

10 Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning Batatas (Kg) B 0 Carne (Kg) (b) FFP do Pecuarista Na ausência de comércio, o pecuarista escolhe uma combinação de produção e de consumo.

11 carnebatatascarnebatatas Sem comércio produção e consumo 4 Kg16 Kg12 Kg24 Kg Com comércio produção0 Kg32 Kg18 Kg12 Kg comércio Recebe 5 Kg Dá 15 Kg Dá 5 Kg Recebe 15 Kg consumo5 Kg17 Kg13 Kg27 Kg GANHOS do comércio + 1 Kg + 3 Kg agricultor pecuarista

12 Copyright©2003 Southwestern/Thomson Learning Batatas (Kg) A A* 0 Carne (Kg) (a) Produção e consumo do agricultor Consumo do agricultor com comércio Produção e consumo do agricultor sem comércio Produção do agricultor com comércio

13 Copyright © 2004 South-Western Batatas (Kg) B 0 Carne (Kg) (b) Produção e consumo do pecuarista B* Produção do pecuarista com comércio Consumo do pecuarista com comércio Produção e consumo do pecuarista sem comércio

14 Quem consegue produzir batatas a um custo menor: o pecuarista ou o agricultor ? Duas abordagens para este assunto: O Princípio da Vantagem Comparativa

15 (1) Mensurar a produtividade (ligado ao conceito de vantagem ______________) (2) Mensurar o custo de oportunidade (ligado ao conceito de vantagem _______________) O Princípio da Vantagem Comparativa absoluta comparativa

16 Vantagem absoluta Os economistas usam o conceito de vantagem absoluta quando comparam a produtividade de uma pessoa, empresa ou nação com a de outra. O produtor que precisar de uma quantidade menor de insumos para produzir um bem tem uma vantagem absoluta na produção desse bem. O Princípio da Vantagem Comparativa

17 Vantagem absoluta Quem possui vantagem absoluta na produção de carne ? ______________ Quem possui vantagem absoluta na produção de batatas ? _____________ O Princípio da Vantagem Comparativa pecuarista

18 Vantagem comparativa Em vez de fixar a comparação nos insumos, pode-se levar o foco para os custos de oportunidade. O produtor que apresentar o menor custo de oportunidade na fabricação de um bem terá a vantagem comparativa na produção deste bem. O Princípio da Vantagem Comparativa

19 Custo de oportunidade da carne e das batatas 1 Kg de carne1 Kg de batatas agricultor 4 Kg de batatas1/4 Kg de carne pecuarista 2 Kg de batatas1/2 Kg de carne custo de oportunidade de: O Princípio da Vantagem Comparativa

20 Vantagem comparativa Quem possui vantagem comparativa na produção de carne? ______________ Quem possui vantagem comparativa na produção de batatas? _____________ O Princípio da Vantagem Comparativa pecuarista agricultor

21 Vantagem comparativa e comércio Os custos de oportunidade e as vantagens comparativas criam as bases para os ganhos de comércio. Sempre que pessoas/empresas/países tiverem custos de oportunidade diferentes, poderão se beneficiar através do comércio. O Princípio da Vantagem Comparativa

22 Vantagem comparativa e comércio Cada um deverá se especializar na produção do bem no qual possui vantagem comparativa. O princípio da vantagem comparativa mostra que o comércio pode beneficiar a todos os participantes, pois permite que as pessoas/países se especializem nas atividades em que possuem vantagem comparativa.

23 A economia é uma ciência ligada a problemas de escolha. Ao decidirmos pela produção de certa quantidade do bem A, estaremos abrindo mão da produção de certa quantidade de outros bens. Podemos representar tal situação usando uma curva de transformação (ou curva de possibilidades de produção), que nos mostra a quantidade máxima que pode ser produzida de dois bens, estando todos os recursos empregados.

24 BENS Q máx de Carros Q máx de camisas A B C D E F Carros Camisas Carros em milhares Camisas em milhões

25

26 Custo de Oportunidade Como, sobre a curva de transformação, todos os recursos estão empregados, ao decidirmos por uma maior quantidade de um determinado bem, estaremos abrindo mão da produção de certa quantidade de ourto bem. Este sacrifício é o que chamamos de custo de oportunidade, o que deixou de ser produzido de um bem para que pudéssemos produzir mais de um outro bem. Para que exista custo de oportunidade, devemos ter recursos limitados e pleno emprego de recursos.

27 Pontos fora da FPP

28 Como, sobre a FPP, temos pleno emprego de recursos,todos os pontos no interior da curva (como A), representam pontos de desemprego de recursos, a medida em que, é possível produzir mais de A, mais de B ou mais de ambos os bens. Todos os pontos fora da curva (como B), são pontos que representam combinações de produção que não podem ser atingidas com os recursos dispopníveis. Então, como aumentar a produção de bens e serviços, aumentando o bem-estar da população ?

29 Fatores que Deslocam a FPP aumento das disponibilidades de recursos produtivos variações tecnológicas

30 Custos Crescentes A razão da FPP ser decrescente se deve ao fato de os recursos disponíveis serem limitados. O formato da curva (decresce à taxas crescentes) nos mostra que a substituição entre os dois bens se torna cada vez mais difícil,pois estaremos transferindo recursos eficientes de uma atividade para outra, onde eles não são tão eficientes.


Carregar ppt "Especialização e comércio Vantagem absoluta X vantagem comparativa Aplicações da vantagem comparativa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google